https://www.sp2040.net.br/2021/06/whatsapp-para-negocios.html

3 receitas de peixe simples e deliciosas

Quer variar o cardápio? Invista em diferentes receitas para agradar aos mais variados paladares.   A quaresma e a Páscoa podem ter passado, mas isso não significa que você precise retirar o peixe do cardápio.

A opção leve e saudável também pode ajudar no orçamento com o mercado. Frito, grelhado, cozido ou assado, as opções são muitas. Separamos algumas receitas — e dicas — para cozinhar um prato saboroso com pescados e introduzir de vez o peixe na sua rotina.

Veja também: Receita de bolo de cenoura fácil para o dia a dia

1 – Salmão com alcaparras

Dizem que os três pilares da culinária francesa são manteiga, manteiga e mais um pouco de manteiga. E para preparar este prato você não precisará de mais que uma peça de salmão, alcaparras, manteiga, sal e pimenta.

O salmão é um peixe marcado por seu sabor único e textura densa, não precisando ser previamente temperado com limão. Basta descongelar, regar com um fio de azeite e temperar com sal e pimenta a gosto.

Use manteiga generosamente na frigideira e, quando estiver quente, coloque o salmão e deixe por aproximadamente 2min de cada lado para cozinhar e dourar.

O tempo exato depende da altura da sua peça, mas ele precisa ficar pálido (rosa claro) nas laterais. Adicione as alcaparras (sem caldo avinagrado) a gosto.

Essa receita você pode fazer em duas partes — no fogão e no forno. Caso queira usar menos manteiga, apenas sele o salmão até ficar bem dourado.

Após esse tempo, coloque em cima de uma folha de papel alumínio, faça um papilote e leve ao forno por alguns minutos. O tempo exato também varia conforme a altura da peça, mas aproximadamente 20 minutos são suficientes.

2 – Peixe à belle meunière

Um clássico dos restaurantes, o peixe à belle meunière é mais fácil do que pode aparentar — e aceita grande variedade de peixes, podendo ser feito com tilápia, pescada, badejo ou linguado.

Tempere o peixe com sal, limão e pimenta. Deixe descansar por um tempo (meia hora na geladeira é suficiente).

Seque os filés suavemente com papel toalha e passe na farinha de trigo, como se fosse empanar. Alguns chefs sugerem a selagem apenas de um lado do filé, mas isso não é uma regra.

Derreta a manteiga na frigideira e, quando estiver dourada, abaixe o fogo e coloque os filés empanados em farinha de trigo. Deixe dourar dos dois lados, retire e reserve.

O molho do belle meuniére segue a mesma base: manteiga. Os mais clássicos incluem alho, cebola, pimenta dedo-de-moça, meio limão espremido e, na finalização, alcaparras e salsa picada, mas você pode manter apenas a manteiga com alcaparras e salsa.

Quando os ingredientes do molho murcharem, basta colocar sobre os filés de peixe. Com arroz e batatas sautées de acompanhamento, você terá feito um legítimo prato de restaurante em casa.

3 – Moqueca

Prato bem brasileiro com peixe cozido e muito saboroso, a moqueca é bastante simples de preparar, apesar de demandar um pouco mais de tempo.

O segredo para moqueca — na versão baiana ou capixaba — está na salmoura que antecede o cozimento. Pode ir com peixes em pedaços ou postas, caros ou baratos.

O importante é mesmo a pasta de alho, cebola, bastante limão, tomate, pimentão verde e coentro (na versão baiana) ou salsinha (na versão capixaba). Bata esses ingredientes no processador e deixe o peixe escolhido imerso nesta mistura por 2h na geladeira.

Enquanto isso, faça o mise-en-place: cebola, tomate e pimentão em rodelas. Após as duas horas na pasta de temperos, acomode o peixe no fundo de uma panela funda e faça camadas com a cebola, tomate e pimentão.

No caso da moqueca baiana, são aproximadamente meia xícara de azeite de oliva e meia xícara de azeite de dendê. Na moqueca capixaba, azeite e óleo (de urucum ou normal). Para a moqueca baiana, após o azeite ferver com o líquido que soltar do peixe, adicione leite de coco.

São aproximadamente 30 a 40 min cozinhando no fogo sem precisar mexer — só mexa no final. É um prato cujo preparo um pouco demorado definitivamente vale a pena.