Entenda o marketing de relacionamento para o meio jurídico

O marketing trabalha com várias estratégias de captação de novos clientes, pensando não somente na parte das vendas, mas também em estratégias de fidelização e humanização. É daí que surge o marketing de relacionamento Jurídico.

Basicamente, essa estratégia é destinada para os escritórios de advocacia e empresas que atuam na área jurídica e que devem atender normas específicas na publicidade. 

Afinal, a área jurídica é bastante complexa e pode envolver diversas demandas muito diferentes. 

Por exemplo, pessoas que sofrem restrição de liberdade necessitam do apoio de um advogado, assim como uma empresa que atua na área de impressão catálogo de produtos também necessita ter conhecimentos jurídicos para registrar seus funcionários. 

Contudo, por serem situações específicas e distintas, detalhes e formas de alcançar esses potenciais clientes podem ocorrer de forma distinta e não há como garantir resultados, apenas o serviço e informações para a atração.

Ou seja, diante desse público, que pode ser diverso, as áreas de atuação de uma empresa jurídica também podem ser! 

No entanto, com o aumento da concorrência e a inclusão dos ambientes digitais, como obter um diferencial e manter os seus clientes? Como aumentar a carteira de clientes do escritório de advocacia sem infringir o código de ética da profissão? É sobre isso que falaremos neste artigo. Confira! 

O que é o marketing de relacionamento?

Muitas empresas têm investido em marketing, com objetivo de atrair novos clientes para sua carteira de negócios. 

Exemplo disso são os escritórios de advocacia, que possuem algumas limitações estabelecidas pelo Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

Isso porque alguns serviços não podem ser comercializados ou mercantilizados de forma direta na publicidade. 

Por esse motivo, o marketing de relacionamento surge como uma excelente estratégia para que uma empresa da área jurídica consiga aumentar o número de clientes, sem infringir o seu código de ética, informando mais acerca de alguns cuidados que envolvem a área.

Mas, afinal, o que é o marketing de relacionamento? 

De forma geral, esse tipo de marketing tem a intenção de fidelizar as pessoas que têm interesse pela sua empresa ou que já se tornaram clientes, gerando um engajamento, assim como a proximidade. 

Essa ação de proximidade pode ocorrer por meio de vários canais, sobretudo, no ambiente digital. 

Mas, por que é importante desenvolver uma ação de proximidade com o cliente?

Quando o cliente está mais próximo e a empresa consegue desenvolver um bom relacionamento com ele (desde uma empresa que atue com gabinete para montagem eletrônica até um grande hospital), é possível obter diversos benefícios, como:

  • Melhorar o posicionamento da marca;
  • Ser reconhecido como uma autoridade na área jurídica;
  • Criar uma relação de confiança com o cliente;
  • Atender as expectativas dos leads, gerando novos clientes;
  • Obter maior credibilidade dos serviços prestados;
  • Ter um diferencial diante da concorrência;
  • Sanar dúvidas dos clientes.

Ou seja, ter um bom relacionamento pode ser visto como um sinônimo de uma interação e integração com o cliente de forma facilitada e de modo a criar a confiança necessária para uma conversão futura.

Assim, não deve-se enxergá-lo somente do ponto de vista lucrativo, mas com a intenção de humanizar e ter uma boa relação com esse potencial cliente, sanando suas possíveis dúvidas. 

Marketing jurídico no meio digital

Nesse contexto, com o avanço da área digital, que permite que as empresas tenham contas em redes sociais, este processo de interação se tornou mais facilitado, desde que a empresa tenha conhecimentos da área de marketing e saiba onde investir, ou conte com uma equipe especializada para obter resultados mais efetivos. 

A área digital, de modo geral, trouxe diversas inovações para as empresas.

Por exemplo, hoje é possível instalar desde uma rede de computadores tecnológicas e com a inserção de firewall corporativo (para a proteção de dados), assim como ter o desenvolvimento de softwares próprios para uma melhora do gerenciamento e emissão de relatórios empresariais.

As redes sociais surgem como uma consequência de atingir mais clientes, aumentar a visibilidade da marca e ter mais credibilidade em sua área de atuação, que nesse caso, é a parte jurídica. 

Os objetivos do marketing de relacionamento

O marketing de relacionamento tem alguns objetivos em sua área de atuação, que podem ser percebidos em vários setores de uma empresa, seja da área jurídica ou de outro segmento, como é caso de uma empresa que trabalha com a emissão de AVCB Minas Gerais (Auto de vistoria do Corpo de Bombeiros). 

Dentre alguns objetivos podemos destacar: 

  • Necessidade de ter clientes satisfeitos com o seu serviço;
  • Fidelização do cliente e público;
  • Resolução dos problemas dos clientes;
  • Oferta de serviços que tenham boa qualidade. 

Ou seja, a relação entre o cliente e o seu advogado vai além de uma resolução do caso, valores a serem cobrados e até mesmo a parte do conhecimento técnico que é necessário.

O marketing de relacionamento envolve uma atenção, cuidado e troca de informações com seu cliente, conseguindo sanar as dúvidas, assim como os seus questionamentos. 

Isso traz uma ótima imagem para a empresa em relação ao cliente e faz com que uma proximidade e relação de confiança sejam desenvolvidas. 

