Tratamento alternativo para depressão

EMT: Tratamento alternativo para depressão

Escolher um tratamento alternativo para depressão é um caminho a considerar, afinal, os medicamentos são recheados de efeitos colaterais e na maioria dos casos, só devem ser usados como última alternativa.

Um desses tratamentos alternativos é Estimulação Magnética Transcraniana (EMT), esse tratamento trata depressão sem medicamentos.

A Estimulação Magnética Transcraniana (EMT) é um procedimento não invasivo que usa campos magnéticos para estimular as células nervosas no cérebro para melhorar os sintomas da depressão.

É normalmente usada quando outros tratamentos para depressão não foram eficazes. Este tratamento para a depressão envolve a administração de pulsos magnéticos repetitivos, por isso é chamado de EMT repetitivo ou EMTr.

Durante uma sessão de Estimulação Magnética Transcraniana, uma bobina eletromagnética é colocada contra o couro cabeludo, perto da testa. O eletroímã fornece, sem dor, um pulso magnético que estimula as células nervosas na região do cérebro envolvida no controle do humor e na depressão.

Acredita-se que ele ative regiões do cérebro que diminuem a permanência da depressão. Embora os estudos especializados do porquê a Estimulação Magnética Transcraniana não seja completamente compreendida, a estimulação parece afetar o funcionamento do cérebro, o que, por sua vez, parece aliviar os sintomas de depressão e melhorar o humor.

Há diferentes maneiras de realizar o procedimento e as técnicas podem mudar à medida que os especialistas aprendem mais sobre as formas mais eficazes de realizar os tratamentos.

A depressão é uma condição tratável, mas para algumas pessoas, os tratamentos padrão não são eficazes.

Dessa forma, um Tratamento alternativo para depressão como a Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva é normalmente usada quando os tratamentos padrão, como medicamentos e psicoterapia, não funcionam.

Por ser uma forma não invasiva de estimulação cerebral usada para a depressão, ao contrário da estimulação do nervo vago ou estimulação cerebral profunda, a EMTr não requer cirurgia ou implantação de eletrodos.

E, ao contrário da terapia eletroconvulsiva (ECT), a Estimulação Magnética Transcraniana não causa convulsões ou requer sedação com anestesia. Geralmente, a EMTr é considerada segura. No entanto, pode causar alguns efeitos colaterais. Eles podem incluir:

  • Dor de cabeça;
  • Desconforto no couro cabeludo no local da estimulação;
  • Formigamento, espasmos ou contração dos músculos faciais;
  • Tontura;

Efeitos colaterais graves são raros, como por exemplo:

  • Convulsões;
  • “Mania”, especialmente em pessoas com transtorno bipolar;
  • Perda auditiva se houver proteção auditiva inadequada durante o tratamento.

O médico pode ajustar o nível de estimulação para reduzir os sintomas ou pode recomendar que você tome um analgésico de venda livre antes do procedimento.

A Estimulação Magnética Transcraniana não requer anestesia e não precisa pedir que alguém o leve para casa após o tratamento – a menos que, para o primeiro tratamento, você prefira que alguém dirija até ter uma noção de como se sentirá depois.

É importante realizar consultas médicas antes de optar por um tratamento alternativo para depressão

Antes de considerar o tratamento alternativo para depressão, é bom lembrar que qualquer tratamento de saúde, é importante consultas médicas para se certificar de que é a melhor solução para o paciente e com a EMT não é diferente.

A EMT repetitiva geralmente é realizada em um consultório médico ou clínica. Requer uma série de sessões de tratamento para ser eficaz.

Se a Estimulação Magnética Transcraniana funcionar, seus sintomas de depressão podem melhorar ou desaparecer completamente.

O alívio dos sintomas pode levar algumas semanas de tratamento e a eficácia do procedimento pode melhorar à medida que os pesquisadores aprendem mais sobre as técnicas, o número de estímulos necessários e os melhores locais no cérebro para estimular.

Após a conclusão das sessões, o tratamento padrão para depressão – como medicação e psicoterapia – pode ser recomendado como tratamento contínuo e complementar.

No entanto, se a depressão melhorar com a Estimulação Magnética Transcraniana e, mais tarde, tiver outro episódio de sintomas, o tratamento com EMTr pode ser repetido. Isso é chamado de re-indução.

Se os seus sintomas melhorarem com o tratamento alternativo para depressão, EMTr, discuta as opções de tratamento contínuo ou de manutenção para sua depressão com o médico.

Ficou com alguma dúvida sobre o tratamento alternativo para depressão, conte aqui nos comentários.