Como escolher o melhor serviço de streaming?

Já ficou evidente para qualquer pessoa que os serviços de streaming tiveram uma expansão considerável. Acumulando 15% em market share, com cada marca somando ao todo sete pontos no ibope, só perdem mesmo para a rede Globo em termos de audiência.

Como todo serviço que cresce, a concorrência é agressiva. Neste caso, o que considerar para chegar apenas a uma – ou mais – em meio a essa variedade? Estamos aqui para ajudar com alguns conselhos, levando em consideração perfis variados.

O critério é a relação Custo X Benefício, é claro, avaliando o que cada uma oferece para que seu investimento valha a pena.

O que significa “streaming”?

Internautas que navegam pela rede há mais de uma década lembram bem a dificuldade envolvida no consumo de conteúdo online. Principalmente no que se refere a filmes, mas o cenário hoje é bem melhor.

Filmes ou séries estão agora à mão, através de aplicativos com interfaces intuitivas. Basta abrir e clicar no Play.

Isso é possível por conta de serviços de streaming, um terreno desbravado pela Netflix e Amazon Prime. Essas duas marcas mostraram ao mundo a viabilidade de transmissão de conteúdo audiovisual online, independente do dispositivo.

O melhor de tudo é que nada precisa ser baixado, contando apenas com a transmissão de dados na hora.

Quem utiliza esses serviços?

O estouro e a popularidade desse tipo de serviço abriu uma nova oportunidade para outro setor. No caso, as empresas de TV por assinatura entraram na onda, criando alternativas para transmitir seu conteúdo também online, permitindo acessar além da TV.

Os pacotes de TV por assinatura, normalmente, já garantem aos assinantes o acesso e login a aplicativos especiais, aumentando o conforto dos clientes.

Ainda assim, não existe qualquer necessidade de assinar qualquer plano de TV paga para usufruir de um serviço de streaming. Aliás, com isso, os valores gastos mensalmente já caem bastante.

O que levar em conta para escolher?

A facilidade de assinar um streaming qualquer é impressionante. Por isso mesmo, é bom refletir antes de fechar com qualquer marca.

Cuidado com os preços atrativos, pois, além deles, é preciso examinar com cuidado outros pormenores do serviço a contratar.

Valor

Talvez seja redundante, mas é preciso sempre lembrar. O valor é factível para seu orçamento mensal? Sim, são normalmente mensalidades baixas, mas o impulso de assinar mais de um serviço pode ser uma armadilha.

Avalie o custo anual do serviço. Uma mensalidade de R$ 15,00 abocanha R$ 180,00 da sua renda anual.

Conteúdo

Se não é o primeiro item de avaliação, só pode ser o segundo. Veja o que ele oferece, além dos inevitáveis conteúdos originais produzidos com a marca.

Não faltam marcas segmentadas em apenas um nicho de consumidores. Existem plataformas dedicadas somente a animações japonesas, por exemplo. Encontre aquele que você achar que atende mais ao seu perfil de espectador, com mais coisas do seu agrado.

Quantos dispositivos logados ao mesmo tempo?

Os anteriores são os mais importantes, mas também é preciso saber quantos dispositivos podem ser logados simultaneamente. Se essa quantidade foi conveniente para você, é mais um ponto positivo.

Fique de olho também nos benefícios. Parcerias e descontos em outras marcas são sempre um bom negócio, já que permitem que você economize em compras diferentes. 

Tem tempo para usufruir?

Ninguém quer pagar pelo que não usa, certo? Por isso, pense em quais períodos da sua semana você poderá assistir a qualquer coisa.

A conclusão pode não ser agradável, mas talvez você descubra isso antes de evitar uam despesa inútil.

Aproveite os períodos de teste oferecidos pelos serviços, normalmente um mês grátis. Confira os conteúdos e compare, descobrindo neste processo qual tem mais a sua cara.

Maiores marcas de streaming

Confira a seguir um exame de cada serviço hoje disponível em nosso mercado, para encontrar seus pontos fortes e fracos.

Netflix

O nome mais famoso no segmento, em todo mundo, iniciou no mercado de entretenimento como locadora. Hoje, seu cardápio de conteúdo tem milhares de itens, com um mar de opções.

Vantagens: O plano mais simples permite dois dispositivos simultâneos. O plano Premium libera até quatro.

Conteúdo: Já segmentou-se em conteúdo original. Grandes sucessos como as séries “Cobra Kai” e “Stranger Things”, de apelo mais juvenil e popular, ficam lado a lado com longas ambiciosos como “Roma” e” O Irlandês”.

Valor: Oferece três opções de planos. Básico a partir de R$ 21,90 até o Premium. Na segunda opção, sai a partir de R$ 45,90 a mensalidade.

