Urticária em bebê

É fundamental conhecer os sintomas da urticária em bebês e saber bem como ela se desenvolve para ser possível evita-la.

Dessa forma, o bebê poderá ficar muito mais confortável, além de a aparência da sua pele ficar mais bonita, sem as placas vermelhas que caracterizam a urticária e que podem se espalhar por várias partes do corpo.

É conhecido que os bebês possuem alta sensibilidade na sua pele e, por isso, é bastante comum que eles tenham vermelhidão e outros incômodos. No geral, eles não os incomodam tanto, mas é possível que, em certos casos, haja queimação ou coceira e a urticária é um dos problemas que podem causar isso.

Urticária em bebê
Urticária em bebê

O que é urticária no bebê?

A urticária é uma forma de alergia na pele, assim como as bolinhas vermelhas. No entanto, a urticária é mais agressiva porque se caracteriza por vários pontos de irritação que se juntam e formam grandes vergões ou grosseirões na pele.

Além de a aparência de uma crise de urticária não ser boa, a verdade é que esse é um tipo de problema de pele que pode, verdadeiramente, incomodar os bebês.

Afinal, a pele atacada pela urticária fica sensível, podendo haver bastante coceira e a sensação de temperatura mais alta.

Um ponto positivo, entretanto, é que esse tipo de reação alérgica não prejudica a respiração, não causa tosse e nem mesmo nariz escorrendo: tudo acontece somente na pele do bebê, o que não quer dizer que a urticária não demande atenção.

Quais os sintomas da urticária em bebê?

Quando o bebê tem urticária, ele apresenta bolinhas vermelhas, mas é bem diferente das outras formas de alergia. Isso porque, na urticária, essas bolinhas ficam aglomeradas, o que faz com que surja uma placa avermelhada que pode ter extensão diversa.

Essa placa deixa a pele mais grossa, como se fosse autorrelevo, e surge bastante coceira. No entanto, não é uma regra: há bebês que nem mesmo reclamam da urticária, ficando apenas o vermelhão.

Muitas vezes, a urticária em bebê acontece no verão, principalmente nos lugares onde o bebê mais sua. Também é comum que essa reação apareça no rosto do bebê ou na testa, inclusive nas primeiras horas de vida.

Há casos nos quais o tecido da roupinha do bebê faça com que a urticária apareça, podendo acontecer isso também com os shampoos, as touquinhas, etc.

O que pode causar a urticária do bebê?

Há muitas coisas que podem fazer com que a urticária se desenvolva no bebê, como o uso de tecidos considerados grosseiros, como lã. O ideal é que o bebê use sempre roupas de algodão, inclusive por baixo de macacões que sejam dos outros tecidos citados.

Outra causa possível é o tipo de sabão usado na lavagem das roupas, bem como o acúmulo de suor. Todas essas coisas podem afetar o equilíbrio da pele e permitir o surgimento dessa reação.

Alergia a medicamentos, alimentos e infecções virais tambem são causas frequentes.

Entretanto, a urticária em si não causa nada de grave ao bebê, exceto a coceira e a sensação de que a pele está mais grossa.

Cabe salientar que a urticária em bebê, mesmo que deixe a pele com aparência bem ruim devido à vermelhidão, não resulta em manchas ou em cicatrizes.

Como tratar a urticária no bebê?

Segundo o medico alergista no Rio de Janeiro Dr Andre Gauderer, a primeira coisa é não entrar em desespero. Apesar de assustar, a urticária no bebê é uma doença benigna e não há risco de vida ou sequelas maiores.

Normalmente o uso de antialérgicos orais como fexofenadina, desloratadina ou hidroxizina aliviam os sintomas. São remédios muito seguros, podem ser dados em altas doses e por períodos prolongados se for preciso.

O uso de pomadas de corticoide não é indicado no caso de urticária, diferentes de outras alergias de pele.

Em caso de lesões mais extensas e que não melhoram como os antialérgicos pode-se fazer um período curto de corticoide oral, por no máximo 7 dias.

Evite o calor. O aumento da temperatura corporal tente a piorar a coceira. Um banho frio pode ajudar nos sintomas assim como compressa gelada sobre as lesões.

Como evitar a urticária em bebê?

Há diferentes maneiras de evitar que o bebê desenvolva urticária, como:

  • Preferir sempre roupas de algodão. Caso seja preciso usar algum macacão de tecido grosseiro, é preciso ter um body de algodão por baixo;
  • Não deixar o bebê em ambientes abafados, onde ele possa suar muito;
  • Usar apenas marcas confiáveis de cremes, shampoos, sabonetes, etc;
  • Proteger o bebê o máximo possível de insetos;
  • Regularmente, colocar chá de camomila na água do banho para que a pele esteja sempre mais calma.

É fundamental que os responsáveis pelo bebê fiquem bastante atentos aos sinais de que a urticária está incomodando o bebê: ele pode ficar mais choroso e resistir a ficar de roupa.

Se a Urticária em bebê estiver muito incômoda leve ao seu pediatra.

Urticária em bebê