Hospedagem cloud grátis

Pessoas que buscam a alimentação natural acreditam que este tipo de nutrição colabora para o bem-estar e para a longevidade do animal de estimação.

Durante as diferentes fases da vida de um animal, ele precisa de diferentes nutrientes, formatos e possibilidades: quando é filhote, a ração ou comidinha oferecida deve ser macia, mas nutricionalmente forte, já que ele precisa crescer e se desenvolver.

Comida natural para cachorro

Com o passar do tempo, o cão pode precisar de rações voltadas para adultos, para pets com problemas nos rins, para idosos, etc. Tudo varia de acordo com a saúde geral do animal e com o momento de sua vida.

Nos últimos anos, o nível de cuidado com os animais de estimação subiu: antigamente, pets que viviam uma década eram raros; hoje, boa parte dos cães passam facilmente dos dez anos - e, ocasionalmente, chegam aos vinte. É possível que, atualmente, você conheça animais de estimação realmente idosos.

Isso se deve a uma série de fatores: o maior, possivelmente, está ligado ao fato de que os donos dos pets têm dedicado tempo e dinheiro à alimentação e ao cuidado deles, levando-os ao veterinário com mais frequência e cuidando para que estejam sempre vacinados, checados e medicados.

Uma tendência que tomou força nos últimos anos é a da ração natural. Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o assunto. Confira!

Ração natural pronta existe?


Sim, existem marcas industrializadas que oferecem rações 100% feitas a partir de ingredientes naturais, sem transgênicos.

Na hora de escolher a sua, verifique se ela contém ômegas, minerais e fibras, analise se os ingredientes são selecionados - prefira carnes nobres, cereais e vegetais - e qual é a indicação.

Felizmente, existem rações para animais de porte pequeno, médio ou grande, diabéticos ou não, com problemas nos rins, entre outras. As opções realmente são múltiplas.

Se você não tem certeza sobre a melhor ração para o seu cachorro, peça a ajuda ao veterinário: uma vez em posse do histórico de saúde do seu melhor amigo e com bom conhecimento do mercado, ele poderá lhe dar uma sugestão condizente com o seu orçamento e adequada para a manutenção do bem-estar do seu bichinho.

Uma dica: não necessariamente a opção mais cara será a mais adequada para o seu cão. Às vezes, as necessidades nutricionais dele podem ser alcançadas com a introdução de uma ração de preço mais acessível, porém igualmente agradável ao paladar e ao corpo do animal.

Como fazer comida natural para cachorro?


Se você gosta das opções industrializadas, mas prefere total controle do que o seu animal de estimação come — o que é aceitável e compreensível, visto que também fazemos isso com os nossos filhos humanos! —, é possível também fazer comida natural para cachorros em casa.

Trata-se de uma tarefa que exige tempo e dedicação, além de alguns cuidados: na hora de fazer a comida, porém, é preciso estar ciente das necessidades nutricionais do seu amigo e dos ingredientes que deve utilizar ou evitar.

A quantidade de comida é uma das maiores dificuldades: geralmente, cães saudáveis e em forma podem consumir, aproximadamente, 81 quilocalorias para cada quilograma diariamente. Pets que fazem muita atividade física e são mais jovens podem comer um pouco mais, já que geralmente queimam uma quantidade maior de calorias.

Na hora de fazer a comida natural, lembre-se: o principal ingrediente deve ser uma proteína, ou seja, frango, carne bovina ou similar. Miúdos e carnes menos nobres, como fígado ou língua, também podem ser utilizados. Para acompanhar, você pode acrescentar cenoura, espinafre, abóbora, beterraba, maçã, ervilhas, entre outros ingredientes, a lista é vasta.

O importante é: não utilize cebola nem alho, uma vez que são alimentos que não fazem bem aos cães, nem exagere no sal. Uma quantidade bem pequena pode ser utilizada, entretanto, tome cuidado para não exagerar.

Se você não tem certeza sobre a melhor forma de alimentar o seu pet, convém conversar com um especialista e pedir para que ele crie um plano alimentar. Desta forma, será possível cozinhar de forma direcionada e rápida, mantendo a qualidade da alimentação cotidiana, escolhendo os ingredientes certos e, claro, contribuindo para a felicidade e longevidade do seu cão.
Postagem Anterior Próxima Postagem