Vantagens e desvantagens dos lavadores tipo Venturi

Existem vários tipos de lavadores de gases que são usados de forma comum na indústria para determinadas finalidades, e cada um deles age de uma forma especializada ou traz um benefício maior em alguns aspectos, portanto, é interessante compreender o que eles podem fornecer e quais são os melhores para determinadas situações.

Portanto, os lavadores de gases podem ser encontrados em modelos compactos, que apesar do nome que levam podem ser utilizados para várias finalidades, tanto em indústrias, metalúrgicas como também poderão ser adotados em laboratórios e cozinhas. Além de serem comumente usados também para o tratamento de odores.

Em geral, a indústria e outros setores sempre busca por métodos e práticas que possam gerar uma diminuição quanto os agentes poluentes, mas nem sempre isso acaba sendo possível, sendo por questões econômicas como outros pontos. E assim, há a opção de tratar os poluentes para amenizar a situação.

Portanto, os principais equipamentos que podem ser usados para conquistar estes objetivos são: separadores inerciais, precipitadores eletrostáticos, filtros de mangas, lavadores úmidos e lavadores secos. Quanto aos úmidos, um tipo específico a ser mencionado são os do tipo Venturi.

Como funcionam os lavadores úmidos do tipo Venturi?

Os lavadores úmidos recebem este nome pelo fato de que fazem uso de processos que visam uma absorção através de um líquido específico usado com a finalidade de separar os poluentes contidos nos gases, para que posteriormente estes sejam liberados sem que contem com agentes tóxicos que serão prejudiciais para a saúde e meio ambiente.

A absorção promovida por estes equipamentos vem de um contato do líquido em questão com os gases, fazendo com que as partículas destes se dissolvam no líquido para que possam ser tratados. Um fator positivo desta prática é a vantagem que o líquido usado oferece, pois há uma solubilidade muito grande dos gases neste meio.

Assim, as partículas contidas nestas fases que estão suspensas entram em contato com este líquido da lavagem amenizando o impacto. A taxa e a extensão da absorção realizada neste procedimento em questão é acompanhada por uma reação química em geral.

Sendo assim, existem vários tipos de lavadores que contam com este tipo de ação. Mas vale mencionar os do tipo Venturi, que realizam este procedimento de uma forma muito eficiente, fornecendo diversas vantagens.

Vantagens e desvantagens dos lavadores de gases

Como parte das vantagens dos lavadores de gases desta natureza, como o do tipo Venturi, vale mencionar que estes não geram fonte secundária de pó, possuem um custo mais baixo, oferecem uma coleta de gases e material, não é necessário um espaço muito grandioso, realizam a remoção do material particulado de forma muito eficiente e oferece a possibilidade de trabalhar com correntes gasosas de altas temperaturas.

Já quanto às desvantagens, é importante destacar que há uma geração de resíduos úmidos, problemas de corrosão acabam sendo mais presentes, consumo de energia alto, acúmulo de sólidos na interface úmida, custo de operação, consumo de água e outros.

Vantagens e desvantagens dos lavadores tipo Venturi