O que pode causar buraco na retina?

O olho é um dos órgãos mais sensíveis do corpo humano. As agressões aos olhos podem ocorrer tanto por esforço e objetos exteriores quanto por problemas de saúde do indivíduo. Por isso, é muito importante darmos atenção à saúde de nossos olhos, responsáveis pelo sentido da visão e por uma parte considerável de nosso entendimento e interação com o mundo. 

Especificamente hoje, falaremos sobre buraco na retina

A doença

Essa doença, que atinge os olhos, chamada buraco na retina, é uma condição que ocorre no centro da retina. No centro da retina, chamado de mácula, é formado um buraco/lesão, que conforme ocorre seu crescimento há perda gradual da visão. A situação pode levar ainda a perda de nitidez e distorção da visão. Isto porque, o buraco da retina vai consumindo as células visuais que se concentram, em grande parte, na mácula.

Não há um perfil de pessoas propensas a desenvolverem o buraco na retina. Qualquer pessoa pode sofrer dessa doença quando o vítreo, uma espécie de gel que preenche o globo ocular, se solta da retina. Quando isso ocorre, há a possibilidade de haver uma lesão, entre elas, o buraco na retina

As causas e sintomas

Embora não haja uma causa específica conhecida pela medicina em nossos dias, há alguns fatores de risco que podem levar ao buraco na retina. Os principais são:

  • Doenças oftalmológicas;
  • Traumas e lesões oculares;
  • Pancadas nos olhos;
  • Inflamações;
  • Idade.

Já os sintomas do buraco na retina vão se agravando conforme o crescimento do buraco. Nem sempre são os dois olhos a sofrerem da doença, é mais comum que isso ocorra em um único olho. Outra especificidade é que, em alguns casos, nas fases iniciais da doença, não há manifestação de sintomas. 

Quando os sintomas se manifestam, os principais são:

  • Perda da nitidez da visão;
  • Distorção da visão de imagens;
  • Dificuldades para ver (principalmente em atividades como leitura, costura e dirigir).

Diagnóstico

Assim como é muito importante a consulta regular a um médico, é preciso, ao menor sinal de dificuldade com a visão, buscar a ajuda de um profissional. Neste caso, é preciso consultar um oftalmologista para avaliação e mapeamento das vistas. Além disso, é solicitado exames laboratoriais e de imagem para se chegar a um diagnóstico preciso. 

Tratamento

A boa notícia é que há tratamentos para o buraco na retina. O principal tratamento dessa doença é a vitrectomia, feita por um médico-cirurgião oftalmologista. Neste procedimento é retirado o vítreo, que está desprendido, formando o buraco na retina. Em seguida, uma espécie de gás é introduzido no olho, tanto para diminuir a pressão que causa o crescimento do buraco na retina, quanto para ajudar a cicatrizar.

A recuperação é feita em casa, com repouso e colírio. O próprio corpo absorve o gás introduzido nos olhos, dispensando assim a necessidade de outras intervenções médicas. O tempo para que se recupere a visão é de 2 semanas a 6 meses, a depender da gravidade de cada caso e do organismo de cada um.  
Mas nem sempre há, de fato, necessidade de realizar uma cirurgia para a contenção do buraco na retina. A depender da intensidade dos sintomas, pode ser recomendado somente ficar em observação por um tempo, a fim de avaliar o comportamento do olho. Isto porque pode ser somente um pseudo buraco na retina, sendo, para tratá-lo, dispensável a cirurgia.

O que pode causar buraco na retina