Atrativo, mas é preciso lembrar que não é um catálogo que contemple grandes clássicos do cinema. Avalie esse ponto antes de assinar.

Amazon Prime

O Prime chegou ao Brasil em 2016. Começou oferecendo apenas conteúdo de filmes e séries no streaming,  mas aumentou seus benefícios depois.

Vantagens: Muitos filmes e séries por um preço baixo já valeriam o investimento, mas clientes Amazon Prime também não pagam frete em suas compras online. Acesso ao Prime Music, concorrente do Spotify. Acesso ao Prime Reading, com centenas de livros e revistas em formato digital sem custo extra. Quem gosta de videogame pode usar também o Prime Gaming, repleto de jogos grátis.

Conteúdo: O Prime Video também investiu nas produções originais com sucesso. Séries como “The Boys” fazem barulho nas redes sociais. O filme “O Som dos Silêncio” venceu um Oscar, trazendo prestígio à marca. Fora isso, vários clássicos e pérolas está presentes no catálogo.

Valor: Mensalidade de R$ 9,90.

As vantagens são evidentes, mas existem reclamações. A interface precisa de melhorias, pois dificulta a busca por conteúdo e falta cuidado na padronização de legendas e nomes de séries e filmes nas thumbs. 

HBO Max

Streaming de uma das maiores marcas do entretenimento mundial, a HBO Max chegou para substituir o serviço deficiente do HBO Go.Uma evolução, sem sombra de dúvida.

Vantagens: As maiores séries das últimas duas décadas estão presentes no catálogo. “Família Soprano”, “Game of Thrones” e muito mais, além de grandes longas metragens e blockbusters do cinema chegando pouco tempo depois das telonas.

Valor: É possível fechar um plano anual que diminui a mensalidade, a partir de R$ 14,16.

Um grande catálogo por um valor não muito elevado. HBO Max tem mostrado sua força em pouco tempo de atividade.

Telecine Play

Desdobramento dos canais Telecine, que já são referência para os cinéfilos assinantes de TV paga. Normalmente, os clientes desses planos com canais Telecine já têm acesso ao streaming, mas ele também pode ser contratado em separado.

Vantagens: Perfeito para quem aprecia filmes de todos os tipos. O foco é no público cinéfilo de verdade.

Conteúdo: Quase dois mil filmes à disposição, entre filmes cultuados, comerciais ou menos conhecidos. 

Valor: Assinantes de TV por assinatura tem o acesso sem custo extra. Para contratação avulsa, sai por R$ 37,90 a mensalidade.

Os contras deste serviço são dois. Não há séries no catálogo e a reclamação comum de  instabilidade no app.

Globoplay

O domínio da TV aberta não foi o bastante e a Globo também busca se firmar no mundo do streaming, aumentando seu alcance consideravelmente.

Vantagens: O acervo da Globo está presente no serviço. Para quem gosta de novelas, é uma grande oportunidade. Programas ao vivo também estão disponíveis, com conteúdo dos canais pagos do grupo.

Conteúdo: Fora a programação exclusiva da Globo, filmes e séries variados complementam o catálogo. “Deadly Class” e “The Handmaid’s Tale”, entre várias outras, fazem a alegria dos fãs.

Valor: No plano anual, assinantes pagam R$ 19,90 por mês. Caso optem pelo plano mensal, a partir de R$ 22,90. 

O app ainda precisa melhorar, pois o carregamento na TV ainda demora muito, além da interface incômoda para navegação.

Apple TV+

Como todo mundo quer uma fatia do mercado, a Apple também entrou na dança. Também há pouco no Brasil, mas com um investimento já significativo e produções originais.

Vantagens: Assinatura grátis por um ano para clientes que comprarem outros produtos Apple. Consulte os itens inclusos na promoção.

Conteúdo: Produções próprias ainda dominam o catálogo. A elogiada “The Morning Show”, por exemplo, e “Em defesa de Jacob”, entre várias outras.

Valor: A mensalidade é atrativa, a partir de R$ 9,90.

Como ponto negativo, ainda tem pouca variedade, mas a tendência é de crescimento em pouco tempo.

Qual o melhor?

Se você já assina ou pensa em assinar TV paga, pode aproveitar o Telecine Play e HBO Max, oferecidos em alguns planos especiais. 

Outros canais especiais, até mesmo de esportes, liberam streaming para seus assinantes, então é bom atentar a essas vantagens.

Em termos de custo X benefício, não podemos deixar de notar a vantagem da Amazon Prime, com seus conteúdos extras e frete grátis. Porém, comparando o catálogo e o preço, o HBO Max avulso também é um ótimo negócio.

Tenha sempre em mente a sua rotina e como aproveitar esses serviços se encaixa em seu dia-a-dia. Além disso, não esqueça de avaliar o impacto de uma despesa fixa a mais.

Como escolher o melhor serviço de streaming