O que é tráfego orgânico? – Confira 5 dicas para aumentar seu tráfego!

O que é tráfego orgânico? Como funciona esse tipo de técnica para atrair visitantes em um site? Quanto custa para implementar uma estratégia de tráfego orgânico? Vale a pena investir tempo nisso? No conteúdo de hoje, vamos contar a você em detalhes o que é tráfego orgânico através das dicas da melhor Agência de Marketing de Curitiba. Vamos lá, leia conosco!

O que é tráfego orgânico?

Afinal, o que é tráfego orgânico? Tráfego orgânico são todas as visitas recebidas no site, blog ou e-commerce, oriundas de pesquisas feitas por usuários no Google e outros buscadores, que clicam no resultado orgânico da SERP.

Para que isso aconteça, porém, é necessário um pré-requisito: o site deve ser otimizado do ponto de vista de SEO, ou seja, deve atender a critérios técnicos e qualitativos específicos, como agradar o mecanismo de busca.

Como recompensa, recebe-se a oportunidade de se colocar entre os primeiros resultados que aparecerão para o usuário quando realizar uma pesquisa relacionada ao seu negócio.

Diferença entre tráfego orgânico e tráfego pago

Um aspecto não trivial para entender quais são as vantagens do tráfego orgânico é que ele é gratuito. A gratuidade é o que torna a pesquisa orgânica o canal mais cobiçado por quem decidiu investir no online para lançar ou relançar um negócio.

Ao contrário do “tráfego pago”, o tráfego orgânico não exige um investimento extra de orçamento além de pagar o consultor ou agência de SEO que otimizará o site. Como já dissemos, de fato, ter um site otimizado é o primeiro requisito para gerar tráfego de SEO orgânico de qualidade e explorar o potencial deste canal gratuito.

Portanto, podemos dizer que o tráfego orgânico é o oposto do tráfego pago no qual incluímos campanhas do Google Ads e qualquer outro tipo de sinal externo e pago para canalizar o tráfego para o site.

Como aumentar o tráfego orgânico?

Agora que já sabemos o que é tráfego orgânico, está na hora de aprender a como aumentá-lo de forma natural, através de técnicas de SEO. Leia abaixo e coloque essas técnicas em prática:

1. Otimize todos os elementos do snippet

O snippet é o conjunto de título, URL e descrição que todos os usuários veem depois de pesquisar online.

Todos esses três elementos devem ser sempre otimizados, seguindo as diretrizes de SEO que, em poucas palavras, são:

  • Use a palavra-chave de foco no início do título, descrição e url;
  • O título não deve exceder 65 caracteres;
  • A meta descrição não deve exceder 155 caracteres;
  • O URL não deve conter caracteres especiais, como letras ou símbolos acentuados.

2. Escreva metadados informativos e envolventes

Escrever meta títulos e meta descrições otimizados é essencial para ter uma oportunidade extra de subir nas SERPs, mas pode não ser suficiente para trazer tráfego orgânico de qualidade para o seu site.

Para isso, será necessário escrever metadados informativos, que realmente descrevem o que o usuário encontrará na página, que sejam capazes de responder às “n” necessidades de “n” usuários em 155 caracteres, ao mesmo tempo sendo envolvente, único, diferente dos concorrentes orgânicos. Não se esqueça de incluir um apelo à ação convidando a clicar onde for necessário.

3. O que é tráfego orgânico? Otimizar imagens

Lembre-se que existe uma SERP específica para imagens em que fotos e mídias otimizadas são recompensadas, ou seja, imagens de:

  • Tamanho e resolução ideais;
  • Peso máximo 100 kb;
  • Fornecido com alt title, esse é o atributo que descreve a mídia.

4. Interceptando a demanda latente

Com o que seus usuários realmente se importam? Quais são suas reais necessidades, medos, expectativas? A essas e outras perguntas que muitas vezes o usuário não tem conhecimento, você pode responder com conteúdo direcionado para ser alocado dentro do blog da empresa, em um FAQ ou em uma landing page.

Escrever o conteúdo do usuário é a melhor maneira de trazer os internautas ao seu site em busca de uma bússola. E essa bússola deve ser você!

5. Implementar dados estruturados

Dados estruturados são pedaços de código adicionais que fornecem informações adicionais tanto para o mecanismo quanto para o usuário.

Existem dados estruturados projetados para cada área. Por exemplo, se você trabalha na culinária, terá que implementar dados estruturados para as receitas, com os quais poderá fornecer informações adicionais sobre ingredientes, preparo, tempo de cozimento, valores nutricionais etc.

Se você implementar dados estruturados, verá que o snippet de seu site mudará sua aparência para um Rich Snippet. Dentro, de fato, haverá campos adicionais, como a lista de ingredientes, estrelas se você definiu os dados estruturados para a classificação de um produto ou serviço, preços e muito mais.

Todas essas informações adicionais não farão nada além de ajudá-lo a capturar a atenção do usuário e convencê-lo a clicar em seu resultado de pesquisa por ser mais completo, levando-o a interagir com o site e aumentando o tráfego orgânico.

Implementar rich snippets, bem como escrever metadados otimizados e performáticos, pode não ser tão simples quanto parece. Se você tem alguma dúvida de como proceder, deixe seu comentário abaixo. Até a próxima!

O que é tráfego orgânico