9 características de um galpão logístico ideal

O galpão logístico vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios, visto que oferece diversas vantagens ao dia a dia da organização. Utilizado para armazenamento de estoque, é aqui que ficam os produtos que serão entregues para os clientes após uma compra on-line e também para a reposição de lojas físicas. Justamente por isso, é importante que o espaço seja adequado para as atividades que serão desempenhadas por ali, promovendo maior agilidade, segurança e facilidade.

Sendo assim, escolher o galpão logístico ideal exige certos cuidados e atenção. Então, pensando em te ajudar, no post de hoje vamos falar as 9 características de um galpão logístico ideal.

1. Pé-direito alto

O pé-direito nada mais é do que a distância entre o pavimento inferior (o piso) e o teto. Portanto, com um pé-direito alto, o galpão logístico terá boa ventilação, garantindo maior bem-estar para os colaboradores e proteção das mercadorias. Inclusive, o recomendado é que ele tenha uma altura de 10 a 15 metros livres, pois assim consegue abrigar as mercadorias empilhadas. Além disso, também possibilita a melhor verticalização do espaço, facilitando ainda mais o dia a dia na empresa.

2. Localização privilegiada

Outro ponto importante é que o galpão logístico precisa ter uma boa localização, ou seja, mais perto dos clientes e de vias importantes. Dessa forma, o tempo de entrega do produto é reduzido, assim como os custos para essa tarefa. Sendo assim, cada empreendedor precisa considerar a localização do galpão analisando os trajetos percorridos pelos caminhões de entrega e a concentração de clientes.

3. Piso resistente

Vale lembrar ainda que o nível de carga envolvido na circulação dentro do espaço exige que o piso seja resistente e suporte as mercadorias armazenadas e movimentadas, sem rachar ou desmoronar. Portanto, o recomendado é que ele tenha capacidade de suportar, pelo menos, 6 toneladas por metro quadrado. Dessa forma, irá suportar não somente a carga distribuída, como também a movimentação de empilhadeiras, de outras máquinas e, claro, das pessoas presentes no local diariamente.

4. Boa ventilação

Ter uma boa ventilação no ambiente irá garantir que o galpão se mantenha arejado, prevenindo mofo, acúmulo de poeira e outros problemas que impactam a integridade das mercadorias e saúde dos colaboradores. Além disso, essa característica ainda ajuda a não deixar o local muito quente, o que é algo comum, visto que abriga grande quantidade de materiais em um só local.

5. Iluminação adequada

Vale lembrar ainda que o galpão industrial precisa ter uma estrutura que promova a iluminação adequada das mercadorias armazenadas e também das atividades realizadas no ambiente. Mas, além de avaliar o projeto de iluminação artificial, também é importante considerar a entrada de luz natural, visto que a luz solar é uma das melhores alternativas tanto para facilitar a visualização, como para economizar com energia solar.

6. Ampla área de pátio

Obviamente, maiores dimensões acomodam maior quantidade de itens, o que permite melhor controle de estoque, além de possibilitar uma circulação otimizada e mais dinâmica. Além disso, a área aproveitável do galpão se relaciona com o número de docas instaladas e o acesso para as carretas. Nesse sentido, a área ideal irá variar de acordo com a demanda do negócio, podendo variar entre 4 mil até algumas dezenas de milhares de metros quadrados.

7. Sistema de combate a incêndio

Um galpão de qualidade também precisa ter um sistema de combate a incêndios, garantindo a proteção dos colaboradores e também dos produtos e maquinários estocados. Inclusive, galpões que possuem vãos livres são obrigados a ter esse tipo de sistema, que engloba o uso de sprinkles, assim como boa sinalização, extintores em lugares estratégicos, entre outros elementos que garantem a segurança de todos.

8. Estacionamento

Os serviços de um galpão logístico não se resumem apenas ao que acontece em seu interior. Por isso, ele também deve contar com um estacionamento adequado, que comporte tanto veículos de pequeno como de grande porte, incluindo rampas de acesso para o piso do depósito. Tenha em mente que se ele não comportar os veículos e a circulação, pode atrapalhar as atividades da empresa e também provocar atrasos.

9. Possibilidade de cross-docking

Por fim, o cross-docking permite um abastecimento facilitado e maior rapidez na expedição de produtos dentro do galpão. Afinal, por meio dele, as mercadorias chegam por um lado e são retiradas pelo outro flanco. Isso reduz significativamente o tempo de circulação dos itens dentro do processo logístico implementado, garantindo maior agilidade, satisfação dos clientes e, claro, lucro para seu negócio.

Então, agora que você sabe quais são as principais características de um bom galpão logístico, já sabe o que precisa analisar quando for alugar o seu. Além disso, ter uma imobiliária especializada ao seu lado irá tornar o processo mais simples, ágil e eficiente, visto que possui maior conhecimento de mercado e sabe o que é importante.

características de um galpão logístico ideal