Social Selling

Você já ouviu falar sobre Social Selling? Quais benefícios essa estratégia pode trazer para sua empresa?

O termo Social Selling tem ganhado cada vez mais popularidade. Diversas empresas, de todos os portes, já aplicam esse tipo de estratégia de vendas no dia a dia. Uma das razões é a maneira como ela consegue promover as relações com os clientes.

Em uma estratégia de venda tradicional, o vendedor precisa mostrar um posicionamento ativo. Com isso, esse profissional necessita realizar inúmeras ligações, enviar diversos e-mails e interromper o cliente em momentos indevidos.

Para a empresa, isso demanda recursos e tempo. Para o cliente, muitas vezes esse processo de vendas se torna uma dor de cabeça. Portanto, é neste cenário que o social selling ganha força. 

Os benefícios do social selling

O social selling, em resumo, é a forma que as empresas encontraram de se conectar melhor com os seus clientes por meio das redes sociais.

São nesses ambientes virtuais que elas pretendem melhor entendê-los e construir relações baseadas na confiança. 

Outro benefício do social selling é a segmentação. Por meio dessa estratégia nas redes sociais, a empresa tem condição de atrair os clientes em potencial com maiores chances de conversão. 

Isso ocorre porque as empresas têm a oportunidade, nas redes sociais, de interagir com os clientes no momento certo.

Ainda mais quando, por exemplo, o foco dessa empresa é o trade marketing. Nesse segmento, quando uma companhia tenta realizar negócios com outro empreendimento, o uso do social selling é fundamental para iniciar novas conversas.

No Linkedin, os vendedores podem responder aos comentários dos tomadores de decisão, dar likes em suas respostas e aumentar a credibilidade de suas empresas.

Por isso, quanto mais uma empresa compartilha conteúdo nas redes sociais, maior o engajamento recebido pelo seu público-alvo. O que leva também eleva a qualidade e quantidade desses leads. 

Nesse sentido, ter uma agenda de produção de conteúdo e um profissional específico para responder aos seguidores é fundamental para que toda ação de social selling funcione. Esse aumento nas interações leva a outro benefício muito relevante. 

Como a empresa está sempre em contato com esses clientes por meio das redes sociais, o ciclo de compras deles se torna cada vez mais curto. Ou seja, o tempo necessário para que esses clientes realizem uma nova compra é reduzido.

Estratégias de social selling

É muito interessante perceber como cada vez mais empresas estão interessadas no social selling. Por isso, é fundamental que você comece a pensar nesse tipo de estratégia hoje mesmo. 

Uma das melhores maneiras de começar é por meio de um ferramenta CRM. Com essa plataforma é possível reconhecer melhor cada cliente que interage com a empresa. Esses dados são fundamentais para que os setores de marketing e vendas possam montar suas ações.

Dessa forma, todo o conteúdo compartilhado nas redes sociais pode ser otimizado, com o objetivo de alavancar o engajamento.

Outra prática fundamental no social selling é a consistência. O cliente não pode ouvir falar de uma empresa hoje, e demorar semanas para ter alguma notícia sobre ela.

Portanto, é necessário:

  • Acompanhar os novos leads;
  • Retornar todos os contatos;
  • Compartilhar conteúdo relevante;
  • Estar disponível para o cliente nas redes sociais todos os dias.

Como os especialistas afirmam, o processo de vendas é baseado na construção de relacionamentos. É nessa premissa que está baseado o social selling.

Uma forma natural de sua empresa expandir os negócios, atrair novos clientes em potencial e realizar muitas vendas.

Conforme falamos no início, diversas empresas, de todos os portes, já aplicam esse tipo de estratégia de vendas no dia a dia, que tal usar na sua também.

E aí, o que achou do texto, conte nos comentários e se ficou alguma dúvida é só deixar nos comentários.