Portaria virtual para condomínios: como funciona e suas vantagens

Em termos de funcionamento, as portarias virtuais são conectadas a uma central. Neste local, um funcionário de uma empresa terceirizada fica responsável por monitorar entradas e saídas do espaço em questão.

No que se refere ao acesso dos moradores do prédio, é interessante destacar que ele é feito através de um sistema de identificação, que pode usar diversos recursos diferentes. Entre estes recursos é possível destacar as tags e os sistemas de biometria. Assim, um deles vai reconhecer a identidade do morador e permitir que ele entre no prédio.

Quando se fala sobre os visitantes, é interessante destacar que a liberação da sua entrada acontece através da comunicação entre o agente da central e o morador do prédio. Uma vez que o morador reconhece a identidade do visitante, a sua entrada é liberada no condomínio.

Devido ao seu funcionamento remoto, muitas pessoas questionam a segurança deste tipo de sistema. Assim, este e outros aspectos a respeito das portarias virtuais serão esclarecidos ao longo do artigo. Se você deseja saber mais sobre isso, basta continuar a leitura.

A portaria virtual é realmente segura?

O questionamento sobre a segurança da portaria virtual é extremamente comum. Então, de saída, vale destacar que a resposta para essa pergunta é positiva. Trata-se de um sistema totalmente seguro, bem como eficaz. Desse modo, ele é capaz de evitar alguns erros que acabam acontecendo quando o condomínio usa um porteiro presencial.

Entretanto, antes que um determinado prédio opte por contratar este serviço, ele precisa verificar uma série de questões, especialmente os prós e os contras de usar a portaria virtual. Além disso, é preciso aprofundar o seu atendimento para  garantir que essa solução está adequada, visto que ela não pode ser usada por todos os tipos de condomínio.

Um ponto negativo que precisa ser destacado é o fato de que como a portaria remota funciona por meio da internet, as lentidões e falhas de comunicação dos equipamentos eletrônicos podem gerar alguns entraves, o que acaba por criar brechas de proteção e abrir espaço para tentativas de invasão.

Quais são as principais vantagens de usar um sistema de portaria remota?

Sem dúvidas, a principal vantagem que deve ser destacada sobre a instalação de um serviço de portaria remota é a economia. Uma vez que se usa uma empresa terceirizada para este tipo de serviço, elimina-se a necessidade de que o prédio lide com os encargos trabalhistas necessários para a contratação de um porteiro.

Além disso, como a segurança deixa de ser uma responsabilidade do condomínio, o síndico também não precisa mais se preocupar com estas tarefas e pode se dedicar a outros aspectos da administração, que tragam impactos positivos práticos para a vida dos condôminos.

Entre os demais benefícios da portaria virtual é possível citar:

  •  Funcionamento 24 horas;
  • Evitar conflitos de relacionamentos e desvios de função de funcionários;
  •  Maior segurança devido à instalação de câmeras no prédio.

Quais são os equipamentos necessários para a instalação de uma portaria virtual?

São necessários diversos equipamentos para a instalação de uma portaria virtual que funcione de maneira eficiente. Assim, eles foram listados a seguir:

  • Sistemas de biometria;
  • Sistemas de abertura e fechamento;
  • Sistemas de internet/telefonia com redundância;
  •  Câmeras;
  • Sistema de nobreak;
  • Cerca elétrica;
  • Botão de pânico;
  • Backup das imagens.

Para concluir

Neste breve artigo nos preocupamos em trazer algumas informações básicas para que você possa ter uma noção melhor de realmente vale a pena implantar uma portaria remota no seu condomínio.

Finalizamos por aqui. Espero que o artigo tenha ajudado a esclarecer algumas de suas dúvidas. Caso queira acrescentar algo, não deixe de enviar mensagem para nós.

Portaria virtual para condomínios como funciona