Ao efetuar o pagamento mínimo, o limite do cartão é liberado?

Ao efetuar o pagamento mínimo, o limite do cartão é liberado? Essa é uma das dúvidas mais comuns quando se considera a opção de pagar o menor valor da fatura. Saiba o que acontece quando pagamos o valor mínimo e se o limite do cartão é liberado!

Quando o orçamento para o mês fica apertado e o consumidor cogita a possibilidade de efetuar o pagamento mínimo, precisa ter em mente que por mais vantajoso que pareça o serviço, depois será realizada a cobrança de juros e alterações no limite do cartão. Por esse motivo é preciso considerar se realmente vale à pena pagar o mínimo da fatura do cartão de crédito.

Como funciona o pagamento mínimo do cartão?

O pagamento mínimo é um crédito rotativo oferecido ao cliente para que consiga efetuar o pagamento de sua fatura e evita o bloqueio do cartão ou negativação no nome.

Para definir o valor mínimo a ser pago da fatura, as instituições financeiras realizam um cálculo com base de 15% sobre o valor das compras em aberto do mês anterior mais 15% do valor sobre as compras realizadas no mês atual, além de incluir as taxas de juros, multas e IOF acumulados.

Quando o cliente efetua o pagamento mínimo, o restante do valor da fatura é lançado para o próximo mês, e aí começa a rodar o crédito rotativo (considerado um empréstimo com juros).

De acordo com o Banco Central, o pagamento mínimo não pode ser realizado por meses consecutivos, a fim de evitar dívidas impagáveis para o consumidor por causa do crédito rotativo.

No caso, durante os próximos 30 dias, o cliente não poderá utilizar esse mesmo serviço, se não conseguir efetuar o pagamento da próxima fatura, será preciso solicitar e negociar o serviço de parcelamento de fatura com a instituição.

Ao efetuar o pagamento mínimo, o limite do cartão é liberado?

Como mencionado nos tópicos anteriores, ao efetuar o pagamento mínimo do cartão de crédito, o restante do valor da fatura é lançado para o próximo mês, por conseguinte, esse mesmo valor lançado comprometerá o limite do cartão.

Ou seja, o limite liberado será somente o do valor pago, portanto, nos próximos 30 dias até que o cliente efetue o pagamento da nova fatura, o limite correspondente será bloqueado. Após quitar o valor completo, você poderá utilizar o cartão normalmente.

Caso não consiga efetuar o pagamento da fatura no próximo mesmo, ainda há a opção de parcelamento de fatura, no entanto, o limite só será liberado conforme for efetuando o pagamento das parcelas.

Em caso de atraso no pagamento, o cartão de crédito do cliente será cancelado e ficará com nome sujo diante dos órgãos de proteção ao crédito.

Vale à pena pagar o mínimo do cartão de crédito?

O que aconselhamos é que não efetue o pagamento mínimo ou parcela de faturas, pois no próximo mês os valores a serem pagos serão maiores por conta dos juros, além disso, o limite continuará comprometido, apenas evitará o cancelamento do cartão e nome sujo, e ainda pode acontecer de baixar a pontuação do seu Score de crédito.

No entanto, se essa é a sua única opção, sempre opte por pagar mais do que o valor mínimo da fatura. Por exemplo, se a sua fatura é de R$ 900 e você realiza o pagamento de R$ 450 ao invés do valor mínimo, os juros serão menores.

Você também pode optar pelo parcelamento de fatura, além de os juros serem baixos, se efetuar o pagamento de parcelas adiantadas pode ter os juros descontados.

limite do cartão