Entenda como funciona a portaria digital remota

Cada vez mais edifícios e condomínios estão investindo em novas tecnologias para realizar o controle de acesso ao local e a segurança deste. Estas medidas facilitam a vida dos moradores e trazem mais autonomia para que possam acessar suas residências de forma prática e independente, bem como conferir autorização a visitantes ao local.

Além de serem medidas que oferecem praticidade para o dia a dia do local, estas tecnologias também  contam com um custo-benefício positivo, diminuindo assim as despesas investidas para estes aspectos. Com isso há a chance de diminuir os valores investidos em portaria em até 70% a depender do método e das ferramentas empregadas.

Com tantas facilidades e ofertas atrativas, o uso de portarias remotas virtuais tem crescido cada vez mais, cerca de 150% todos os anos no país, e é esperado que isso continue seguindo desta forma, principalmente pelo crescimento de algumas tecnologias, como a Inteligência Artificial e a Internet das Coisas.

Neste cenário, é importante ficar por dentro do que estas tecnologias podem oferecer para a segurança de sua residência ou condomínio, e como são realizados os procedimentos que conferem esta autonomia e praticidade da portaria virtual. 

O que é uma portaria digital?

A portaria digital, ou também virtual ou remota, é um sistema completo que garante a segurança de condomínios, prédios e residências, e funciona como uma portaria física mas sem a presença de profissionais que realizam o controle, pois isso tudo é feito de forma remota tanto pelos moradores como pela central de monitoramento que garante a segurança.

Este tipo de portaria garante uma autonomia maior para todos, pois são instalados equipamentos totalmente conectados à internet, e exatamente por isso ela pode ser acessada de forma remota. Alguns dos aspectos deste tipo de portaria é acrescentar segurança com monitoramento, controle de acesso de visitantes, entregas e outros.

Todo o gerenciamento é feito através deste método, portanto são usados tanto softwares como hardwares, que são os equipamentos que ficam dispostos no local, interfones, câmeras, alarmes e outros que podem ser aplicados, de acordo com a necessidade do condomínio ou prédio, considerando o tamanho e outros pontos do local.

Diante de qualquer tipo de risco a central de monitoramento é acionada para que esta mande profissionais de segurança ao local para realizar vistorias e verificar o que está acontecendo para a proteção dos moradores. Estes monitores também servem para o controle de entrada de pessoas, para impedir que não-autorizados acessem o local.

Os benefícios da portaria digital

O investimento em uma portaria digital para seu prédio ou condomínio trará notáveis economias. Isso, pois vale mencionar que mesmo que haja de início um gasto com os equipamentos necessários, logo após este primeiro momento haverá uma redução nos valores a serem destinados para este aspecto do local.

 Uma portaria física, por exemplo, que necessita da presença de profissionais que realizam turnos para que funcione 24h, teria que investir no salário de cada um destes. Já a portaria remota não conta com estes custos, portanto, após investir no equipamento esta pode chegar a um valor menor que a metade de uma física.

Há a possibilidade de reduzir o investimento nesta parte de segurança, sem perder a qualidade, pelo contrário, aumentando ainda mais a proteção, em até 70% de acordo com os equipamentos e medidas utilizados. E por isso o principal benefício a ser reforçado para se utilizar esta portaria digital é justamente a economia que ela trará.

Assim, com a redução de gastos com mão de obra para a portaria o condomínio poderá direcionar os seus recursos para outros tipos de melhorias que farão a diferença para os moradores do local, beneficiando a todos com medidas de segurança eficientes e outros bons recursos e comodidades.

Entenda como funciona a portaria digital remota