Insumos industriais, saiba o que é e porque eles são diferentes de matéria-prima

Os insumos industriais, além da matéria-prima, são muito importantes para a fabricação de bens da indústria . Por isso, são essenciais para o negócio. Assim, muitos deles são confundidos como matérias-primas para o trabalho. Mas saiba que não se trata da mesma coisa

O insumo é todo material usado durante o processo de produção industrial, e que são fundamentais para a realização deste serviço. 

Ou seja, é algo bem diferente da matéria-prima, que é a substância principal usada para a fabricação de um bem. Como a madeira usada para a construção de uma mesa, por exemplo. 

Portanto, entender a diferença em ambos os casos garante que pequenos detalhes não passem batido e assim, a gestão do negócio é organizada. 

Quer saber mais sobre os insumos industriais e a sua importância? Então continue lendo este post que tem essas e outras informações relevantes.

O que são os insumos industriais?

O que são os insumos industriais

O termo insumos industriais surgiu da palavra insumo, derivada do latim insumere, que significa “fazer uso de”. Ou seja, é aquilo que é usado ou introduzido em um processo. No caso da indústria, é a produção.

São exemplos de insumos que fazem parte da produção:

  • equipamentos;
  • máquinas;
  • itens de proteção;
  • horas de trabalho;
  • capital investido, etc.

Apesar de a matéria-prima usada na produção também ser considerada um insumo, este item é além do material inicial. Porque os insumos industriais são os itens usados no processo de transformação da matéria-prima. 

Em diversos setores industriais, os insumos estão presentes. No ramo de farmácia, por exemplo, uma substância química ou complemento que é usada para produzir um medicamento é chamada de insumo farmacêutico. 

E a quantidade de insumos necessários para o produto depende da complexidade de sua fabricação. Um móvel ou um carro precisam de elementos como plástico, aço, vidro, peças eletrônicas, etc. 

Os insumos também estão ligados diretamente ao valor final do produto. Ou seja, quando há muita procura e pouca demanda desses itens, o preço aumentará. Assim como ocorre a diminuição, se houver muita demanda e baixa procura. 

Qual a diferença entre insumos industriais e matéria-prima?

Como explicado no início do artigo, há uma diferença entre os insumos industriais e a matéria-prima, apesar de ambos serem muito importantes na produção. 

Porque as matérias-primas são os materiais, em seu estado original, que mais adiante são usados para formar um produto. Elas podem fazer parte ou serem integradas ao produto. 

Mas a fabricação não envolve somente a matéria-prima, mas também outros elementos importantes para esse desenvolvimento, como:

  • máquinas;
  • equipamentos;
  • fontes de energia;
  • combustível;
  • água;
  • trabalho humano;
  • alimentação,etc. 

Esses são itens que fazem parte do processo de fabricação, mas não estão na composição do produto final. Por isso, não são matérias-primas.

Para ser considerado um insumo, esses itens devem ser usados diretamente na produção de uma mercadoria.  

Por exemplo, materiais de administração de uma fábrica ou produtos de limpeza do ambiente não são considerados como um insumo.

Desafios para a aquisição de insumos industriais

O cenário da economia com a pandemia iniciou o desafio para a aquisição de insumos industriais e matéria-prima, de acordo com Confederação Nacional da Indústria, em levantamento divulgado em abril de 2021.

Segundo os dados da CNI, a dificuldade para adquirir matéria-prima e insumos atingiu 73% das empresas da indústria geral e 72% das companhias de construção no Brasil. Em novembro de 2020, o índice era de 75% e 72%, respectivamente, mantendo os números semelhantes. 

Mas não apenas nas empresas que fabricam, a dificuldade também ocorreu em  indústrias que fazem a importação de insumos. 

O levantamento apontou que 65% das companhias industriais que realizam compras internacionais também lidam com o desafio de adquirir insumos importados. No setor de construção,por exemplo, essa demanda atinge 79%.

Veja abaixo os principais desafios apontados pela indústria.

Aumento no preço

A elevação no preço dos insumos industriais é algo inevitável, e por isso, exige estratégias para lidar com esse problema. Porque existe uma relação com a lei da oferta e da procura.

A chegada da pandemia em nível mundial diminuiu o ritmo de produção, inclusive no Brasil. E, consequentemente, houve a queda nos insumos industriais disponíveis. Com a baixa na demanda e grande procura, aconteceu uma elevação no preço. 

E essa situação é transmitida no preço dos produtos que chegam ao consumidor final. Porque se a indústria paga a mais pelos itens essenciais na produção, o valor dos bens tem alteração. 

Pedidos com demora na entrega 

Mais um desafio gerado na aquisição de insumos industriais é em relação à logística de entrega. Com uma grande demanda de pedidos e menor estrutura de fornecedores, os prazos tiveram atrasos consideráveis. 

E com isso, toda a cadeia de produção é afetada. Pela falta de materiais, a fabricação atrasa e gera falta de mercadorias nas prateleiras, sendo um grande prejuízo também para os consumidores. 

Itens necessários em falta

Essa falta dos insumos industriais  necessários para as atividades de fabricação nas empresas é um reflexo dos desafios enfrentados com a pandemia. 

A ausência de elementos incluindo cabos, equipamentos, itens de proteção, máquinas entre outros, é prejudicial para o andamento da produção. 

No setor de plásticos não foi diferente, pois as empresas lidam com dificuldades para encontrar insumos necessários, como o PVC, por exemplo, tanto no mercado nacional quanto internacional. E como consequência, há a alta nos preços. 

Devido à falta dos insumos, muitas  empresas precisaram suspender o trabalho, com a baixa demanda, o que atingiu diretamente a funcionários e também ao consumidor final, que não encontrou a mercadoria necessária. 

Conclusão

Como pode-se perceber, os insumos industriais são itens necessários para a fabricação de mercadorias, em diversos setores. Incluindo mineração, tratamento de água, tintas e revestimentos, indústria alimentícia e automotiva, cuidados pessoais e domésticos, limpeza e saneamento, metalúrgica e dezenas de outras indústrias. 

Aliados à matéria-prima, os insumos industriais são fundamentais para que a indústria tenha um bom andamento e assim fabrique produtos e serviços que são procurados pelo consumidor. 

Insumos industriais