Por que usar mídia programática?

Quando o assunto é marketing digital, as pessoas sempre têm dúvidas sobre as estratégias. A que mais gera perguntas e parece algo de outro mundo para muitos é a mídia programática.

Isso porque seu funcionamento pode parecer um pouco complicado, cheio de nomes difíceis e termos próprios. Porém, na realidade, entender o que é mídia programática e como ela funciona é muito simples.

Colocá-la em prática, então, é ainda mais fácil – e extremamente vantajoso. Vamos por partes: como surgiu esse modelo de compra de anúncios? Até há alguns anos, o processo de compra de mídia online, como display e vídeo, era totalmente manual.

Sendo assim, para anunciar qualquer coisa na internet, era preciso negociar separadamente com cada site, negociar e fechar o contrato. O que, obviamente, consumia muito tempo e recurso para as empresas.

Tendo esse cenário em vista, assim como a importância dos anúncios na internet conforme a mesma foi evoluindo, todo esse processo de anúncio deveria se tornar mais prático e eficiente.

Foi então que surgiu a mídia programática, uma forma automatizada de comprar espaços publicitários na internet – isto é, totalmente digital, rápida e fácil. Tudo isso por meio de uma plataforma digital.

A ideia foi tão boa e útil que outros diversos setores passaram a usar essas plataformas, como até mesmo o mercado financeiro.

Se antes era preciso uma ligação para os traders para comprar ou vender ações, por exemplo, atualmente esses processos são feitos por um sistema específico, o Home Broker.

Então, a mídia programática é uma forma automatizada de anunciar nos espaços publicitários de canais na internet. Mas, afinal, como tudo isso funciona? O que significa ser um processo automatizado?

Essas e outras informações importantes, nós explicaremos ao longo deste conteúdo para que não restem dúvidas sobre o tema. Inclusive, abordaremos as vantagens da mídia programática, que são muitas.

Acompanhe!

Afinal, o que é mídia programática?

Parece complicado na teoria, contudo, na prática, a mídia programática é mais simples do que parece. Essa estratégia nada mais é que uma forma de comprar e vender anúncios online, assim como Google Ads e Facebook Ads.

São ferramentas que também trouxeram automatização, eficiência e inteligência neste tipo de processo. A mídia programática é uma maneira de comprar mídia feita totalmente online. 

Basicamente, a estratégia conecta publishers e os anunciantes. Ou seja, sites que têm espaços publicitários disponíveis e as empresas que desejam divulgar sua marca para determinado site e público. 

Todo esse processo é feito nas SSP (Supply-Side Platform) que  nada mais são que  plataformas tecnológicas. Nelas, os publishers vendem seu inventário (que tipo de espaço publicitário o site tem disponível) de anúncios e as marcas interessadas podem comprá-lo. 

Esses softwares utilizam algumas ferramentas, para ajudar os anunciantes a configurar suas campanhas, encontrar seu público-alvo, segmentar uma audiência correta para cada campanha e outras possibilidades.

A alma da mídia programática são os leilões, os quais são bastante simples: essas plataformas fazem um leilão em tempo real e o anunciante que oferece o valor mais alto pelo espaço publicitário tem seu anúncio veiculado no site.

Entenda como a mídia programática funciona

Exemplo: há um site X, o qual tem um espaço para anúncios. Este site tem um público jovem, interessado em games.

Então, assim que o usuário clica neste site, a plataforma é acionada, a qual envia um comando de que há espaço disponível para anúncios de empresas que tenham este mesmo público-alvo.

Neste momento, as empresas interessadas fazem os lances do sorteio (o valor é programado anteriormente pelas empresas, como o máximo que pode gastar em cada anúncio).

Quem oferecer o maior lance consegue o espaço publicitário para aparecer para aquele usuário.

Tudo isso acontece em questão de segundos, no tempo de carregamento da página. Por isso que na prática é muito simples e rápido.

Benefícios da mídia programática para os anunciantes. Por que usar essa estratégia?

A mídia programática é uma estratégia extremamente vantajosa para ambos os lados da operação, proporcionando praticidade e segurança tanto para os anunciantes, quanto aos sites que disponibilizam espaços publicitários. 

Basicamente, essa estratégia de anúncios traz as seguintes vantagens: ela é rápida, eficiente e conta com um ótimo custo-benefício, já que o anunciante só paga por cada aparição no site.

Se não for veiculado, não paga nada. Além disso, ela possibilita a segmentação estratégica de público-alvo. Por conta disso, o anúncio só aparecerá para usuários que tenham esse perfil, gostos e interesses relacionados à marca. 

As chances das pessoas clicarem no anúncio é muito mais alta do que se fossem veiculados em sites que abordam temas totalmente diferentes das marcas. Além disso, é possível centralizar toda a operação de campanhas em uma única plataforma. 

E claro, caso a marca precise, ela consegue alterar valores, dados, segmentação a qualquer hora para melhorar o desempenho da ação a qualquer momento, tornando as ações cada vez mais assertivas.

Por que usar a mídia programática? Porque ela é revolucionária, eficiente e proporciona resultados incomparáveis.

Por que usar mídia programática