Os melhores filmes de Jada Pinkett Smith

O dia 27 de março de 2022 é um marco na história da maior premiação do cinema norte-americano, mas não pelos motivos que o público ou a organização poderia imaginar. A última cerimônia do Oscar teve seus premiados ofuscados por um incidente inusitado e inédito, com o astro Will Smith, depois revelado como vencedor do prêmio de Melhor Ator por King Richard: Criando Campeãs, subindo ao palco para esbofetear o comediante Chris Rock por conta de uma piada inconveniente. 

A causa de tudo foi uma piada de Rock sobre o cabelo raspado de Jada Pinkett Smith, esposa de Will. O visível desconforto que ela sentiu, evidente pela sua expressão, foi o gatilho da indignação e da reação exacerbada, gerando um clima de constrangimento enorme nos presentes, que não entenderam na hora o que havia acontecido, e confusão no público que acompanhava de casa. A enxurrada de comentários na internet, ainda durante a transmissão da cerimônia, foi inevitável.

Acompanhe o Oscar e as principais premiações do audiovisual no melhor serviço de TV por assinatura do mercado. Fale conosco pelo nosso Whatsapp SKY:  +55 800 126 9090

Qual foi a piada do Oscar 2022?

A fala de Chris Rock que gerou essa avalanche de discussões sobre certo e errado no humor foi “…Jada, G.I. Jane 2, can’t wait to see it…”. O ácido comediante disse que mal pode esperar para ver Até o Limite da Honra 2, menção jocosa ao filme G.I. Jane, no Brasil chamado de Até o Limite da Honra, onde Demi Moore é a primeira mulher a fazer a prova para um grupo de elite de fuzileiros. Exatamente por isso, a atriz usa o cabelo raspado no filme. Parece inocente, mas Jada Pinkett Smith raspou o cabelo por motivos de saúde. 

A atriz sofre de alopecia, condição que gera perda de cabelo ou pêlo em qualquer parte do corpo. A mais comum, evidentemente, ocorre no couro cabeludo e causa calvície. Jada Pinkett Smith já vinha sofrendo os efeitos da doença e a melhor solução estética é justamente livrar-se de uma cabeleira volumosa. Essa situação, que não é apenas um caso de moda ou vaidade, é o que torna a piada de Chris Rock um tanto desconfortável. A consequência, infelizmente, foi uma cena deplorável que manchou a cerimônia.

A continuação do tapa, enquanto Rock se recompunha e Smith voltava ao seu lugar, foram gritos do astro, visivelmente alterado, dizendo:”Keep my wife’s name out of your fucking mouth”, que podemos traduzir livremente como “Deixe o nome da minha esposa fora da p***a da sua boca”. Não  faltaram palavras de conforto e de condenação para Will Smith, que também paga pela sua explosão em um caso que parece que ainda será bastante comentado, apesar das desculpas públicas de ambos os lados da história.

Foi real o tapa de Will?

Sim, ao que tudo indica. Não haveria motivo para encenar uma farsa com esse nível de constrangimento e já há notícias sobre cancelamentos de projetos com Will Smith. O caso não envolve apenas os limites do humor, mas também toca em assuntos mais delicados sobre os limites das reações a ofensas. É algo a se pensar também se Jada Pinkett Smith também já não tinha mágoas antigas de Chris Rock. O comediante já alfinetou a atriz e produtora em mais de uma ocasião, sempre sem papas na língua.

Em uma dessas ocasiões, ironizou o fato dela, que também é ativista, criticar o Oscar 2016 pela falta de personalidades negras. Sobre o boicote proposto pela atriz, brincou com o fato de que seria fácil, já que ela não foi convidada. Em 1997, ele também fez graça com um momento da atriz em uma manifestação de empoderamento feminino. Será que isso, de fato, pesou para os eventos do último Oscar? Difícil saber.

Will Smith vem sendo chamado de hipócrita por alguns, que aproveitam o fato de que ele recusou o papel em Django Livre! por ser supostamente contra a violência como resposta, então não teria interesse no personagem. A reação agressiva do Oscar acabou se tornando um prato cheio para seus críticos, que vão usar todas as declarações antigas para atacá-lo. Chris Rock, no entanto, parece que sai ainda mais popular do caso. O mundo é estranho.

Os melhores filmes de Jada Pinkett Smith