Educação: 6 cidades com os melhores índices educacionais para morar

É fato que educação de qualidade é fundamental para garantir o conhecimento, boas oportunidades e formação ética ao longo da vida de um ser humano, assim como o bem-estar é essencial durante o período escolar. Por mais que muitos optem pelo ensino privado, ainda assim, boa parte da população brasileira não tem acesso a essa alternativa, sendo necessário seguir pela educação pública. No entanto, é fato que algumas cidades investem mais nesta área do que outras e principalmente se você está pensando em se mudar, é importante levar esse fator em consideração. Então, pensando nisso, para te ajudar, no post de hoje vamos falar quais são as 6 cidades com melhores índices em educação para morar.

1. Balneário Camboriú, Santa Catarina

Localizada no litoral norte catarinense, Balneário Camboriú tem apenas 44 km quadrados e o pequeno território é proporcionalmente inverso ao seu desenvolvimento. Referência na construção de arranha-céus, o município atrai cada vez mais pessoas que buscam uma imobiliária em Balneário Camboriú a fim de encontrar imóveis disponíveis para aluguel anual ou venda. Isso porque, além de 93% das crianças entre 5 e 6 anos estarem na escola, o que representa um excelente índice, a cidade investe constantemente em melhorias para o bem-estar e qualidade de vida da população. São diversas opções de lazer, serviços públicos de qualidade, segurança, educação em diferentes níveis, além de infraestrutura excelente. Portanto, Balneário Camboriú é a cidade ideal para quem busca opções de qualidade tanto para as crianças quanto para morar, com excelentes apartamentos e imóveis.

2. São Caetano do Sul, São Paulo

A cidade está localizada no ABC Paulista e conta com o maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país, com 0,862. Ainda que tenha 15 km quadrados e pouco mais de 160 mil habitantes, o município se parece com uma verdadeira metrópole, recheada de prédios e bastante movimentada. Quando falamos em educação, São Caetano do Sul não deixa a desejar e já conquistou diversos prêmios brasileiros. Inclusive, de acordo com o Connected Smart Cities, estudo realizado pela Urban Systems, a cidade ficou em 4º lugar em saúde e economia em todo o Brasil.

3. Vitória, Espírito Santo

A capital capixaba já foi eleita como a melhor cidade da região Sudeste para morar e isso não é à toa. Além de praias incríveis, o município guarda muitas riquezas históricas, culturais e arquitetônicas, sendo uma ótima opção para conhecer um pouco mais sobre nosso país. Mas, além disso, 97,9% das crianças entre 5 e 6 anos estão na escola, uma porcentagem considerada bem alta para o nível brasileiro. Com seu PIB (Produto Interno Bruto) sendo considerado o maior do Brasil, no município você também irá encontrar boas oportunidades de trabalho e negócios.

4. Araraquara, São Paulo

Araraquara é conhecida por ter um dos maiores índices de educação de todo o país de 0,915, sendo que a média nacional é de 0,849. Inclusive, ainda no setor de educação, são destaques a Universidade de Araraquara e o Instituto Federal de São Paulo. O grau de escolaridade do município é de 98,7%, com índice de 0,782 em educação. Além disso, o IDH é de 0,815, sendo uma excelente cidade para estudar e ter boa qualidade de vida.

5. Florianópolis, Santa Catarina

Com mais de meio milhão de habitantes, a capital catarinense é uma das melhores cidades brasileiras para se morar, com IDH de 0,847. Quando falamos em educação, mais de 70% dos jovens entre 15 e 17 anos completaram o ensino fundamental, além de possuir excelentes universidades. As praias de Floripa também são incríveis, sendo excelentes opções de lazer para crianças, jovens e adultos. Outro ponto de destaque é que além do turismo, Florianópolis tem forte presença no setor de tecnologia da informação, sendo considerada o Vale do Silício da América Latina e um dos melhores lugares do Brasil para quem deseja empreender.

6. Curitiba, Paraná

Outra capital presente em nossa lista, Curitiba é a capital com menor índice de analfabetismo de todo o Brasil, possuindo grau de escolarização de 97,6% de acordo com os dados do IBGE. Com quase 2 milhões de habitantes, seu IDH é de 0,823, oferecendo mais de 60 metros quadrados de área verde para cada habitante, acarretando no apelido de capital ecológica brasileira. Como consequência, os debates sobre sustentabilidade são constantes, tornando a população consciente sobre suas ações e sendo extremamente difícil encontrar qualquer tipo de sujeira pelas ruas. Além disso, a cidade foi parcialmente planejada, seguindo modelos de construções modernas, com ruas mais largas e transporte coletivo eficiente, que inclusive já foi exemplo para diversos lugares fora do país.

Então, agora que você conhece algumas das melhores cidades em educação para morar, já pode escolher aquela que mais se identifica. Lembre-se que, ainda que a educação seja fundamental, também é importante analisar outros fatores, como qualidade de vida e segurança do município para garantir a escolha ideal.

Educação 6 cidades com os melhores índices educacionais para morar