Para quem gosta de esportes radicais, descer em tirolesa é uma aventura e tanto, além de propiciar vistas exuberantes. Conheça alguns lugares do país em que essa prática é recomendada! 

O Brasil é reconhecido internacionalmente por possuir um território com uma biodiversidade impressionante: desde cachoeiras e praias até ilhas paradisíacas, chapadas, serras e rios exuberantes. 

Tirolesas

Nos últimos novos, outra atração que anda se popularizando entre turistas nacionais e estrangeiros são as tirolesas, atividade esportiva originária da Áustria. Ela consiste em se deslocar por meio de roldanas conectadas por mosquetões, estando ligado a um cabo aéreo, ancorado em dois pontos. 

Por isso, se você se interesse pela prática esportiva radical e ainda não experimentou as tirolesas, confira algumas dicas das mais altas para se aventurar no Brasil. 

Pedra Bela (SP)


A tirolesa da Pedra Bela é considerada a maior do Brasil e do mundo na categoria cabo único: 130 metros de altura. Para se ter uma ideia do tamanho dessa aventura, calcula-se ser necessário nada menos que um minuto e meio para percorrer toda a extensão de 1900 metros.

A velocidade média desta tirolesa é de 80 km/h, mas, em alguns trechos, ela chega a 170 km/h, o que exige um coração minimamente preparado. Além da emoção, o percurso oferece uma bela vista sobre a área verde ao redor, incluindo o portal da cidade. Pedra Bela está situada na região de Bragança Paulista e na Serra da Mantiqueira, a 120 km da cidade de São Paulo. 

Florianópolis (SC)


A tirolesa do Engenho Eco Park é famosa por ser a mais radical do Brasil. Ela começa no Morro dos Macacos, de onde é possível avistar praias belíssimas, como Joaquina, Praia Mole, Moçambique, Santinho e Barra da Lagoa.

Apesar de ter uma duração mais curta em comparação a outras (650 m), a altura é o que a torna bem conhecida: nada menos que 220 metros, proporcionando uma velocidade de até 120 km/h, o que obriga os praticantes a usar uma espécie de miniparaquedas nas costas para reduzir um pouco a velocidade durante o trajeto. 

Socorro (SP)


Socorro é outra cidade no interior de São Paulo que é uma ótima opção para quem curte praticar tirolesa, sendo famosa por oferecer diferentes opções de turismo de aventura. Localizada no Hotel Fazenda Parque dos Sonhos, a Tirolesa Voadora possui um quilômetro de extensão, sendo a primeira do país com esse comprimento.

Diferentemente de outras tirolesas, nela, o praticante pode descer deitado de bruços e com a cabeça em primeiro plano, em uma posição parecida com a de super-heróis, como o Superman.

O ponto mais alto da Tirolesa Voadora possui 140 metros de altura, sendo que o percurso leva 1 minuto para ser totalmente percorrido. A aventura termina no Parque dos Sonhos, marcado por grandes e belas áreas verdes. 

Extremoz (RN)


No Rio Grande do Norte, a pequena cidade de Extremoz atrai amantes de esportes radicais de diversas áreas do país. Ali, no Parque Turístico Ecológico Dunas de Genipabu, está localizada a tirolesa da Lagoa Jacumã, local em que o percurso da termina.

Por terminar em uma lagoa, essa tirolesa oferece a agradável sensação de finalizar a descida tomando um banho delicioso, o que fez os moradores a apelidarem de “aerobunda”. Ela é curta, possui apenas 30 metros de altura e 15 segundos de descida, mas, além da aventura, a bela vista sobre as dunas de Jacumã valem o passeio.

Chapada dos Veadeiros (GO)


Em uma das principais atrações turísticas do Centro-Oeste brasileiro, está a tirolesa Voo do Gavião, cujo percurso é repleto de paisagens arrebatadoras, como a Serra das Cobras, o Morro da Conceição, a Serra da Boa Vista e o Morro da Baleia.

Ela tem 850 metros de extensão e 100 metros de altura. O nome refere-se à grande quantidade de aves dessa espécie existindo na área. A tirolesa localiza-se na fazenda São Bento, situada a 9 km do município de Alto Paraíso, um dos mais conhecidos da Chapada, famoso por ter belos cânions, trilhas e poços de água cristalina.
Postagem Anterior Próxima Postagem