Primeiros socorros nas Industrias

Primeiros socorros nas Indústrias, qual a importância?

Atualmente a cada 50 segundos um acidente de trabalho ocorre no Brasil. Segundo algumas pesquisas, entre 2014 e 2020 houve mais de 4,7 milhões de acidentes registrados.

Os acidentes que mais ocorrem são o de corte e de laceração, são mais de 734 mil casos, em seguida bem 610 mil casos de fraturas. Em terceiro 547 mil de contusão ou esmagamento e em seguida 321 mil de distorção e tensão.

Por causa desses casos todas as empresas devem prestar aos seus funcionários um Curso de Primeiros Socorros como uma medida de prevenção, e com esse curso, os funcionários saberão a forma correta de usar os EPIs. Pois, muitos desses acidentes podem ser prevenidos com o uso desses equipamentos.

Neste artigo abordaremos a importância dos primeiros socorros dentro das indústrias. Então, pegue uma caneta e um papel, e anote tudo que vamos lhe passar.

Vamos lá?

O que são os primeiros socorros e qual a sua importância nas indústrias?

Definimos os primeiros socorros como o cuidado imediato a alguém que está ferido ou doente, e tem como a finalidade de preservar a vida da pessoa, e de promover a recuperação do indivíduo.

Com os primeiros socorros ajudará a evitar complicações futuras e pode até salvar vidas. Mas, esses primeiros socorros devem ser prestados por uma pessoa devidamente capacitada, elas devem ser treinadas com o objetivo de realizar tal atendimento.

Socorrista, quem pode ser?

Qualquer pessoa bem capacitada pode ser socorrista, mesmo que não possua formação adequada na área da saúde. Muitas empresas não têm oferecer médicos ou enfermeiros para o pronto-atendimento.

E por isso, as empresas devem proporcionar aos seus funcionários Curso de Primeiros Socorros para agir em determinadas horas, pois quanto mais rápido for o atendimento ao indivíduo melhor será a oportunidade de salvar a vida da pessoa.

Definimos o socorrista como aquele que chega perto da vítima e já atua em prol do seu bem-estar.

Objetivos dos primeiros socorros nas indústrias

Se a pessoa não tem um conhecimento adequado não será possível ajudar o indivíduo, com um mal atendimento será possível agravar mais ainda o estado das pessoas que necessitam de atendimento.

Os objetivos básicos que um socorrista deve fazer:

  •         Evitar o agravamento das lesões da vítima.
  •         Evitar o sofrimento físico e psicológico da vítima.
  •         E permitir sua remoção com segurança.

É de extrema importante que os procedimentos sejam efetuados por uma pessoa totalmente treinada e capacitada. E sempre o socorrista deve lembrar que os primeiros socorros não substituem a necessidade dos serviços médicos profissionais.

Como proceder em casos de emergência?

É sempre importante ressaltar que todo o atendimento emergencial necessita ser rápido e deve ser correto. Antes do socorrista tomar qualquer decisão ele deve avaliar as condições do local para atender o indivíduo.

É muito comum o socorrista tentar pegar a vítima sem nem ter se mobilizado primeiro, colando no carro e levando para um atendimento hospitalar. É necessário esclarecer esse primeiro atendimento:

  •         É sempre preciso avaliar as condições do local para atender a vítima.
  •         Deve pensar na imobilização e no deslocamento da vítima,
  •         Tendo mais de uma vítima, deve-se priorizar as que necessitam de assistência imediata.
  •         Em casos que existam vítimas inconscientes, será necessário executar o denominado ABC da reanimação, A significar a abertura das vias aéreas e controle da coluna cervical, o B significou a manutenção da respiração e o C o controle da circulação e de hemorragias.

Que materiais que deve ter na empresa para realização dos primeiros socorros?

No mundo existe uma padronização legal acerca do conteúdo que todo kit médico deve conter. Os materiais devem ser guardados, devem ser protegidos da poeira e de umidade, e devem estar de forma bastante visível e bem sinalizado, ficando de fácil acesso ao profissional.

De modo geral, um kit de primeiros socorros em indústrias deve conter:

  •         Algodão;
  •         Ataduras, esparadrapo e fita adesiva;
  •         Gazes;
  •         Álcool;
  •         Antisséptico;
  •         Colírio;
  •         Bolsa térmica;
  •         Pinças e tesouras cirúrgicas;
  •         Garrotes de borracha;
  •         Estetoscópio e esfigmomanômetro;
  •         Jogo de talas, colar cervical e outros materiais para imobilização;
  •         Maca dobrável.

Qual a melhor maneira de prevenir acidentes na indústria?

Existe um alto número de acidentes laboratoriais no Brasil, e imagine quantas vidas se perderam pelo não uso correto dos primeiros socorros!

Ultimamente elas são indispensáveis dentro das indústrias, elas devem adotar uma política prevencionista que deve ser totalmente baseada em programas de saúde e segurança ocupacionais.

Existem casos em que o acidente não pode ser evitado, mas existem os que podem ser evitados e os que podem causar um menor dano. As condutas inadequadas, que são adotadas por pessoas que muitas vezes são despreparadas podem atrair futuros acidentes.

Portando, um programa de prevenção de acidentes deve ser ministrado pela empresa, e em seguida implantado dentro da empresa. E além dos treinamentos que toda a empresa deve receber. 

Depois de ler sobre primeiros socorros nas Indústrias, qual a importância, você ficou com alguma dúvida?

Se você gostou do que leu, comente aqui embaixo sobre essas dicas e mande os resultados logo a seguir. E se quiser compartilhe essas dicas com os seus amigos e amigas.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.