De quem é a responsabilidade na entrega com embalagens avariadas?

Neste texto esclareceremos de quem é a responsabilidade na entrega com embalagens avariadas. Quando se faz uma compra ou quando se vende um produto, um dos maiores medos, seja do vendedor ou do consumidor, é que o produto chegue a seu destino com algum problema.

E é claro que existem diversos tipos de problemas que podem acontecer com um produto, como o objeto vir com defeito que pode ser algo de fábrica, ou mesmo algo que aconteceu na mão da pessoa que estava separando o produto.

Porém o caso mais clássico de todos é o produto sofrer um problema durante o transporte, chegando no destino do consumidor com sua embalagem avariada.

Infelizmente isso é mais comum do que parece, e nem todos sabem exatamente como reagir frente a uma situação dessas, mas com as compras e vendas online crescendo a cada dia, é importante que as pessoas saibam o que fazer nesses casos, saibam quem é o responsável pela situação e como isso pode ser resolvido.

Continue a leitura e descubra de quem é a responsabilidade na entrega com embalagens avariadas!

A responsabilidade é de quem?

A primeira e mais confiável ação que um consumidor pode fazer quando perceber que recebeu um produto com a embalagem avariada é checar o código de defesa do consumidor.

O Código de defesa do consumidor possui todas as informações que um cliente precisa saber na hora de saber se ele está com a razão em uma situação que envolve uma compra, portanto qualquer problema que você tenha na sua compra, consulte ele através do site oficial do Planalto.

Ele inclusive fala especificamente sobre o caso da sua embalagem vir avariada, afirmando que caso isso venha a acontecer, o cliente tem até 7 dias para poder trocar seu produto.

Como o cliente precisa proceder?

Algumas pessoas podem ficar receosas na hora de lidar com esse tipo de situação, além de ser super estressante, pois esperam dias para que seu produto chegue e ele então chega com uma avaria aparente.

Isso faz com que algumas pessoas não corram atrás de seus direitos, sentindo que vai ser mais caro e complicado do que lidar com o possível problema que o produto pode ter graças a avaria da embalagem.

Porém isso não é inteiramente verdade, e tudo pode ser resolvido de forma rápida. A primeira coisa que você precisa ter em mente é, como já dissemos, você tem 7 dias úteis para devolver o produto e desista da sua compra, isso independente dele estar avariado ou não.

Mesmo se o produto estiver intacto, mas você não confiar e você quiser devolver, você pode, contanto que você faça isso dentro do prazo já dito.

A segunda coisa é que isso, por lei, não pode te custar dinheiro algum. O vendedor é obrigado a fazer o reembolso integral do valor do produto que você comprou. Se o vendedor disser que ele só pode devolver metade ou uma parte do valor, consulte imediatamente o código de defesa do consumidor e se necessário procure seus direitos nos órgãos competentes.

Outra coisa importante de saber é que a devolução do produto não tem custo. Você pode ir nos correios e devolver o produto gratuitamente, tendo apenas que embalar o produto corretamente de novo.

E o lojista?

É preciso lembrar que existem dois lados da mesma moeda nessa história. O lojista também tem que saber como lidar nesse tipo de situação.

Leia também: Crime de abandono de incapaz

Como dissemos, ele tem que aceitar a desistência da compra durante os primeiros 7 dias úteis, com reembolso total e troca o produto do cliente caso ele venha com defeito além da avaria da embalagem.

Mas a boa notícia é que o lojista também pode fazer algo a respeito.O lojista pode pedir a indenização do produto enviado aos correios, fazendo assim, com que ele também não saia totalmente no prejuízo com ocorrido.

Mas atenção, isso só é possível se na hora de fazer a postagem do produto, o vendedor informar aos correios o valor mercantil do produto, isto é, deixar claro que é um produto que está sendo vendido.

O que fazer para evitar esse tipo de situação?


Claro que melhor do que apenas saber lidar com a situação, é importante que ela também seja evitada ao máximo, e existem meios para isso.

Claro que o consumidor não pode fazer nada, afinal, ele só comprou o produto e espera que ele chegue, então ele acaba sendo passivo nessa história toda.

No entanto, o lojista pode caprichar na embalagem de seu produto para evitar que problemas aconteçam. A partir do momento que o produto entra no correio, não há nada que possa ser feito, mas antes disso faça com que seu produto esteja o mais protegido possível, com caixas resistentes com fita para embalagem bem forte, e volta por toda ela para impedir que qualquer coisa se solte durante o transporte.

Não economizar na fita para embalagem e todas as outras coisas que fazem sua embalagem ser mais segura pode economizar tempo e dinheiro.

Agora você já sabe de quem é a responsabilidade na entrega com embalagens avariadas, conte isso para outras pessoas, compartilhe este texto.

De quem é a responsabilidade na entrega com embalagens avariadas