Sinistro de seguros

Sinistro de seguros. Saiba mais sobre esse termo

Ao pesquisar ou falar sobre seguros você com certeza já se deparou com o termo sinistro. No universo dos seguros são utilizadas diversas nomenclaturas específicas, o que pode confundir quem está pesquisando ou pensando em contratar um seguro. 

Ah mas como eu faço para entender melhor sobre sinistro de seguros? Saiba que você veio ao lugar certo! Continue lendo esse post para entender o que é o sinistro, além de saber como acioná-lo e também como utilizá-lo para terceiros, no caso de seguro auto.

Mas afinal, o que é um sinistro?

Ao contratar um seguro você encontrará informações sobre sinistro, mas você já se perguntou o que ele significa?

O sinistro é toda situação prevista na apólice do seguro contratado, não importando de que forma a situação aconteceu. O importante para acionar o sinistro é saber se essa situação possui cobertura e está indicada na apólice.

Além disso, o sinistro pode ser considerado como parcial e integral. No caso do seguro auto uma perda parcial ocorre quando há, por exemplo, uma colisão, alagamento ou incêndio e o reparo do veículo é efetuado. Sinistro integral ocorre quando, por exemplo, o veículo é roubado e a seguradora indeniza o valor total do carro.

Vamos a um exemplo prático: você contratou um seguro auto que possui cobertura contra colisões. No caso de ocorrer uma colisão, você poderá acionar o sinistro e, ocorrendo um sinistro, a seguradora fará a indenização do segurado.

Agora que entendemos melhor o que é o sinistro vamos conhecer o seu funcionamento.

Como funciona o acionamento do sinistro?

Agora que aquela situação a qual você contratou o seguro aconteceu, o que deve ser feito? Como eu recebo a minha indenização? Com quem eu falo? O que eu faço?

Todos que contratam um seguro o fazem pensando em se proteger, se cuidar, se preparar para o futuro. Mas acionar o sinistro não é exatamente o momento mais esperado, não é mesmo?

A maneira como se aciona o sinistro pode mudar dependendo da seguradora e baseado no tipo de seguro. A orientação nesses casos é a mais clara possível: acontecendo um sinistro, entre em contato com a sua seguradora e informe sobre o ocorrido. Assim a mesma orientará sobre qual documentação é necessária e quais serão os próximos passos. 

Aqui vão algumas dicas valiosas e no que você deve se atentar na hora de acionar o sinistro.

  • entender se aquela situação ocorrida é coberta pelo seguro;
  • manter sempre de fácil acesso o contato de sua seguradora para ligar e esclarecer suas dúvidas;
  • ao contratar o seguro já verifique quais serão os documentos e informações que você precisará para acionar um sinistro.
  • os sinistros mais comuns para acionamento são os de seguro auto e seguro de vida, por isso saiba os procedimentos para acionar nesses casos.

Como eu aciono o sinistro do seguro auto?

O momento de acionar o sinistro chegou e tudo o que você precisa é não se assustar, saber como agir e assim manter a calma, seguindo algumas instruções:

1 – Para abertura do sinistro do seguro auto será necessária sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), o documento do veículo e um boletim de ocorrência, no caso de haver terceiros envolvidos;

2 – Como citado anteriormente, para casos de terceiros envolvidos, não esqueça de fazer o boletim de ocorrência (B.O);

3 – No caso de necessidade de um guincho, prefira sempre solicitar diretamente a sua seguradora.

Como eu aciono o sinistro do seguro de vida?

Nos seguros de vida existem diversas situações e essas podem variar, como nos casos de afastamento temporário, invalidez permanente ou mesmo morte, e em cada situação serão solicitados documentos específicos..

Para alguns casos será necessária a verificação do tempo de franquia e carência, como por exemplo em casos de diária por incapacidade temporária. Sempre comprove a situação através de exames médicos, como nos casos de seguros voltados para doenças graves, além de outros documentos.

Depois de todas essas dicas esperamos que, no momento que seja necessário solicitar o sinistro, essa não seja uma tarefa difícil e que você se saia muito bem! 

Lembre-se, ao entender melhor como funciona o seu seguro e tudo o que envolva prazos, carências, coberturas e franquia já é um ótimo passo e evitará as temidas confusões.