maiores decepções da Marvel nos cinemas

As maiores decepções da Marvel nos cinemas

O MCU, sigla para o Universo Cinematográfico da Marvel, nasceu em 2008 e foi aos poucos trabalhando e desenvolvendo seus personagens até explodir nos cinemas com os Vingadores e muitos outros heróis e histórias épicas. Por 11 anos, o estúdio construiu uma história complexa e interligada, culminando nos épicos Guerra Infinita e Ultimato.

Porém, a contribuição da Marvel para a ascensão do gênero de super-heróis vai além do MCU. Afinal, mesmo que com os direitos de seus personagens espalhados em outros estúdios, os filmes de personagens da Marvel vieram junto da chegada do século 21.

Em 2000, tivemos o primeiro X-Men, enquanto dois anos depois, veio o revolucionário Homem-Aranha estrelado por Tobey Maguire. Portanto, não é exagero dizer que a Marvel transformou a cultura pop no que é hoje, fortalecendo o fenômeno dos heróis nos cinemas e TV.

Porém, como toda boa história de sucesso, é impossível que não tenhamos pisadas na bola e erros completos, resultando em decepções que até hoje aterrorizaram os fãs. Portanto, separamos hoje algumas das maiores decepções que os fãs já passaram com a Marvel nos cinemas.

5. X-Men: Fênix Negra

Em 2006, os fãs da Marvel se surpreenderam negativamente com a chegada de X-Men: O Confronto Final. A decepção se deu pelo fato do seu antecessor, o aclamado X-Men 2, ser infinitamente SUPERIOR e merecedor de uma continuação melhor.

O filme não trouxe uma versão muito grandiosa e fiel da Saga da Fênix Negra nas HQs, e dividiu os fãs com decisões ousadas para a época, como matar o Ciclope e Xavier nos primeiros minutos de filme. Não se deixe enganar, o tempo fez muito bem ao filme, que é realmente bacana!

Mas acontece que esse sentimento de decepção convenceu aos fãs e à Fox que precisávamos de uma nova tentativa. Daí surgiu o último filme dos X-Men pela Fox antes da grande empresa ser comprada pela Disney.

Fênix Negra, de 2019, é um filme realmente digno do título de DECEPÇÃO, mesmo que muitos fãs já suspeitassem que teríamos problema. Uma história reciclada de X-Men 3 e de todos os filmes estrelados por James McAvoy, Jennifer Lawrence e Michael Fassbender.

Apesar de dessa vez trazer a Fênix Negra como uma entidade cósmica dentro de Jean Grey, nem mesmo serviu como uma adaptação decente da icônica HQ. Amargurou com um dos maiores fracassos de bilheteria da história da Marvel.

4. O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

Ser fã de filmes de heróis e realmente gostar desse universo traz tarefas complicadas como extrair algo positivo de uma verdadeira tragédia. É o caso do segundo Espetacular Homem-Aranha, filme de 2014 que marcou a despedida de Andrew Garfield como Peter Parker (Apesar de ele poder estar de volta no Homem-Aranha 3 de 2021, mas enfim…).

Com um roteiro bagunçado e lotado de arcos desinteressantes, tivemos uma adaptação do vilão Electro que não fez jus à escalação do premiado ator Jamie Foxx.

O foco que ninguém queria na história da morte dos pais de Peter e muitos personagens coadjuvantes, tivemos ainda uma ridícula adaptação de Norman Osborn morrendo na sua primeira cena e um Duende Verde que fosse literalmente um duende!

Apesar de conter lindas cenas envolvendo o romance de Peter e Gwen, e até a morte da personagem, o filme foi uma grande decepção e parecia ainda pior em comparação ao que os fãs viam no MCU.

3. Homem de Ferro 3

O MCU conquistou algumas das maiores bilheterias do mundo, mas mesmo atingindo a marca de 1 bilhão de dólares, o sucesso de Homem de Ferro 3 não foi maior que a decepção dos fãs.

Depois do hype gigantesco do primeiro Vingadores, eis que tivemos o decepcionante último filme solo estrelado por Robert Downey Jr. 

Exagerado no humor e piadas cortando o clima e a trama, um fator REVOLTOU os fãs e incomoda até hoje: a reviravolta de que o vilão Mandarim, um dos mais famosos da Marvel e aguardado contra o Homem de Ferro desde 2008, era uma farsa e um ator contratado para fingir ser um terrorista.

Pegou tão mal que a Marvel teve que fazer o Mandarim de verdade agora em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis.

2. Wolverine Imortal

Sim, eu sei que existe uma aparente maior decepção com o Wolverine nas telonas. Já que ‘X-Men Origens: Wolverine’ veio se aproveitando do hype em cima do mutante de Hugh Jackman na trilogia original, mas foi uma verdadeira catástrofe.

Um filme farofa que mais parecia um filme de ação B feito para DVD. Por mais que ele seja o pior filme do Wolverine, vamos te explicar PORQUE Wolverine Imortal é mais decepcionante.

Afinal, o filme veio com a promessa de compensar os fãs pela tragédia de 2009, e realmente parecia dar certo, com a confirmação do diretor Daren Aronofsky (Réquiem para um Sonho, Noé, Mãe, Pi), um diretor de renome e filmes excelentes.

Porém, Daren meteu o pé do projeto pouco antes das filmagens. E no fim, o filme saiu como um verdadeiro mais do mesmo, com um clímax PÉSSIMO envolvendo um Samurai de Prata gigante, tirando a esperança de um filme sério e violento do Carcaju.

Por mais que o primeiro filme tenha machucado mais, a esperança dada e não cumprida com o segundo filme, é uma dor que nunca esqueceremos.

1. Quarteto Fantástico (2015)

A decepção de todas as decepções ganhou contornos similares ao de Wolverine Imortal. Afinal, após dois filmes medianos do Quarteto Fantástico, em 2005 e 2007, parecia que o reboot da Fox recompensaria os fãs e traria uma versão DIGNA da Primeira Família de heróis da Marvel.

Com um elenco muito carismático e antes de Michael B. Jordan se tornar no fenômeno de homem mais sexy do mundo, a Fox mandou bem também na escolha do diretor, com Josh Trank, diretor do excelente ‘Poder Sem Limites’.

Um diretor criativamente autoral e um elenco jovem, tudo parecia dar certo para pelo menos um pequeno clássico cult… Até a Fox começar a se desesperar com o próprio filme e resultar no descontrole e brigas com o diretor. 

Trank foi obrigado a mudar o filme todo, até ser demitido e todas as mudanças serem feitas pelo estúdio. O resultado foi um dos maiores desastres da história dos super-heróis na tela, com um filme ruim até em efeitos e edição.

O Quarteto Fantástico de 2015 é praticamente o ‘Snydercut da Liga da Justiça’ na Marvel, só que sem um final feliz.

LEITURA RECOMENDADA:

  1. Os 9 melhores sites para assistir filmes em 2021
  2. Os 7 melhores sites para baixar filmes em 2021
  3. Como descobrir o nome de um filme: 5 dicas para você
  4. MODOK: 5 coisas para saber sobre a nova estrela
  5. Melhores filmes Netflix: TOP 5 filmes de tirar o fôlego