Transporte de Cargas

Transporte de Cargas: Entenda a Importância do Gerenciamento de Riscos

O transporte de cargas é uma atividade extremamente importante para a economia, afinal, ele está relacionado a coleta e distribuição de mercadorias, produtos, etc., além de operações de importação e exportação.

No entanto, este tipo de transporte é algo complexo, que envolve diversas etapas, burocracias, além de alguns riscos também…

Isso porque, o Brasil não é o país mais seguro do mundo – roubos, assaltos e sequestros, por exemplo, são noticiados com frequência. Fora que, as condições das estradas, pistas, rodovias e das sinalizações também não são das melhores.

Por isso, para ter um transporte de cargas mais seguro, eficiente e de qualidade, é fundamental investir em gerenciamento de riscos. Veja!

A importância do gerenciamento de riscos para o transporte de cargas

Como dissemos anteriormente, o transporte de cargas é uma atividade que possui certos riscos, limitações e dificuldades.

E para que uma operação ocorra da melhor forma possível, do início ao fim, é de suma importância investir em avaliações, monitoramentos, rastreamentos e, claro, gestão – e é sobre isso que trata o gerenciamento de riscos.

Basicamente, o gerenciamento de riscos consiste em um conjunto de ações e estratégias que tem como objetivo minimizar/evitar quaisquer problemas e situações negativas que envolvem um transporte de cargas.

Então, se você trabalha ligado a este ramo de transporte, e deseja que as suas operações ocorram com sucesso, sem maiores transtornos, você não pode deixar de lado o gerenciamento de riscos.

Principais riscos no transporte de cargas

Como estamos falando sobre gerenciamento de riscos, nada mais justo do que falarmos, com mais detalhes, sobre quais são esses riscos, não é verdade?

Pois então, um dos mais comuns são os assaltos e roubos de cargas, que podem gerar enormes prejuízos, além de danos ao motorista e ao seu caminhão.

Mas claro, ele não é o único…

Acidentes

Como já pontuamos no início do artigo, as estradas, pistas e rodovias, em grande parte do país, possuem problemas, má conservação e falta de manutenção.

Consequentemente, as chances de acidentes acontecerem são bem elevadas. 

Além disso, o tipo de condução dos motoristas e a falta de manutenção adequada dos caminhões, também podem gerar acidentes.

Avarias/extravios

Outro risco presente em transportes de cargas, são as avarias e os extravios.

Isso porque, mercadorias e produtos podem ser perdidos e/ou danificados, se não houver um manuseio e um transporte adequado – e se isso acontecer, provavelmente haverá prejuízos e muitas dores de cabeça para lidar.

Fator humano

Muitos acidentes acontecem devido a problemas nas estradas, pistas e rodovias, é verdade. No entanto, tais situações podem acontecer também por causa do fator humano, ou seja, por causa da imprudência e imperícia por parte dos motoristas.

Muitos motoristas não respeitam as leis, dirigem cansados ou embriagados, ou fazem o uso de substâncias psicoativas – o que é proibido.

Por isso, além de se preocupar com o gerenciamento de riscos, é de suma importância contratar os profissionais certos, isto é, que sejam, de fato, experientes e competentes para realizar o serviço.

Ou você vai confiar a sua mercadoria a qualquer um?

A eficiência de um transporte de carga depende, diretamente, da escolha dos profissionais que irão fazer parte deste processo.

Atrasos

Se tem algo que ninguém gosta, são os atrasos. E se não houver um gerenciamento adequado em relação ao transporte de cargas, eles podem acontecer frequentemente.

Por isso, para evitar esse problema, é essencial realizar um gerenciamento adequado, analisando as rotas, o trânsito e outros possíveis impasses.

Desrespeitar o prazo de entrega, é algo que impacta diretamente na reputação e credibilidade da empresa.

E esses são, atualmente, os principais riscos que envolvem um transporte de cargas. E eles podem custar muito dinheiro ou até mesmo a vida de pessoas – o que, claro, ninguém quer.

Portanto, ter um bom planejamento, bem como um processo de organização e controle, é fundamental para que o transporte de cargas possa ser realizado – e é sobre isso que o gerenciamento de riscos está relacionado.

Pensar na logística, nas rotas, nos custos, nos obstáculos, no trânsito, nos horários, nas adversidades, na parte burocrática… tudo isso precisa ser levado em consideração!

Basicamente, é necessário:

  • Planejar as rotas de entrega;
  • Recrutar as pessoas certas;
  • Contratar bons fornecedores logísticos;
  • Gerenciar a frota de veículos;
  • Contratar um seguro de carga;
  • E contar com tecnologias para gestão de transporte.

E quais são os benefícios de um gerenciamento eficaz?

  • Primeiro, evita viagens mal planejadas;
  • Segundo, gera um maior controle sobre toda a operação;
  • Terceiro, reduz custos e prejuízos;
  • Quarto, controla a manutenção da frota;
  • Quinto, reduz as ocorrências de avarias na carga e/ou sinistros;
  • Sexto, minimiza prejuízos decorrentes de atrasos;
  • Sétimo, diminui o volume de multas;
  • Oitavo, ameniza as falhas na entrega;
  • E nono, melhora os resultados e a credibilidade da empresa!

E então, vale a pena ou não fazer o gerenciamento de riscos? Vale muito, não é verdade? Portanto, sempre o inclua em suas operações de transporte de cargas!