Como estimular o olhar investigativo da criança com brinquedos de construir

Como estimular o olhar investigativo da criança com brinquedos de construir

Desempenhando o papel de desenvolver uma ampla capacidade sensorial, aumentar a criatividade e acelerar as habilidades de cada fase infantil, os brinquedos de construir são essenciais e precisam estar entre as opções no quarto de brincadeiras de uma criança.

Existem muitos deles e, em suas variações, podem fazer parte dos jogos de seus filhos desde bem cedo.

Desde pequenos, normalmente, os bebês já apresentam um interesse natural em encaixar e empilhar peças – mesmo que elas não tenham exatamente essa função. Conforme suas pequenas mãos vão crescendo, as habilidades costumam acompanhar e vão tornando, aos poucos, essa uma tarefa mais elaborada.

Durante o processo conhecido como primeira infância – 0 a 2 anos –  a ideia desses brinquedos é de trazer mais capacidade às funções sensoriais, aos processos de motricidade, ao entendimento de espaço-temporal e a habilidade de movimento.

Como estamos falando de um momento de novidades e descobertas, é importante o despertar da intelectualidade, que acelera o ganho de observação, escuta e manipulação daquilo que está à frente da criança. Logo, também haverá ganhos na atenção, na memória, na criatividade e nas questões de imitação. Se os pais soubessem o bem que faz seus filhos serem capazes de imitar ações de outros, estimulariam isso muito mais vezes. 

Quando chegamos ao período pré-escolar – 3 e 6 anos – temos habilidades que já foram adquiridas, outras que estão em andamento e novos desafios surgem na vida dessas crianças. Agora, com a linguagem já se estabelecendo, os brinquedos de construir trazem com eles os jogos simbólicos cheios de narrativas e com cenários imaginários que podem, ou não, representar um pouco da realidade em que vivem.

Ainda não é um faz de conta completo, mas estamos a um passo disso. Aqui a criança começa a colocar a sua imaginação para aflorar tentando, de uma forma mais simples, compreender aquilo que está à sua volta. 

Conheça alguns brinquedos de construir e que idade atendem

Para bebês entre 0 e 2 anos existem as formas de empilhar (quadrados básicos), as formas de empilhar com um eixo no meio (onde podem ser encaixados círculos, por exemplo), as caixas de encaixe de formas (que costumam ser um sucesso quando possuem alguma identificação, como a carroceria de um carrinho) e os famosos quebra-cabeças de bebês que possuem duas peças.

Passando para a fase dos maiorzinhos, que ficam entre os 3 e 6 anos, esses brinquedos podem ganhar um pouco mais de complexidade. Podemos apostar em blocos de construção, peças de modelar e moldar, os quebra-cabeças – que agora podem conter agora pelo menos 40 peças – existe a opção de introduzir as dobraduras de papel e também maquetes podem se tornar interessantes.

Olha quantas opções estão disponíveis para o desenvolvimento e elas nem precisam brilhar ou tocar músicas que com o tempo vão se tornando irritantes.

É importante lembrar que os brinquedos de construir colocam essa criança diante de problemas que precisam de solução e ela precisa quebrar um pouco a cabeça para encontrar as respostas e seguir adiante. 

Ao ser colocada no papel de investigadora da questão, ela pode criar sozinha ideias e testá-las aos poucos, de forma a saber o que funciona ou não para aquele problema que está na sua frente. Questões como peso, forma e equilíbrio são apenas alguns dos detalhes que precisam ser levados em consideração nesse momento.

O mundo é um lugar complexo e ainda não descobrimos tudo que é necessário saber sobre o desenvolvimento humano. Existe um processo de aprendizado e um tempo para que elas se tornem adquiridas, mas também vivemos em uma sociedade que exige cada vez mais habilidades em tempos recordes.

Muita pressão se faz para os pequenos, que estão apenas começando a dar seus passos rumo ao mundo dos adultos.

E, infelizmente, também temos questões de segurança que estão tornando nossas crianças cada dia mais solitárias e isso reduz muito o desenvolvimento das habilidades sociais.

Esse é o cenário contemporâneo e um tanto caótico em que nossos filhos estão crescendo, por isso mesmo é tão importante nos atentarmos ao que estamos oferecendo para que elas cresçam de forma saudável.

A tentação de entregar um aparelho eletrônico para mantê-las em silêncio é grande, já que muitas vezes precisamos dividir nosso tempo entre tarefas do trabalho e a companhia de nossos filhos, mas pense em atividades que possam, além de promover distração, também ganhem em aprendizado.

Estimule esse olhar investigativo da sua criança. A longo prazo ele só tem a ganhar, e você também!