Melhores técnicas para personalização de camisetas em casa

Conheça aqui neste artigo, quais as melhores técnicas para personalização de camisetas em casa.

A customização de t-shirts (como para outros tipos de peças de vestuário), é algo que pode ser feito de diferentes formas, visto que existem diferentes técnicas, as quais variam de acordo com o custo, benefício, qualidade do resultado nos materiais, tempo de confecção, entre outros fatores.

Melhores técnicas para personalização de camisetas em casa

Para quem está iniciando no negócio de camisetas personalizadas e deseja arriscar aprender técnicas de personalização em casa, esse artigo é completamente útil, pois aqui mencionais quais os métodos podem ser utilizados para praticar em casa.

Além disso, você pode optar pela realização de alguns cursos online, mesmo que não consiga fazer o melhor curso de serigrafia do Brasil neste momento, por exemplo, há plataformas que podem ajudá-lo com cursos gratuitos para ingressar no mercado.

 

Técnicas de personalização de camiseta para fazer em casa

Vamos lá? Conheça as principais técnicas de personalização de camisetas para fazer em casa:

 

1. Bordados

O bordado é uma das técnicas mais conhecidas e antigas do mundo da moda, por isso não é necessário entrar em detalhes muito técnicos. É provavelmente o sistema de personalização mais adequado para dar uma imagem séria e profissional às roupas.

Portanto, são especialmente adequados para certas roupas de trabalho, uniformes, roupas elegantes em que logos ficam a mostram, de material corporativo, merchandisings vendas em lojas, etc. Não é tão conveniente usá-lo em roupas esportivas, pois existem tecidos muito delicados que podem ser danificados e também uma roupa bordada pode esfregar na pele e causar alguma irritação.

Além disso, a parte do ponto pode ser desde um texto ou logotipo personalizado e costurado em cada peça individualmente, até uma parte externa feita em outro processo e efeito de costura. Este trabalho é o mais lento, detalhado e complexo de todos, mas pode ser uma boa forma de praticar e oferecer um item com detalhes e de qualidade para o cliente.

 

2. SILKSCREEN ou serigrafia

Continuando com as técnicas de customização de camisetas e roupas em geral, é a vez da serigrafia, uma das mais antigas conhecidas. Consiste em transferir uma tinta através de uma malha esticada em uma moldura, sendo bloqueada nas áreas onde fica a tela com a qual você deseja personalizar cada peça.

A serigrafia, portanto, é um método de impressão que permite que o jogo de uma mesma imagem, sem perder sua qualidade apesar do número de repetições do padrão.

Essa é uma técnica ideal para encomendas em que muitas peças são necessárias, já que uma das tarefas mais caras nesse processo é fazer a tela para personalizar, mas uma vez feita pode ser usada em centenas de peças.

Nesse caso o preço de personalizações será bastante reduzido, além disso, a técnica se adapta perfeitamente a vários tipos de tecidos.

 

3. Sublimação

A sublimação é um processo natural pelo qual uma substância passa do estado sólido ao gasoso sem passar pelo líquido. Uma vez explicado isso, e entrando no assunto que nos interessa aqui, a sublimação é uma técnica usada para marcar objetos por transferência de tinta para o objeto indicado, graças à aplicação de calor.

A sublimação tem a seu favor o fato de que pode transferir imagens e desenhos de alta qualidade em uma infinidade de cores, e que os resultados finais também resistem muito bem ao passar do tempo, já que a tinta se integra perfeitamente ao tecido.

É claro que devem conter no mínimo 75% de poliéster, pois não é possível sublimar em algodão (no caso de objetos de personalização, devem ter um verniz poliéster especial). Por outro lado, os melhores resultados tendem a ser em roupas brancas.

Devido aos seus benefícios, a sublimação é a técnica mais escolhida para personalizar roupas técnicas esportivas, embora também seja verdade que aos poucos está sendo mais utilizada em roupas informais, já que foi possível fazer combinações de poliéster que simulam o algodão.

                                     Sublimação

4. Transfer

A transferência é uma técnica decorativa que consiste em transferir as imagens captadas em um papel para outra superfície. Seu processo é muito semelhante ao da serigrafia, exceto que, em vez de capturar a tinta diretamente em uma roupa, primeiro é impressa em um papel e, em seguida, o conteúdo é transferido para a roupa.

Um exemplo prático disso poderia ser a reposição de que uma loja precisa para um modelo de camiseta de merchandising. Talvez a cada mês precise de uma quantia fixa, em termos do número de camisas que precisam ser trocadas, mas pode ser que os tamanhos variem muito.

Graças ao repasse, esta loja pode solicitar a substituição de tamanhos mais variados, ou tamanhos específicos que têm muito pouco giro, sem ter que recorrer a grandes encomendas para rentabilizá-los. Como a impressão não expira ou não fica danificada, não importa que os pedidos sejam feitos esporadicamente e escalonados, pois sua qualidade não será perdida.

 

5. Vinil

O vinil é um material plástico que adere ao tecido graças à aplicação de calor. No mundo da impressão têxtil, podemos distinguir essencialmente dois tipos diferentes de vinil: corte e impressão. A técnica de personalização através do vinil é muito utilizada para pedidos de pequenas quantidades. É possivelmente a técnica que mais resiste ao passar do tempo, e para pedidos específicos é geralmente a opção mais barata de todas.

Caso queira ver mais materiais como esta, você poderá ver outras aulas e cursos sobre o assunto.