Como vender comida pela internet

Seja pela da praticidade com que estas vendas se apresentam ou pela necessidade de comercializar alimentos à distância, o fato é que vender comida pela internet tem sido visto por mais e mais pessoas como uma oportunidade de geração de renda.

No entanto, mesmo que esta seja uma modalidade um tanto recente, vender roupas e eletrônicos é considerado até mais prático do que propriamente a venda de produtos alimentícios.

Com isso, muitos acabam nem saindo do ponto inicial, isto é, colocar os primeiros produtos à venda, o que dirá realizar a sua divulgação.

Primeiro, é preciso dizer que, embora haja formas distintas de se realizar isso, vender comida pela internet é sim possível. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados fundamentais antes de começar esta prática.

Por isso, confira a seguir algumas dicas que nós da Apptite reunimos para você começar de uma vez por todas a vender comida pela internet!

Vamos lá?

1.  Defina seu estilo culinário e menu

O primeiro passo para ter sucesso em um negócio online é definir a sua linha gastronômica e o cardápio que você deseja ofertar a seus clientes. Ou seja, aquilo que você realmente deseja trabalhar.

Assim como qualquer outro nicho de mercado, o campo alimentício possui uma rica variedade. Por isso, para começar é importante escolher um segmento específico e segmentado, permitindo que você conquiste uma audiência fixa.

Dentre algumas opções em alta no mercado, estão:

  • Produtos artesanais e gourmet;
  • Produtos para datas sazonais (Réveillon, Páscoa, Dia das Crianças, etc.);
  • Comidas veganas ou vegetariana;
  • Marmita fitness congelada;
  • Comidas para pessoas com restrições alimentares (como intolerância ao açúcar ou leite);
  • Alimentos orgânicos e naturais;

2. Realize uma pesquisa de mercado

Após ter definido qual o setor alimentício que deseja atuar, este é o momento certo para realizar algumas pesquisas de mercado e análise da concorrência.

Essa avaliação será importante para obter insights, além de dados concretos sobre como outros empreendimentos operam e para entender também a qual público-alvo seus produtos serão destinados.

Para começar esta análise, algumas dicas são essenciais, como:

  • Meios de divulgação das empresas que trabalham neste setor;
  • Produtos oferecidos que mais agradam o público;
  • Empresas concorrentes de sua região;
  • Diferenciais do negócio;
  • Modelo de atendimento utilizado.

3. Crie um plano de negócio ao vender comida pela internet

Para vender comida online, a definição de um bom planejamento de negócios é essencial para trazer a ideia que você precisa sobre como a venda dos produtos realmente irão acontecer.

É importante que não seja feito de modo aleatório, ele precisa conter as informações que abrangem todas as etapas do seu empreendimento, indo desde o processo de produção dos produtos até a sua comercialização.

Para te auxiliar, uma boa sugestão é responder às seguintes perguntas:

  • Quais serão os seus fornecedores?
  • Quais os equipamentos necessários para a produção dos alimentos?
  • Qual a sua capacidade de produção?
  • Serão necessários outros funcionários?
  • Como será a operação no dia a dia?
  • Qual o orçamento inicial necessário?

4. Atue dentro da lei

Para todo e qualquer tipo de empreendimento, trabalhar seguindo as normas legais é essencial para ter sucesso nos negócios, e isso também vale para quem pretende começar a vender comida online.

Após a definição de todos os passos anteriores, é importante realizar a regulamentação da empresa, o que não só será benéfico para você como profissional, quanto para a segurança de seus clientes.

Se estiver iniciando um empreendimento sozinho, uma boa recomendação é começar a abertura do MEI no Portal do Empreendedor. Isso fará sua empresa ter um número de CNPJ só dela, trazendo inúmeras vantagens para o negócio.

Fora isso, é somente a partir dessa regularização que você conseguirá tirar determinadas licenças, como:

  • Licença Sanitária, na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária);
  • Alvará de Funcionamento, na prefeitura;
  • Vistoria e observância às normas de segurança, no Corpo de Bombeiros da cidade.

5. Pense na apresentação de seus produtos

Se estamos falando sobre vender comida à distância, uma coisa é certa: manter cuidados com as embalagens é fundamental. Afinal, não há nada pior que realizar um pedido por delivery e recebê-lo em mau estado, concorda?

A escolha da embalagem deve corresponder aos produtos vendidos. Além disso, é interessante que ela seja vista como um “cartão de visitas” do seu empreendimento, uma vez que isso facilitará a divulgação da marca, além de forçar os clientes a manterem o seu nome sempre em mente.

A ideia é apostar na identidade visual, tais como logotipo e até mesmo QR Code para levar o cliente até suas redes sociais ou site específico. Vale muito a pena!

6. Defina sua plataforma de vendas

Atualmente, existem uma variedade de opções no mercado que permitem a comercialização de alimentos online, tais como as redes sociais, e-commerce ou aplicativos próprios para esta função.

No primeiro modelo, basta criar perfis gratuitos no Instagram ou Facebook e começar a realizar a divulgação de seus produtos pela internet. Já através de uma loja virtual (e-commerce), é interessante que ele seja responsivo, de fácil navegação e leve.

Finalmente, se o seu objetivo é trabalhar por meio de aplicativos, é possível não só ter um exclusivo do seu estabelecimento, como também filiar seu negócio à apps como Ifood e Apptite, o colocando mais perto de ser encontrado por seus clientes.

Conclusão

As dicas mencionadas hoje, não só ajudará seu empreendimento a crescer, como também o aproximará ainda mais de seus clientes.

Mas para isso, é fundamental realizar a divulgação do seu negócio. Afinal, como as pessoas saberão que você realmente existe?

Crie campanhas, anúncios pelas redes sociais, promoções e conheça a linguagem do seu público-alvo. Assim, você conseguirá mais vendas, além de tornar a marca uma “amiga” de seus consumidores, o que é benéfico para você.

Agora que você já conhece as principais dicas para ter sucesso vendendo comida online, que tal compartilhar este artigo com outras pessoas?

Assim, além de nos ajudar, sempre conseguiremos trazer mais conteúdos como esse. E, se restou alguma dúvida, não hesite em nos chamar! Estamos disponíveis para ajudá-lo!

Grande abraço!

VENDER COMIDA