hard skills e soft skils

Hard Skills e Soft Skills: saiba quais são as diferenças

Se você está procurando uma colocação no mercado de trabalho ou se você tem conhecimento sobre recursos humanos, com certeza, você já ouviu falar sobre hard skills e soft skills. Você sabe o que significam estes termos? Eles se referem a habilidades necessárias para o trabalho, mas se diferem pelo tipo de aptidão como mostraremos no texto.

Hoje em dia, apenas habilidades técnicas, conhecidas como hard skills, não são mais suficientes para conquistar uma vaga de trabalho. Atualmente, o mercado de trabalho cobra dos profissionais um monte de habilidade socioemocionais, chamadas soft skills, que também são importantes para o convívio em equipe e a produtividade. 

Para entender quais são as diferenças, é preciso entender o que são soft skills e hard skills.

O que são hard skills?

Por muito tempo, as hard skills foram as habilidades mais importantes para qualquer pessoa conseguir um emprego. Isso porque elas são importantes por sua natureza. As hard skills são as habilidades técnicas que um profissional precisa ter para desempenhar uma função. 

Se você quer trabalhar como administrador de empresas, você precisa se formar em administração e fazer cursos técnicos, treinamentos que lhe capacitem a gerir um setor. Essas são informações que podem ser vistas no currículo dos candidatos, sendo destaque por conta de sua relevância para a vaga. 

Em tese, para um gestor de recursos humanos é muito mais fácil analisar as hard skills porque é possível notá-las no currículo e testá-las em etapas do processo seletivo. 

Exemplos de hard skills

  • Fluência em idiomas
  • Diploma de graduação, pós-graduação, MBA e etc
  • Certificados de cursos técnicos, treinamentos e workshops

O que são soft skills? 

De um tempo para cá, as habilidades socioemocionais estão cada vez mais importantes para a obtenção de uma vaga de emprego. As soft skills estão ligadas a aptidões mentais de um candidato para assumir uma vaga. 

Dessa maneira, as soft skills são difíceis de serem compreendidas num primeiro momento porque não são atestadas por um curso, diploma ou certificado. Elas abrangem toda a experiência do convívio social que são habilidades desenvolvidas ao longo da vida. 

A importância das soft skills nos processos seletivos aumentou consideravelmente nos últimos anos. Isso acontece porque a área de recursos humanos começou a notar que apenas habilidades técnicas não eram suficientes para um bom desempenho profissional. 

Ter um profissional que tecnicamente é perfeito, mas tem dificuldades para lidar com o trabalho em equipe, com a pressão por resultados e outros fatores emocionais provavelmente não refletirão em produtividade e bom desempenho. 

Exemplos de soft skills 

  • Motivação 
  • Persuasão
  • Empatia
  • Resiliência
  • Autoconhecimento
  • Equilíbrio emocional 

Qual é a diferença entre hard skills e soft skills? 

A principal diferença entre hard skills e soft skills é a capacidade de comprovar essas competências. As hard skills são facilmente identificáveis e perceptíveis dentro de um processo seletivo. Um profissional de RH pode facilmente identificar hard skills olhando o currículo de um candidato. 

Até mesmo em dinâmicas do processo seletivo, será possível testar as hard skills necessárias para uma função, nem que seja com uma montagem básica de um trabalho ou tarefas pequenas. Mesmo assim dá para ter a percepção do quanto a pessoa é competente nas hard skills requisitadas. 

Já as soft skills só são perceptíveis por meio de um conhecimento mais profundo dos candidatos. Dentro do processo seletivo, o RH planeja dinâmicas que testam as soft skills por meio de testes comportamentais e psicológicos. Isso torna possível para os recrutadores terem uma percepção sobre as soft skills que um profissional possui. 

Como desenvolver hard skills e soft skills? 

As hard skills são habilidades que podem ser adquiridas por meio de faculdades, cursos técnicos ou mesmo cursos livres com certificação. Para ter ideia de quais habilidades desenvolver, você precisa mapear quais são os principais requisitos técnicos para os cargos que você almeja alcançar. 

A partir disso, você pode se planejar para iniciar os cursos para desenvolver as habilidades necessárias para alcançar a carreira que você espera. E apesar de serem menos perceptíveis no primeiro momento, também é possível desenvolver as soft skills mais desejadas do mercado. 

Então, busque pesquisar quais são as soft skills necessárias para a sua profissão, avalie as suas necessidades, peça feedbacks e entenda como você pode desenvolver estas habilidades. 

Para as empresas, é preciso desenvolver treinamentos, métodos de incentivar soft skills e hard skills. Não há como pensar em pegar um profissional 100% pronto, além disso ajudar um profissional a se desenvolver é uma forma de atrair e reter talentos. 

Para todos que estão inseridos ou esperam se recolocar no mercado de trabalho, traçar objetivos para desenvolver hard e soft skills é fundamental para o seu futuro profissional. Para as empresas também é importante incentivar o crescimento dos seus colaboradores como uma forma de reter talentos e transformar um profissional promissor em um grande líder.