Tráfego para e-commerce

Tráfego para e-commerce: O que é e como funciona

Você sabia que nós brasileiros ficamos conectados à internet por mais de nove horas por dia? Foi o que uma pesquisa feita pelas empresas Hootsuite e We Are Social apresentou.

Com tanta conexão e os acontecimentos dos últimos anos, como a pandemia, nossa migração para o mundo digital aconteceu rapidamente. Tudo isso fez com que o e-commerce entrasse na onda e apresentasse um crescimento cada vez maior.

E com tantos concorrentes investindo em maneiras de atrair novos clientes, como gerar tráfego para o seu e-commerce? Nós vamos ajudar você a resolver essa questão, separamos algumas dicas para ajudar você a gerar tráfego para seu e-commerce e aumentar suas vendas!

O que é tráfego para e-commerce

Antes de falarmos sobre as dicas, é importante entender o que é o tráfego para e-commerce e como ele funciona.

Basicamente tráfego é o  fluxo de visitas em determinada página da web. Ou seja, é a movimentação que sua loja virtual precisa para conseguir vender.

Quanto mais movimento, mais chance de vendas fechadas. 

Para que isso aconteça, existem algumas técnicas que podem ser aplicadas, como o investimento em tráfego pago e estratégias de tráfego orgânico. 

Vamos falar sobre todas e quais são as melhores maneiras para aplicá-las.

Tráfego orgânico

A grosso modo, o tráfego orgânico é todo aquele que não demanda investimento financeiro direto. 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o tráfego orgânico não é gratuito. Isso porque, apesar de não ser necessário investimento em mídia paga, elaborar e aplicar uma estratégia de tráfego orgânico é trabalhoso e leva tempo.

Por isso, quando se inicia uma estratégia de tráfego orgânico, os resultados começam a surgir entre seis meses e um ano.

O principal pilar do tráfego orgânico para e-commerce é o conjunto de técnicas chamado de Search Engine Optimization, ou SEO.

Resumidamente o SEO é uma junção de várias estratégias para colocar seu site nas melhores posições de mecanismos de busca, como o Google por exemplo.

Otimizar seu e-commerce para SEO é necessário por uma série de motivos, entre eles está o fato de que a grande maioria dos usuários se detém na primeira página de resultados dos mecanismos de busca, e a segunda é que as primeiras posições são extremamente disputadas.

Isso acontece porque os mecanismos de pesquisa realizam uma análise criteriosa de todas as páginas indexadas na Web e colocam os conteúdos ordenados de acordo com sua percepção de relevância.

Descrição dos produtos

Uma das principais formas de otimizar o seu e-commerce para SEO é descrever seus produtos de forma inteligente. Nunca use a descrição padrão enviada pelo fornecedor ou fabricante pois dessa forma estará abrindo mão de uma de uma série de benefícios.

Desse modo, entre algumas das melhores práticas para realizar a descrição dos seus produtos estão:

Otimize a descrição para SEO por meio da utilização de palavras-chave com alto volume de buscas relacionadas ao seu produto. Além disso, busque repetir a sua palavra-chave de modo a representar entre 1% e 3% do total de palavras da página. 

Por exemplo, se a sua página contém 1000 palavras, repita a palavra-chave relacionada ao produto entre 10 e 30 vezes.

Mas lembre-se de ser sempre natural e inserir a palavra-chave de maneira que realmente faça sentido, do contrário os mecanismos de busca penalizam a página por spamming.

Fora isso, realize a descrição de maneira criativa, expondo mais do que apenas os atributos técnicos do item, busque expor os benefícios e vantagens relacionados à utilização do produto,

Crie um blog para seu e-commerce

Independente de qual seja a atividade da sua empresa, criar um blog e alimentá-lo com conteúdos educativos e construtivos é uma das melhores maneiras de gerar tráfego para e-commerce.

Basicamente o blog funciona para demonstrar autoridade em sua área de atuação. Por exemplo, se você comercializa eletrônicos pode fazer postagens em seu blog sobre tecnologia. 

Desse modo, a percepção do público a respeito da expertise do seu e-commerce no segmento se torna mais positiva.

Além disso, postar em um blog no seu e-commerce faz com que o Google também enxergue seu site como relevante, visto que os usuários buscam soluções para problemas relacionados à sua área de atuação.

Tráfego pago

Enquanto no tráfego orgânico os resultados demoram um pouco a começar surgir,  no tráfego pago eles são praticamente instantâneos. 

Isso acontece porque ao investir em anúncios pagos a plataforma utilizada coloca a página escolhida em evidência, independentemente dos fatores de ranqueamento dos mecanismos de busca.

Para que essa estratégia funcione, é preciso pensar em um plano de mídia, definindo quais serão os objetivos e como alcançá-los. Existem uma série de ferramentas disponíveis para realizar anúncios pagos, cada uma com suas particularidades. Falaremos um pouco das principais a seguir.

Facebook Ads

No Facebook Ads é possível criar diversos tipos de mídia para anúncios, como em fotos, vídeos e textos. 

Ele também oferece a possibilidade de segmentação do público, onde você pode definir a exibição do seu anúncio com base em interesses, gênero, idade, profissão, status de relacionamento, localização e muito mais.

Instagram Ads

Correlato ao Facebook Ads, o Instagram Ads é excelente para aproveitar o apelo visual do Instagram. Também possibilita fazer anúncios em vários formatos como stories, reels e até no IGTV.

Google Ads

Essa é a plataforma mais utilizada para anúncios. Com o Google Ads é possível anunciar na rede de pesquisa, no YouTube, em aplicativos e sites parceiros do Google Adsense.

Há também a possibilidade em segmentar o público definindo sua localidade, gênero, faixa etária e outros, mas o principal recurso do Google Ads é a compra de palavras-chave, que possibilita que seu anúncio apareça para usuários que buscam por um termo específico. 

A ferramenta também possibilita testes A/B para validar quais estratégias estão sendo eficazes e quais não. Dessa maneira você pode saber o que melhorar, caso necessário.

Continue acompanhando nosso blog e encontre mais temas como esse!