Dicas para reformar a casa

Dicas para reformar a casa

Você sabe como reformar a sua casa de maneira adequada? Muita gente acaba se confundindo e, até mesmo, gastando mais dinheiro do que deveria quando o assunto é reformar ou construir uma residência. Por isso, algumas dicas precisam ser devidamente seguidas para evitar transtornos.

Com apenas alguns cuidados a serem levados em consideração, será possível realizar uma boa reforma e, consequentemente, ter um ambiente mais aconchegante e que seja totalmente confortável de passar ainda mais tempo.

Comece pelo básico: planejamento

De acordo com a empresa Eco Maquinas, o planejamento é uma etapa inteiramente indispensável para garantir que a sua reforma seja completa e inteiramente coerente com as ideias iniciais. Sendo assim, antes de fazer qualquer coisa, será preciso levar em consideração quais áreas precisam ser reformadas e quais devem ser tomadas como prioridade na hora de começar.

Quando os donos da casa fazem um planejamento bem detalhado e levam em consideração todas as necessidades do imóvel, fica muito mais simples reduzir o risco de gastar mais do que o necessário, além de extinguir qualquer possível atraso. É sempre importante dividir todos os processos da reforma em etapas.

Muita gente acaba se deparando com alguns problemas relacionados a imprevistos e cálculos fora da receita planejada. Por isso, sempre que houver um bom planejamento, será possível deixar de lado qualquer possível surpresa que possa não ser agradável, bem como perceber o problema rapidamente e mudá-lo o mais rápido possível.

Além de tudo o que foi mencionado, o processo de planejar vai ajudar a evitar problemas como acabar colocando gesso no teto logo após fazer o piso. Ao saber em qual ordem cada etapa da reforma está, não será necessário se preocupar com possíveis pingos brancos em toda a parte do local.

Tenha um limite de gastos

Ter um limite de gastos é essencial para evitar que os custos da reforma acabem passando muito do controle anteriormente pensado. Sendo assim, antes mesmo de começar a contratar os profissionais que irão trabalhar na sua residência, coloque todos os valores na ponta do papel, evitando, também, o atraso de pagamento.

É sempre importante levar em consideração alguns gastos extras, como água ou luz. Dependendo da maneira como a reforma será feita, é possível que o consumo de ambos os recursos acabem extrapolando um pouco o que havia sido planejado. Por isso, sempre estabeleça uma média de preço para a situação.

Sempre avalie qual a capacidade de pagamento. Se você tiver um companheiro, é importante que ambos comecem a se planejar para juntar dinheiro. Ainda que um novo ambiente seja muito desejado, será preciso ter tudo programado para não acabar devendo depois do período da reforma.

Escolha os profissionais certos

Assim como em qualquer outra área, para realizar uma boa reforma na sua casa, é necessário escolher profissionais que saibam exatamente o que estão fazendo. De nada adianta escolher o mais barato e, no final das contas, acabar entregando um trabalho pouco completo e com várias falhas visíveis.

Sendo assim, caso tenha algum conhecido que já fez uma boa reforma na casa, peça o contato da empresa ou dos profissionais que estão envolvidos. Dessa maneira, ficará muito mais fácil acertar na escolha e, ainda por cima, ter a certeza de que o trabalho a ser finalizado na sua residência será o melhor possível.

Além de poder escolher os profissionais com um critério para que a sua obra saia conforme o planejado, é importante lembrar que cada etapa do serviço de reforma precisa ter um prazo. Para quem deseja ganhar tempo fazendo mais de uma etapa ao mesmo tempo, é válido ressaltar os perigos dessa ação.

Tenha um cronograma definido

O controle do tempo é um dos fatores mais relevantes de toda a reforma da sua casa. Para quem vai usar tijolos ecológicos para a construção de paredes, é necessário levar em consideração o tempo que será preciso para que eles fiquem prontos e com uma superfície firme para a aplicação no local.

Além disso, também é importante contar com a ajuda de um profissional para que seja mais simples definir alguns prazos. Também é importante levar em consideração prazos reais, para que nem tudo seja feito às pressas e, de certo modo, possa vir a atrapalhar a execução do seu projeto.

Tenha em mãos um calendário e anote, em cada dia do mês, ou em um dia específico da semana, qual etapa do trabalho será realizada naquele momento. Lembre-se, também, de anotar em um caderno quantos dias serão precisos para pintar, lixar ou para erguer uma parede. Assim, nada sairá do controle.

Não tenha pressa

Já ouviu falar naquele ditado popular que diz que “a pressa é inimiga da perfeição”? Isso também se aplica ao âmbito das reformas. Quanto mais pressa você tiver, pior será para a execução de um serviço. Uma determinada etapa da construção precisará levar mais tempo do que uma outra para que a execução seja impecável.

Ainda que o controle do tempo seja importante, é necessário que um prazo real seja totalmente cabível seja estabelecido. Só assim ficará mais fácil conseguir controlar a ansiedade e também compreender que é necessário ter mais tempo para receber uma boa execução.

Adquira materiais de qualidade

Para finalizar as dicas de reformar para a sua casa, que tal começar a comprar materiais de alta qualidade? Se você quer ter uma residência bonita, com maior durabilidade e serviços impecáveis, então comece pela matéria-prima. Lembre-se que, muitas vezes, o barato vai sair caro.

Para quem deseja ter uma casa muito mais bonita, de acordo com as preferências da natureza e, ainda por cima, possa usufruir de uma maior durabilidade, a utilização de tijolos ecológicos é muito recomendada. Isso porque, além de ter um baixo custo de produção, o item é muito resistente ao clima e deixa o ambiente ainda mais agradável.

Lembre-se sempre de pensar nos riscos que você poderá correr ao optar por um material barato e pouco valorizado no mercado. Além de uma residência reformada de modo adequado, também será preciso se preocupar a longo prazo para não precisar reformar novamente em um curto espaço.