tecnologia 4.0

Como a tecnologia 4.0 pode ser benéfica durante a pandemia?

A Tecnologia 4.0 é relevante em praticamente qualquer cenário atual e sua relevância não é novidade. Contudo, agora ela é ainda mais indispensável.

Em tempos tão incertos como o que vivemos, durante a pandemia, menos precisa ser mais. Saber otimizar recursos é fundamental para sua empresa sobreviver ao momento atual e tirar lições importantes disso, dando ênfase para a produtividade e uma boa gestão, tanto da matéria-prima, nas indústrias, quanto das próprias pessoas, em qualquer negócio.

Mas, para entender como a tecnologia 4.0 pode ser vantajosa na indústria 4.0, é necessário compreender um pouco mais a fundo o que ela significa.

Vamos aprender?

O que é a tecnologia 4.0?

A tecnologia 4.0 surgiu com a quarta revolução industrial. Trata-se de um conceito tecnológico mais conectado e flexível, onde a produtividade e a economia são o foco. Isso acontece através de tecnologias como inteligência artificial, computação em nuvem, robótica, internet das coisas e várias outras.

Com a tecnologia 4.0, uma empresa pode controlar melhor a forma como utiliza recursos, incluindo os próprios colaboradores. Essa aplicação se popularizou bastante na indústria, onde processos manuais foram substituídos pelo acompanhamento de dashboards através de dispositivos fáceis de transportar e acessar.

Entretanto, a tecnologia não se limita apenas às fábricas, podendo ser utilizada em praticamente qualquer segmento. As principais inovações estão na robótica, nas interfaces humano-máquina, na integração de diferentes tecnologias, Big Data, Inteligência Artificial, Cloud Computing, Manufatura Digital e muitas outras.

Como a tecnologia 4.0 está mudando o dia a dia nas empresas?

A ideia geral é conectividade, agilidade e eficiência. Cada empresa reage de uma forma às inovações propostas pela tecnologia 4.0, mas todas são capazes de usufruir de benefícios diversos gerados pelas inovações constantes.

Inovações são percebidas até mesmo em setores onde, talvez, o empresário não imagina que seja possível inovar. O RH, por exemplo, é muito beneficiado pela tecnologia 4.0.

Enquanto o RH foi visto, por muitos anos, como burocrático e atrasado, como um peso nas empresas, a tecnologia 4.0 chegou para colaborar com mudanças muito relevantes para os profissionais dessa área. De fato, o RH já foi burocrático demais, e ainda é em várias partes do Brasil. Contudo, a quarta revolução industrial modernizou as operações do departamento, facilitando o recrutamento e seleção, a retenção de talentos e a execução de várias outras tarefas diárias.

Os benefícios diários da tecnologia 4.0 não se aplicam só ao RH, porém. Na indústria, cada vez menos pessoas são necessárias no chão de fábrica. O elemento humano é indispensável e colabora com o controle e supervisão das máquinas. Mas, já não é mais preciso correr para apertar botões e puxar alavancas. Em vários casos, a produção pode continuar até fora do expediente, sem que seja preciso ter funcionários disponíveis na indústria.

Empresas diversas podem aproveitar a tecnologia 4.0 para capturar e processar um grande volume de dados, gerando relatórios precisos para uma tomada de decisões mais estratégica e menos arriscada. Esse é o papel do Big Data.

Outra inovação que vale a pena mencionar é o Cloud Computing. O armazenamento de arquivos pode demandar uma infraestrutura bem grande e pouco econômica, quando conta com servidores.

Enquanto o armazenamento tradicional é pouco flexível e traz gastos exorbitantes para empresas que não contam com o Cloud Computing, o armazenamento em nuvem é econômico, flexível e escalável. A empresa pode aumentar ou reduzir o armazenamento contratado, de acordo com a demanda, sem que seja necessário realizar obras e adaptações dentro do negócio.

Apenas alguns exemplos são suficientes para ilustrar como a tecnologia 4.0 colabora com o dia a dia de um negócio. O porte da empresa não importa, sempre haverá uma solução para facilitar a sua vida.

Como a tecnologia 4.0 foi benéfica na pandemia do novo coronavírus?

Com todas essas informações sobre a tecnologia, fica mais fácil entender por que a tecnologia 4.0 fez a diferença durante a pandemia, não é mesmo?

Em termos de armazenamento de informações, empresas cuja demanda foi reduzida precisaram apenas adaptar seus planos de armazenamento na nuvem para economizar um pouco mais. A indústria pôde otimizar a produção ao ter tudo sob controle através das interfaces humano-máquina, mesmo com a eventual redução de pessoal.

As empresas que trabalham com grandes volumes de dados puderam tomar decisões de forma mais coerente e antecipada, com risco reduzido.

Surgiram muitas maneiras de reduzir gastos aqui e ali, otimizar o trabalho e gerar mais inteligência para fazer mais com menos. E isso tem um grande potencial para o futuro do negócio. Afinal, ainda que os tempos tenham sido – e ainda sejam – difíceis, a experiência vale como aprendizado sobre o que fazer e o que não fazer com sua empresa, dentro e fora de uma crise.

O que esperar da tecnologia 4.0 para o futuro?

A tecnologia 4.0 não é nova. Mas, ainda está engatinhando. Em um futuro próximo, podemos esperar que ela se torne parte da realidade de um número ainda maior de empresas, mesmo que de forma tímida. As empresas deverão trabalhar com maior previsibilidade, conhecendo as oportunidades, ameaças e possibilidades para seus próprios negócios.

Essa é uma revolução que chegou para ficar, e se sua empresa quer fazer parte do futuro do mercado em que atua, precisa se adequar a essa realidade. A tecnologia 4.0 não é o futuro dos negócios, mas sim o presente deles. Estar pronto para o que virá depois requer abraçar a fase atual e tirar o máximo de proveito dela.