O que é importante na hora de comprar um carro 0 km?

Modelos, especificações e juros do financiamento são alguns dos aspectos que o motorista deve prestar atenção. 


Quem não quer ter um carro 0 km na garagem, não é mesmo? Muitas famílias fazem um extenso planejamento financeiro para poder comprar o próprio veículo, capaz de proporcionar o conforto e a independência necessária para que as pessoas tenham mais facilidades na rotina.

Contudo, você sabe o que é preciso ao escolher um modelo de carro? Alguns fatores devem ser avaliados antes da aquisição, para que você não erre e se arrependa da compra. Abaixo, confira alguns aspectos que você deve prestar atenção antes de escolher o seu carro 0 km. 

Adequação à sua rotina

Existe uma grande variabilidade de modelos no mercado, mas você precisa encontrar aquele que melhor atende às suas necessidades e se encaixa na sua rotina. Quem tem família grande, por exemplo, pode optar por sedãs ou utilitários esportivos, mais espaçosos e com maior capacidade de transportar bagagens.

Agora, quem mora sozinho pode preferir um modelo hatch, que, por ser mais compacto, é mais fácil de estacionar. Caso não haja necessidade, você ainda pode encontrar um modelo mais barato de duas portas, em vez de optar pela compra de um carro quatro portas. 

Especificações

Além da variedade de marcas, os modelos de hoje contam com uma ampla diversidade de especificações e funcionalidades. Um carro com motor 1.0 pode atender às suas necessidades básicas de deslocamento, custando. No entanto, se você procura algo mais potente, deve pesquisar por veículos com motor 1.6 ou 2.0, que favorece as ultrapassagens.

Outra funcionalidade que ganhou espaço nos últimos anos é o câmbio automático, que torna o veículo mais caro, mas proporciona muito conforto. Por falar nisso, o tipo de direção também é algo que requer atenção, sendo que, atualmente, as opções mais comuns são a elétrica e a hidráulica.

O ar-condicionado tornou-se um item presente em praticamente todos os carros. Por outro lado, existem modelos que contam com sensor de estacionamento ou câmera de ré, o que os torna atrativos para quem procura facilidade ao estacionar.

O importante é que a escolha seja feita com base no que você precisa no dia a dia e nas suas preferências de direção. Por isso, é fundamental que, antes de fechar a compra do carro, você faça o test drive com o veículo, para assegurar que ele atende ao que você procura. 

Desvalorização

Este é um ponto bem importante. Em média, o valor do veículo cai 15% só de ser retirado da concessionária. O carro 0 km também sofre com uma alta desvalorização no mercado em seus primeiros três anos de uso. Esse é um fator que pesa se você pretende fazer a revenda em um curto período.

Portanto, se você tem planos de trocar de carro a cada dois anos, por exemplo, um modelo 0 km pode não ser a melhor opção, justamente pela desvalorização. Cada veículo tem a sua própria desvalorização, então, se você procura algum que tenha menor queda, é bom consultar a Tabela Fipe antes de fechar negócio. 

Juros no financiamento

Muitos motoristas que compraram um carro novo por financiamento reclamam que poderiam ter adquirido dois veículos ao final do pagamento das parcelas. Isso porque os juros de vários financiamentos automotivos são altos, sendo que esta é uma desvantagem para quem compra parcelado.

O consórcio de automóveis é uma alternativa para quem busca um custo-benefício melhor quanto a isso. Nesse cenário, o cliente paga uma mensalidade e uma taxa de administração ao consórcio, mas tem uma despesa bem inferior ao financiamento tradicional, o que gera um alívio no bolso do comprador.