Sinal do wifi: dicas infalíveis para melhorar

Você vive passando raiva com a conexão da sua internet wifi? Veja nossas dicas para melhorar o sinal e ter uma conexão mais rápida e estável.

Sinal do wifi

Nos dias de hoje, é praticamente impossível encontrar uma residência ou escritório que não possua internet wifi. 

Porém, muita gente sofre com conexões ruins e que caem a todo instante. Isso ocorre devido a alguns fatores que podem fazer com que sua rede não tenha uma boa performance e apresente lentidão ou quedas constantes. 
Para resolver esse problema, vamos hoje dar algumas dicas para melhorar o sinal do wifi e aproveitar ao máximo da sua Internet. Acompanhe conosco e tenha uam conexão bem melhor.

 

Dicas de como melhorar o sinal do wifi

Essas dicas podem te ajudar mesmo que você tenha uma conexão banda larga legal como uma oi fibra, por exemplo, pois é preciso saber se está tudo ok com sua estrutura interna em casa.

Algumas informações podem parecer ou soar simples mas ajudam bastante, confira:

 

Atenção a localização do seu roteador

Pode parecer óbvio falar isso, mas jamais coloque seu roteador no chão, tente deixá-lo ao menos em uma banquinha para que ele fique um pouco mais alto ou de preferência em algum móvel. Outra dica importante é decidir em que cômodo da casa seu roteador ficará localizado. 

Dê preferência a um cômodo no meio da casa, para que ele fique em uma posição bem central e o sinal pegue com a mesma intensidade em todos os locais.

Outro cuidado a ter em mente é não deixar estantes ou aparelhos como TV e telefone sem fio na frente dele para evitar interferências. Aparelhos de radiofrequência e coisas do tipo também podem atrapalhar, bem como walkie talkies.

Reinicie o roteador de vez em quando

No Brasil alguns provedores de internet costumam fazer manutenções sem aviso e o aparelho pode travar. 

Reinicie o roteador de vez em quando

Além disso, o funcionamento sem interrupção do roteador pode levar ao aquecimento do aparelho, fazendo com que sua conexão seja prejudicada e reduzindo a vida útil do equipamento. 
Com essa informação em mente, é importante planejar “reboots” para que esses problemas sejam evitados. Essa reinicialização também é interessante, uma vez que uma série de dados ficam armazenados em seu roteador e podem causar travamentos na conexão, os chamados bugs.

Cuidado com as Interferências externas na conexão

Um tema pouco falado é em relação às interferências no sinal do wifi. Nem sempre o problema é a qualidade do roteador ou da conexão do seu provedor, eles podem simplesmente estarem sofrendo interferências externas. 

Por isso é superimportante manter objetos que possam causar interferências no sinal – a exemplo de espelhos e telefones sem fio – distantes do seu roteador. Dessa forma você terá uma qualidade de transmissão muito maior e melhor. 
E lembre-se: o problema, às vezes, pode não estar em seu roteador, mas em seu notebook ou computador – o que requer estratégias específicas.

Repetidor de wifi pode ajudar

Se mesmo com as dicas anteriores, você não observar melhorias e o sinal não melhorar, talvez a solução seja outra. Pode ser que seu sinal esteja sendo prejudicado caso você more em uma casa com muitos cômodos, paredes muito grossas ou com mais de um piso. 

Quanto mais antigo o imóvel, maior a possibilidade disso ocorrer. Utilizar um repetidor de wifi pode ser uma boa alternativa. 
O aparelho, também conhecido como amplificador de wifi, vai impulsionar e melhorar seu sinal pra que ele chegue a locais mais distantes da casa. Exemplos de aparelhos que atuam dessa forma podem ser comprados das marcas Tp Link, intelbras e outras.

Deixe seus aparelhos sempre atualizados

Faça com que seus aparelhos estejam sempre atualizados pode ajudar a garantir mais velocidade em sua internet. 

Seu aparelho roteador que fornece o Wi-Fi está sempre evoluindo e, consequentemente, possui novos arquivos de atualização que melhorarão seu funcionamento. Por isso, é importante checar se seu roteador está devidamente atualizado.
 

Verifique o padrão de rede utilizado

Existem hoje 4 padrões para transmissão de dados em redes sem fio, sendo o padrão N o mais rápido, tendo a capacidade de transmitir e receber dados em até 600 Mbps. 

Ocorre que para conseguir uma conexão mais rápida, o seu roteador deve ser compatível com o padrão N e seu notebook/celular/computador devem ter um dispositivo de rede que aceite esse padrão de conexão.
 

Atenção aos seus vizinhos

Se você se descuidar e deixar a rede aberta é comum que o sinal seja roubado pelos vizinhos e isso pode atrapalhar muito a sua conexão e a velocidade da sua internet. 

O primeiro passo básico é não deixar seu sinal de Wi-Fi aberto – ou seja, crie uma senha difícil, nada de 123456 ou datas de aniversários. Além disso, de tempos em tempos, é necessário alterá-la. 
Outra coisa importante, é não dar um nome muito óbvio para sua rede – por exemplo, “Rede do (seu nome)” ou “Casa número (número da sua casa ou apartamento)”. 
Desta forma a sua rede chamará menos atenção da vizinhança ede algum vizinho que quer “pegar carona” na sua conexão de internet.
 

Cuidado com a sua senha

Lembre-se sempre de alterar sua senha com frequência para evitar que se alguém tenha descoberto, continue-a usando. 

Nada de usar senhas ridículas como admin ou 123456, datas de aniversário ou número de apartamento são um convite a invasão. Combine letras maiúsculas e símbolos como @ e # por exemplo. 
Evite também colocar o seu nome no Wi-Fi, coloque qualquer outra palavra que impeça a identificação da sua rede.
 

Atenção com o bluetooth

Não é algo corriqueiro de ocorrer, mas o Bluetooth pode interferir nas ondas de internet vindas do seu roteador, principalmente se for um protocolo muito antigo. Por causa disso, não custa desligar essa conexão quando o sinal Wi-Fi estiver enfraquecido ou oscilando.
Conclusão

Pois é caros leitores e leitoras, esperamos que tenham curtido as dicas e que consigam fazer seu wifi melhorar a conexão ok?

Sugestões de outros artigos, podem deixar nos comentários