aumentar a fertilidade feminina e masculina

5 dicas para aumentar a fertilidade feminina e masculina

Rotina atribulada, estresse, alimentação desregrada, tabagismo, álcool e sobrepeso são alguns dos problemas que impossibilitam a gravidez, por diminuir a fertilidade do casal.

Buscar hábitos mais saudáveis com uma alimentação que forneça nutrientes balanceados, ficar longe de toxinas e praticar atividades físicas são medidas que possibilitam ao casal desintoxicar o corpo, facilitando a gestação.

A exposição a pesticidas afeta negativamente a capacidade de reprodução por gerar o mau funcionamento dos órgãos sexuais. Assim, é preciso rebater essa deficiência com vitaminas e minerais, como zinco, vitaminas E e B6, ácidos graxos, ômegas 3 e 6.

Esses nutrientes influenciam diretamente na produção de hormônios sexuais masculinos e femininos, basta mudar a alimentação para sentir os resultados, eliminando o consumo de farinhas e açúcar refinado, excesso de cafeína, bolos, biscoitos, ou seja, gorduras trans e processados.

Transferência de embriões

Após tentar engravidar por dois anos sem sucesso, o casal pode buscar por ajuda para concretizar a gravidez por meio da técnica de transferência de embriões.

Gametas sexuais do casal são coletadas e preparadas para a fertilização in vitro (FIV), um processo feito com alta tecnologia e especialistas em reprodução humana.

O homem fornece seus espermatozoides que passam por um processo de seleção de modo a separar os mais ágeis e com maior potencial de fecundação.

Enquanto isso, a mulher recebe hormônios para aumentar sua produção e qualidade dos óvulos e, depois, ter alguns serão extraídos para serem fecundados num processo artificial. 

Ao checar a espessura do endométrio (parede interna do útero) atingir o tamanho adequado para a fixação do embrião, os especialistas introduzem o embrião já fecundado.

Aguarda-se um período para checar a gravidez ou iniciar um novo ciclo de transferência de embrião.

Dicas para aumentar a fertilidade

Algumas medidas aumentam as chances de fecundação do casal por colaborar com o funcionamento ideal do corpo, fique atento:

  • Controle de peso;
  • Evitar o aquecimento e pressão do saco escrotal;
  • Não exagerar no consumo de álcool;
  • Suspender o cigarro;
  • Manter relações sexuais em períodos férteis;
  • Ficar longe de pesticidas e produtos tóxicos.

Ingerir comidas gordurosas, além de sobrecarregar o funcionamento de órgãos como rins e fígados, aumentam a gordura visceral, aquela mais difícil de perder e perigosa para a saúde.

Há vitaminas e minerais presentes em alimentos que aumentam a fertilidade do casal, como zinco, selênio, ferro, por isso deixe de lado os embutidos e consuma mais cereais, frutas, castanhas, verduras e legumes diversos, dando preferência sempre aos orgânicos.

Cuidados na reprodução humana

A ansiedade e o estresse interferem na fertilidade, por isso o casal pode adotar exercícios relaxantes ou promover mudanças na rotina de modo a viver mais tranquilamente.

O casal pode buscar por um especialista em reprodução humana quando perceberem que estão com dificuldades para engravidar, ou a mulher apresentar ovários policísticos, endometriose, alterações hormonais, ciclos menstruais irregulares e alterações no útero.

Caso optem pela transferência de embriões, é importante calma no dia do procedimento, fazer o repouso necessário e voltar à rotina sem grandes esforços.