as startups são conhecidas pelo ambiente de trabalho

Por que as startups são conhecidas pelo “ambiente de trabalho”?

As empresas perceberam que o trabalhador tem se esforçado para obter mais graus de estudo e experiência – e perceberam, além disso, que devem valorizar esses talentos. Do contrário, podem perdê-los para a concorrência.

Existem diversas formas de fidelizar o colaborador, retendo talentos e diminuindo o chamado turnover, que é a rotatividade de funcionários. Entre as maneiras mais comuns de causar bem-estar e aproximação estão: oferecimento de benefícios corporativos, criação de espaços seguros de diálogo e bom ambiente organizacional.

Por falar em ambiente: você sabe o que faz com que as startups se tornem tão desejadas pelos colaboradores, em especial por aqueles que estão se inserindo agora no mercado de trabalho ou vêm de uma formação nova, diferenciada? Neste artigo, falaremos mais sobre o assunto.

Startups: por que são interessantes?

As startups têm chamado atenção não apenas por conta de seu modelo de negócios escalável e repetível, mas porque podem surgir em basicamente qualquer setor do mercado. Elas são inovadoras, oferecem resultados rápidos e, geralmente, vêm para causar uma modificação significativa na área em que atuam.

Algumas das startups mais famosas são o Nubank, o Spotify, o Uber, o Quinto Andar e o Airbnb. Como se pode ver, estamos falando de uma tendência que veio para ficar e que já demonstrou a sua capacidade de alterar toda uma cultura.

Não é incomum que as startups trabalhem com profissionais em regime remoto – o que, para muitos, têm sido um grande diferencial e um fantástico benefício corporativo. Da mesma forma, empresas nesse perfil também têm preferido sair do padrão no que tange o trabalho presencial.

É muito comum que até para um controle financeiro a sua empresa opte por um lugar mais moderno e que seja diferenciado, acredite, isso fará a diferença para o seu colaborador e seu bolso também irá agradecer.

Na internet, há relatos de funcionários falando sobre prédios modernos, com pinturas arrojadas e rooftops. Algumas startups preferem outro tipo de espaço e escolhem, como QG, casas espaçosas, com grandes janelas, jardins e até animais, como gatos e cachorros.

Alguns exemplos e efeitos da inovação do ambiente proporcionado pelas start-ups

Por que tudo o que já citamos é interessante para o funcionário?

Primeiro, porque ambientes diferenciados diminuem a sensação de “estar preso” (também descrita como claustrofobia por algumas pessoas) em um espaço; o trabalho se torna um prazer, na medida em que tudo parece mais livre, mais arejado, menos opressor.

Da mesma forma, a proximidade com animais de estimação no ambiente de trabalho faz com que haja diminuição do estresse laboral e da ansiedade, além de gerar bem-estar. Não se trata de um detalhe obrigatório, claro, mas pode também ser um diferencial para a companhia.

Outras vantagens que têm sido oferecidas por algumas das startups mais populares incluem:

  • geladeira com comidas e bebidas, que podem ser escolhidas pelo funcionário sem que haja nenhuma cobrança financeira. Há empresas que limitam a quantidade de artigos que podem ser consumidos diariamente; outras, porém, deixam tudo mais livre;
  • happy hour às sextas-feiras, com buffet ou cerveja oferecidos pela empresa, que vê nesse evento não apenas a possibilidade de manter os trabalhadores motivados e próximos, mas de diminuir o estresse causado pela semana de trabalho;
  • espaço zen dentro do ambiente de trabalho, com espaço para que o funcionário possa fazer yoga ou tirar um cochilo (sim, há empresas que permitem isso!);
  • eventos voltados para a saúde física e mental, com alguns minutos de meditação, massagem para pessoas que ficam muito tempo sentadas e similares;
  • biblioteca ou local igualmente silencioso, que pode ser usado como espaço de trabalho ou nos momentos em que o funcionário precisa de calma ou de uma pausa.

Como se pode ver, o ambiente das startups é uma das razões pelas quais elas são tão desejadas. Será que isso é tudo, no entanto?

Os demais benefícios corporativos

Além do que já foi citado – e que de fato é muito fora do comum das grandes empresas -, as startups têm feito sucesso também por seu pacote de benefícios corporativos.

Algumas delas oferecem ao funcionário acesso ao seu produto ou serviço de graça ou por um preço irrisório, além de plano de saúde e odontológico, possibilidade de home office – sobre a qual já comentamos aqui – e vale-refeição.

Tudo isso, hoje, é considerado bom, mas não excepcional. Entram na lista como benefícios corporativos acima da média coisas como: vale-academia, descontos para shows ou eventos culturais (teatro, feira de livros, cinema, etc) e plano de previdência privada empresarial.