Saiba tudo sobre como vender comida pela internet

Já existia uma onda de mudança vindo na forma de vender comida para os restaurantes e lanchonetes do Brasil, com as pessoas cada vez menos interessadas em ir aos estabelecimentos e preferindo consumir seus pratos preferidos dentro de suas casas utilizando a opção do delivery, mas, com a chegada da pandemia, essa praticidade e conveniência ganhou mais força e se espalhou rapidamente. Sendo assim, aproveite essa boa maré e saiba como começar a vender comida pela internet

E como eu começo a vender comida pela internet?

Temos algumas dicas que podem funcionar, por isso, preste atenção aos tópicos a seguir.

1 – Escolha o seu estilo de cozinha

Felizmente, o número de variedades culinárias cresceu bastante e temos opções para todos os gostos. Mas, é preciso se atentar ao detalhe de que os clientes também se tornaram mais exigentes em seus pedidos. Por isso, escolha a opção que parece mais adequada ao seu perfil e use de todo seu processo criativo para se destacar dos demais. 

2 – Faça a lição de casa e pesquise o mercado

Descubra, dentro do seu nicho, quais são as empresas que oferecem o mesmo produto na sua região, quem são os clientes, como os concorrentes trabalham, como se divulgam, o que oferecem e o que o público mais gosta no serviço deles. 

3 – Planeje-se

Tenha noção de quanto você consegue produzir, que regiões pode atender, se vai precisar de funcionários, onde comprar ingredientes de qualidade, como será a sua divulgação e o que vai precisar de equipamentos. 

4 – Seja legalizado

Não importa qual o tamanho do seu negócio, ele precisa ser legalizado para ser seguro para você e para os clientes. Você pode começar como MEI, onde o limite anual para seu faturamento não pode ultrapassar R$ 81.000. 

É só ir ao Portal do Empreendedor, pela internet mesmo, e rapidinho conseguir o seu CNPJ. Depois é a vez da Secretaria da Fazenda. Através dela você vai ficar sabendo das regras e exigências para conseguir emitir suas notas fiscais. 

5 – Monte seu cardápio

Você não precisa criar um mega cardápio cheio de opções, pois seu cliente poderá ficar confuso na hora de escolher e até mesmo a desistir, uma boa dica de produtos que vendem no delivery são as marmitas fitness. Também tenha o cuidado de criar opções que você consiga produzir de forma rápida e eficiente, ninguém gosta de esperar muito para comer. 

Lembre-se de informar em seu cardápio todos os ingredientes que são utilizados naquele alimento, para evitar problemas com alergias e restrições alimentares. Todo cuidado é necessário. 

E, por favor, jamais diga que o prato é maior do que realmente é, isso deixa uma sensação super desagradável no cliente. Ele vai comprar uma vez, reclamar e nunca mais voltar a pedir. Péssimo negócio para você.

Sempre utilize imagens reais do produto e, por isso, tire fotos criativas, bonitas e de qualidade. 

6 – Embalagens importam

O ideal é que você teste diferentes modelos de embalagem e comece a descobrir qual combina mais com o alimento que você está oferecendo. É importante que seja resistente, que mantenha a temperatura, encaixe corretamente para não bagunçar o alimento no caminho e tenha a aparência sempre limpa. 

7 – Escolha por onde vender

É possível fazer isso de três formas: e-commerce, redes sociais ou aplicativos de delivery.

Se você optar pelo e-commerce, vai precisar investir em seu próprio site ou aplicativo, que deverá ser simples e intuitivo. Você vai precisar ter uma verba a mais e também pensar em como vai administrar essa sua plataforma para que esteja sempre atualizada e não saia do ar.

Para as redes sociais, você pode criar um perfil, sua marca e deixar lá o cardápio. E então, é preciso pegar firme no trabalho de divulgação com posts constantes. 

Já com a opção de entrar para os aplicativos de entrega, como o iFood, por exemplo, você adiciona as informações do seu negócio, como horário de funcionamento, imagens dos alimentos que vende, preços e tem a plataforma a sua disposição para suas vendas.

Seja qual for a sua opção escolhida, é preciso ser muito cuidadoso com a questão do seu planejamento para que seu negócio de vender comida pela internet seja um verdadeiro sucesso. Que tal então começar? Esse é um ramo que só cresce, portanto, ofereça algo de qualidade e vai disparar. 

Saiba tudo sobre como vender comida pela internet