Leilão de imóveis

Leilão de imóveis, veja 15 dicas para aproveitar os descontos e comprar o seu imóvel

Cada vez mais se torna comum a realização dos leilões de imóveis. Com a ajuda da internet e da pandemia, esse modelo de compra de imóvel se consolidou no mercado, trazendo inúmeras oportunidades e descontos.

Mas como investir em leilões de imóveis? Apesar das grandes oportunidades, é necessário ter cuidado para evitar os riscos de comprar o imóvel num leilão. Um grande desconto pode virar um pesadelo.

É pensando nisso que montamos as 15 dicas a seguir que vão lhe mostrar como comprar o imóvel de leilão!

​Leilões de imóveis: como comprar o imóvel de leilão em 15 dicas!

Se o imóvel de leilão não estiver barato, simplesmente não compensa investir nele.”

O leilão de imóveis é um evento realizado por grandes bancos (como os leilões Caixa), por empresas e pessoas físicas ou por decisão judicial. Nele, é possível encontrar imóveis com desconto de até 80%.

Porém, apesar dos enormes descontos, existem os riscos de comprar o imóvel em um leilão. Para que não sofra com eles, aqui vão algumas dicas de como comprar o imóvel de leilão!

​1. Antes de qualquer coisa, leia o edital do leilão

No edital do leilão, estão todas as informações necessárias sobre o leilão em si e o imóvel a ser leiloado. Além disso, está presente nele as suas responsabilidades e a do vendedor, assim como os impostos e dívidas.

​2. Pesquise os preços praticados

Na pesquisa de imóvel, você deve realizar uma avaliação para saber se o desconto oferecido realmente vale a pena. Se possível, conte com a ajuda de um corretor para entender o motivo do preço tão baixo do imóvel do leilão.

​3. Pesquise pelas informações certas

Para melhor investir em leilões de imóveis, você deve ter em mãos as informações mais essenciais a serem pesquisadas:

  • Dívidas antigas;
  • IPTU;
  • Condomínio;
  • Documentos;
  • Edital do imóvel.

​4. Conte com um local seguro para comprar um imóvel

Para investir em leilões de imóveis, você deve contar com uma empresa segura que tenha sido autorizada para leilões. Além disso, deve ser bem avaliada por antigos clientes.

​5. Entenda a diferença entre leilão judicial e extrajudicial

O leilão judicial se trata daquele realizado por um juiz para a ação de execução do bem em situação de falência ou dívida de condomínio. Já o extrajudicial pode ser realizado por diferentes fontes, sem a presença do Estado ou do Poder Judiciário.

​6. Crie alguma estratégia de lances

Antes de tentar comprar um imóvel, você deve definir qual será a sua estratégia de lances. Estabeleça o valor máximo que pode oferecer e defina como será a sua progressão a partir do lance mínimo.

​7. Tenha paciência

Um dos grandes riscos de comprar um imóvel em leilão é o tempo que pode levar para entrar nele. Em muitos casos, a casa ainda não foi desocupada, sendo necessário que ganhe uma carta de arrematação para solicitar a desocupação.

​8. Prefira os imóveis desocupados

Para entrar com a ação de despejo do antigo ocupante, há um custo adicional com a taxa de condomínio atrasada e a ação judicial. Por esse motivo que deve preferir um imóvel já desocupado.

​9. Se possível, visite o imóvel de leilão antes da compra

Além de todos os gastos com o imóvel, também considere o custo da reforma. Visite o espaço antes de fechar o negócio e leve um arquiteto para ter uma boa avaliação.

​10. Pague o valor à vista

Apesar de existir o financiamento, os juros costumam ser muito altos, o que acaba tirando bastante do desconto que teve na compra do imóvel. Prefira o pagamento à vista.

​11. Contrate uma assessoria jurídica

Uma boa assessoria jurídica é capaz de realizar varreduras no histórico do imóvel e de encontrar processos contra o espaço ou o antigo proprietário.

​12. Sempre baseie os seus lances em pesquisas

Confira o preço de imóveis semelhantes na região do seu alvo, busque informações em imobiliárias e estipule um teto. Com esses dados, poderá dar lances mais seguros.

​13. Não esqueça de levantar os riscos de comprar o imóvel em leilão

Considerando que está avaliando imóveis com valor abaixo do preço de mercado, é importante que levante todos os riscos envolvidos na sua obtenção.

​14. Registre a propriedade após arrematar

O imóvel que você está interessado pode estar sendo leiloado em outras penhoras. Por esse motivo, busque o cartório para registro do imóvel o mais rápido possível!

​15. Você pode desistir do imóvel se provar que foi enganado

Se você provar judicialmente que foi enganado ou que existiram informações ocultadas pelo leiloeiro ou credor, pode desistir do imóvel já arrematado. Dessa maneira, você consegue evitar mais um risco nos leilões de imóveis!