Como brasileiros abrem empresas nos Estados Unidos da América

Como brasileiros abrem empresas nos Estados Unidos da América

Nos últimos anos, muitas empresas do Brasil estabeleceram sede nos  EUA, ou foram em comunicação com as contrapartes americanas, a fim de obter aconselhamento jurídico.

Como resultado desse aumento no tráfego, tornou-se necessário que as empresas brasileiras criassem um endereço fixo nos EUA para  realizar negócios. 

Isso também levou a um aumento na exigência de profissionais especializados que são capazes de processar e garantir a documentação para cumprir os padrões americanos.

Requisitos legais de como abrir uma empresa nos eua

Os requisitos legais que as empresas devem atender nos EUA são muito específicos. 

Eles variam dependendo da natureza de suas relações comerciais com os clientes, incluindo o volume e a idade dos documentos. 

Alguns documentos exigem que eles sejam certificados, alguns requerem re-certificação a cada poucos anos, e outros exigem que eles sejam arquivados. 

Alguns documentos, como declarações e patentes fiscais, não são arquivados. Essas empresas são obrigadas a apresentar um conjunto completo de documentos anualmente, que inclui declarações bancárias e outros documentos financeiros. 

Esta papelada é acompanhada por uma série de requisitos legais específicos para cada tipo de empresa.

Em qual idioma deve estar a documentação para abrir uma empresa brasileira nos EUA

O sistema legal americano requer que toda a documentação seja certificada, tanto em inglês quanto em português. No passado, a maioria dos documentos só era certificada em inglês.

No entanto, devido a um enorme crescimento  na economia, muitas empresas locais decidiram estabelecer escritórios nos EUA e começaram a aceitar a documentação em Português. 

Como resultado, há muitos documentos disponíveis em ambos os idiomas. Como resultado da enorme demanda pela documentação brasileira, algumas empresas de advocacia americanas começaram a aceitar documentos do Brasil.

Os documentos devem cumprir as leis dos EUA, incluindo todos os regulamentos federais, estaduais e locais. Existem algumas exceções a esse requisito, incluindo para o e-commerce.

Além disso, a documentação também deve aderir aos requisitos delineados pela legislação brasileira de valores mobiliários. Como resultado, muitas empresas de advocacia dos EUA estão começando a concentrar seus recursos em assistir empresas no Brasil que abre as operações nos EUA.

Como preparar os documentos para abrir uma empresa americana

Ao preparar um documento para uma empresa americana, é importante entender o que exatamente deve ser incluído. Também é muito importante seguir o formato correto. 

Os documentos geralmente variam de quatro a oito páginas, com página de título, resumo executivo, descrição da empresa, declaração de missão e lista de associados. Dependendo das leis da jurisdição específica, seções adicionais podem precisar ser arquivadas. 

Essas seções adicionais devem ser arquivadas no diretório jurídico apropriado.

Os documentos podem incluir declarações bancárias, licenças de negócios, contratos de negócios e contratos de terra. 

No entanto, esses documentos raramente são usados no Brasil. Eles são frequentemente mais detalhados do que as formas exigidas pelas empresas de advocacia brasileiras. Por isso, eles são mais úteis para os americanos, e eles tendem a custar menos do que os equivalentes brasileiros.

Documentos necessários quando a empresa já estiver em atividade

Uma vez que uma empresa inicie a operação, será muito importante que todos os seus documentos cumpram suas leis locais de valores mobiliários. Este pode ser o começo dos problemas para uma empresa americana.

Um advogado será necessário para ajudar as empresas americanas a obter e manter a documentação adequada. Este tipo de advogado também deve estar familiarizado com a versão brasileira da Comissão de Valores Mobiliários (SEMC). 

Os brasileiros tendem a considerar empresas estrangeiras com um grande respeito, e por isso pode levar algum tempo para estabelecer um relacionamento de trabalho com as autoridades americanas de valores mobiliários.

Por que os brasileiros abrem empresas nos EUA?

Devido às dificuldades burocráticas, impostos  e taxas tributárias no Brasil muitos brasileiros optam por abrir sua empresa fora do Brasil.

Podendo tirar vantagens de, por exemplo, o saque aniversário empréstimo que tem no Brasil e investir esse dinheiro nos negócios dentro dos EUA.

Brasileiros abrem empresas fora do país, a fim das vantagens que podem ter por ser dono de empresa. 

Abrindo uma empresa nos Estados Unidos:

  •  podem obter empréstimos nos Estados Unidos;
  • Vender seus produtos e serviços nas ruas americanas;
  •  Ter uma conta nos EUA, é simples como abrir uma conta em qualquer outro lugar, apenas a papelada demora um pouco mais.

São muitas as vantagens de fazer negócios na terra do tio Sam. O que mais alguém pode querer de uma empresa internacional?