Como precificar um serviço

A tarefa de promover um serviço ou produto é uma das mais difíceis para um empreendedor. Por isso, a pergunta “Como precificar um serviço” é muito recorrente!

A precificação considera aspectos diferentes, que dependem muito do tipo de serviço que está sendo realizado.

Em geral, precificar um produto é mais fácil do que um serviço. Isso porque não são apenas bens tangíveis, mas também bens que podem ser armazenados e estocados.

Há vários fatores a serem considerados ao precificar um serviço: Todos os custos, taxas de retorno, preços da concorrência e outros aspectos do seu negócio.

O preço é essencial para qualquer negócio. Portanto, continue lendo este artigo para obter mais informações sobre preços de serviços.

Quais características podem influenciar na precificação de um serviço?

Como vimos acima, a precificação de serviços é muito mais abstrata do que a precificação de produtos, portanto, entende-la pode ser complicado.

No geral, existem quatro características que podem afetar o preço de um serviço. Saiba abaixo quais são elas!

1. Importância – Ao contrário dos produtos, os serviços são intangíveis. Imagine, por exemplo, que você pode comprar 10 tijolos e 20 ladrilhos em uma loja de ferragens.

Atualmente, o desempenho dos funcionários não é importante. Pense em uma empresa de consultoria.

O conhecimento do contratante e seu desempenho não podem ser medidos.

2. Perecível – Os serviços não podem ser armazenados, armazenados, devolvidos ou revendidos.

3. Variabilidade – Por ser realizada por humanos, a qualidade e consistência do serviço não são fixas.

Por exemplo, os artesãos podem parecer diferentes dependendo da sua experiência, circunstâncias atuais e momentos.

4. Simultaneidade – Não pode ser usado ao mesmo tempo que você paga pelo serviço.

Um exemplo: ao contratar um técnico de TI, os reparos e o consumo ocorrem ao mesmo tempo, semelhante a um contrato de manutenção típico.

Dicas de como precificar um serviço?

Agora que você entende a diferença entre um produto e um serviço, vamos dar uma olhada nos preços. Confira algumas dicas sobre precificação de serviços.

1 – Mão de obra: Assim como acontece com os produtos, a precificação de um serviço deve começar com o custo necessário para realizar esse tipo de trabalho.

Dependendo da natureza do trabalho, pode não ser possível determinar a quantidade de material necessária para a prestação do serviço, sem contar quantas horas de trabalho serão necessárias.

Portanto, é melhor começar definindo o valor médio de cada serviço, começando pelo custo da mão de obra por hora.

2 – Forneça uma visão geral de todos os custos relacionados: Além dos custos trabalhistas, ao precificar os serviços, você precisa considerar todos os valores relevantes, incluindo variáveis (água, eletricidade), bem como custos fixos (aluguel, contabilidade, internet).

3 – Defina a taxa de retorno: é aqui que você define a porcentagem de lucro que deseja obter de cada serviço.

No entanto, esteja ciente de que margens de lucro muito altas podem tornar os preços de seus concorrentes mais atraentes.

4 – Investigue Concorrentes: Investigue os concorrentes e veja quais preços estão cobrando para evitar erros nas dicas anteriores.

O objetivo desta etapa é identificar os preços que seus colegas estão praticando e garantir que eles não se desviem do valor que o mercado está praticando.

Preços altos não são necessariamente um coisa ruim. Entretanto, esse aumento precisa ser justificado, por exemplo, proporcionando uma diferença favorável ao cliente.

Considerações finais

Esperamos que este conteúdo tenha te agregado valor e feito com que você compreendesse como precificar um serviço.

Não esqueça de enviar este guia para pessoas próximas a você, que desejam saber mais informações sobre a precificação de um serviço!

Até o próximo conteúdo!

Post anterior: Como funciona um cartão de crédito?

Como precificar um serviço