itens de segurança que não podem faltar no seu comércio

5 itens de segurança que não podem faltar no seu comércio

A violência no país é um problema sério que parece não ter solução. Ano após ano a taxa de criminalidade só aumenta nos principais estados do país, o que causa medo e angústia para a população.

Além de ser um problema social, a violência nas cidades do país também impacta negativamente a nossa economia do país. Isso porque a insegurança é uma das grandes vilãs de diversos setores econômicos, principalmente, o comércio. 

Os dados assustam: segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o número de assaltos no Brasil é o dobro da média mundial.

Com isso, a população se vê com medo, sempre em alerta dos perigos do dia a dia. No comércio varejista, por exemplo, os gastos com itens de segurança cresceram 331% nos últimos 10 anos. 

No entanto, o aumento de vendas no mesmo período foi inferior, de 245%. Isto é, os gastos para garantir a proteção do comércio está sendo maior do que a venda dessas empresas.

Essas informações foram retiradas de uma pesquisa feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e chocou a população. Este, portanto, é um problema realmente preocupante, que tira o sono de muitos empreendedores.

Nesse cenário cada vez mais complexo, o comércio se vê com a necessidade de buscar itens de segurança cada vez mais resistentes e confiáveis. Somente assim, eles minimizam as chances de perder suas mercadorias.

Além de tentar garantir a proteção dos empreendedores, colaboradores e clientes.  Se você vai abrir um comércio ou pretende aumentar a segurança do seu, é extremamente importante que você se atente na compra de determinados itens de proteção.

Como dissemos, eles não podem garantir que nada acontecerá, mas conseguem minimizar as oportunidades para os criminosos. Então, para ajudar, daremos 5 dicas de como aumentar a segurança de um comércio.

Dicas para aumentar segurança de comércios

Para um comerciante, a possibilidade de ser assaltado ou furtado é muito preocupante. Afinal, o empreendedor passa anos planejando como será sua empresa, contratando colaboradores e escolhendo a dedo o que será vendido.

São anos de muita dedicação para de repente, de um dia  para o outro, criminosos levarem tudo, incluindo, o caixa – aquele dinheiro tão importante para manter os funcionários, as contas fixas, entre outros custos comuns.

Diante deste cenário, é normal que os gastos com segurança aumentem consideravelmente. O medo de passar por essas situações é muito maior do que esses custos.

Por isso, surgem cada vez mais ferramentas de segurança no mercado, as quais podem ajudar os comerciantes a ficarem mais tranquilos e protegidos. Afinal, embora a mercadoria seja importante, a prioridade é sempre manter as pessoas que frequentam o local em segurança.

São ferramentas que vão além de cadeados, trancas, câmeras e portas de metal – estas já são conhecidas pelos criminosos e pouco eficientes. A seguir, indicaremos 5 dessas soluções que realmente podem te ajudar a proteger seu comércio, seus clientes, colaboradores e a você mesmo. 

Acompanhe e coloque as dicas em prática o quanto antes.

Trancas eletrônicas

Uma das ferramentas mais eficientes e tecnológicas atualmente são as trancas eletrônicas. Essas travas são muito mais resistentes do que as que estamos acostumados a ver.

Para poder ultrapassá-las é necessário ter equipamentos de alto nível e que fazem muito barulho, o que dificulta a entrada dos bandidos sem que ninguém veja ou escute. Sendo assim, colocar trancas eletrônicas nas portas e portões é essencial para garantir proteção atualmente.

Vale a pena estudar mais sobre elas! 

Botão do pânico

O botão do pânico já é conhecido entre os comerciantes e altamente eficaz. Embora ele não evite a entrada dos criminosos, pode ser um grande aliado na captura deles enquanto realizarem o assalto. 

Em casos de assalto presencialmente com uma arma apontada para o empreendedor, por exemplo, ele pode apertar este botão que, automaticamente, um telefone será feito para a polícia. 

Assim, é possível reduzir os danos nessas situações que não há muito o que ser feito. Para isso, claro, é essencial ter o sistema instalado no seu comércio e atualmente existem diversos modelos desse botão.

Indicamos que procure saber mais sobre essas soluções.

Aplicativos de monitoramento remoto

Hoje em dia, graças a tecnologia, é possível acompanhar o circuito de câmeras da empresa por meio de dispositivos ligados à internet, como os celulares, tablets, computadores e notebooks. 

Existem diversos aplicativos e sistemas específicos para isso. Assim, o empreendedor consegue acompanhar em tempo real tudo que está acontecendo no ambiente, configurar o programa para enviar avisos caso algo anormal ocorra, entre outros atalhos importantes. 

Com este tipo de sistema, quem ver as imagens pode tomar as medidas adequadas em tempo hábil para evitar prejuízos.

Portões de aço galvanizado automáticos

Outra forma de evitar que os bandidos entram no comércio – ou diminuir as chances disso acontecer – é a instalação de portões automáticos de aço galvanizado. Este é o material mais resistente do mercado, o qual impossibilita ações como arrombamentos.

Os automáticos são as alternativas mais viáveis neste caso para o empreendedor não precisar abrir e fechar o portão manualmente, dando espaço para a ação dos bandidos. As portas de enrolar automáticas são as mais conhecidas para comerciantes, são ótimas opções!

CFTV 

O CFTV – Circuito Fechado de Televisão  –  é um dos sistemas mais procurados quando o assunto é segurança de comércios. Basicamente, é um circuito de câmeras integradas que capturam, armazenam e monitoram tudo que está acontecendo no local.

É uma alternativa muito importante que todo empreendedor deveria ter!