Essa relação de comprometimento com o cliente é fundamental, visto que existe uma expansão do número de escritórios de advocacia e de pessoas que atuam no segmento jurídico. 

Muitas empresas necessitam de serviços jurídicos, como uma empresa especializada em muro de arrimo, mas conforme o objetivo e o público visado pela empresa, estratégias e conteúdos diferentes devem ser criados para se comunicar diretamente com essa audiência específica.

Diante da concorrência e diferentes áreas de atuação dentro da advocacia, como uma empresa/cliente chegará ao seu serviço? Como ela entenderá que seu escritório conta com profissionais qualificados e que estão disponíveis para atendê-lo da melhor forma possível, destacando o negócio? 

É a partir daí que é fundamental apostar nas técnicas do marketing de relacionamento para investimento, sobretudo nos meios digitais. Confira como aplicar essas estratégias em seu negócio nos tópicos a seguir.

O marketing de relacionamento e a área jurídica: como aplicar?

Existem várias ações que podem ser utilizadas na área do marketing jurídico e que são aproveitadas quando o assunto é marketing de relacionamento. 

Primeiro, é importante saber que boa parte das estratégias aplicadas não possuem um rápido retorno, ou seja, demandam um retorno de médio a longo prazo. Por isso, é necessário ter paciência para começar a ter resultados. 

Digamos que sua empresa da área jurídica começou a atender uma empresa que trabalha na área de Atomizador rotativo e deseja saber como legalizar a máquina, assim como as burocracias necessárias do ponto de vista da legislação. Do outro lado, existe um cliente com necessidades na área criminal. 

O que isso significa dizer? São clientes com demandas e problemas diferentes e que, provavelmente, precisarão de um serviço personalizado e, possivelmente, profissionais distintos, caso a empresa atenda ambas as especialidades.

Por isso, a primeira dica em relação à estratégia do marketing de relacionamento nas redes sociais e na área digital é conhecer quem é o seu público-alvo, quem são os seus clientes e quais são suas necessidades. 

Isso é importante para que o cliente busque um tipo de escritório que consiga atender sua demanda de forma específica, bem como para que o escritório atinja as pessoas com maior potencial de virarem clientes no futuro. 

Assim, conhecer o público-alvo e seus interesses é um dos requisitos básicos para quem deseja atrair novos clientes e fidelizá-los. 

Quando sua empresa conhece o público, fica muito mais fácil direcionar o conteúdo de forma específica às necessidades dele. 

Contato com clientes e redes sociais

Outro passo importante para sua empresa é apostar na criação de canais de interação e atendimento com o seu cliente. 

Alguns desses canais podem ser tradicionais, como contato via telefone ou celular, investindo também em Whatsapp, assim como nas redes sociais (Instagram, Facebook) ou um chat no site. 

Muitas empresas têm investido, inclusive, em um chatbot, que é um tipo de robô virtual que fica programado para conversar com o cliente acerca de demandas mais gerais, sanando dúvidas iniciais e direcionando para os atendimentos mais adequados, quando necessário. 

Lembre-se que ao criar esses canais é importante ter uma equipe que fique responsável pelo monitoramento e contato com o cliente, lembrando também de ouvir suas demandas. 

Nesse sentido, algumas empresas desenvolvem um canal de ouvidoria para sugestões, críticas ou reclamações. 

Após conhecer o seu cliente e entender se ele é uma construtora casas alto padrão que deseja legalizar sua burocracia com a lei ou se é uma pessoa que teve um problema trabalhista e necessita de um advogado, sua empresa postará nas redes sociais e no site conteúdos direcionados para esse público. 

Isso é importante porque aumenta a relação de proximidade e o entendimento sobre a relevância do escritório nesse segmento. 

Neste contexto, algumas ações para atrair e cativar mais esses usuários podem ser criadas. Algumas ações que podem ser feitas são:

  • Serviços exclusivos para o seu cliente;
  • Aplicação de descontos;
  • Personalização de brindes;
  • Entrega de outros objetos como canetas e agendas;
  • Envio de conteúdo específico no email marketing;
  • Algum tipo de consultoria com interesse na área jurídica.

Outra estratégia para quem deseja trabalhar com marketing de relacionamento é contar com um aparato tecnológico em sua empresa, com computadores com office com licença permanente, acesso à internet e sem bloqueio a alguns sites de busca, e até mesmo caso seja necessário, ter o Aluguel de multifuncional.

Com isso, sua empresa da área jurídica consegue ofertar um serviço com maior qualidade, até porque, não adianta desenvolver uma estratégia excelente nas redes sociais e até mesmo prospectar clientes em seu site, se o serviço oferecido em seu escritório de advocacia não tiver qualidade, ou a missão não estiver clara nos conteúdos.

Por fim, nossa dica final é para que sua empresa sempre esteja atenta aos resultados e realize uma análise das métricas, adequando os processos e conteúdos necessários para otimizar os resultados. 

Isso é possível por meio das redes sociais, com ferramentas como o Instagram e Facebook Ads, assim como uma análise de campanhas por meio do Google Ads, possibilitando a avaliação do que está funcionando nos materiais criados.

Entenda o marketing de relacionamento para o meio jurídico