Como se planejar para o financiamento de um imóvel

Dicas práticas que vão ajudá-lo a planejar o financiamento para a compra do seu imóvel.

As pessoas que desejam conquistar o sonho da casa própria têm acesso a uma série de possibilidades. O financiamento de imóvel é uma das modalidades mais conhecidas e procuradas tanto para quem vai comprar uma casa nova, quanto para pessoas que querem realizar reformas.

Como se planejar para o financiamento de um imóvel
O financiamento funciona de forma muito simples. Basta que o interessado busque informações junto à instituição financeira que oferece a modalidade. Geralmente é necessário pagar um valor inicial de entrada e o saldo devedor pode ser parcelado. Algumas instituições oferecem parcelamentos com prazos de pagamento de 35 anos.

No entanto, antes de assumir uma obrigação por um período tão longo é fundamental fazer um bom planejamento.

 

Quem pode financiar um imóvel

De forma geral, os pré-requisitos para financiamento de um imóvel são: ter mais de 18 anos, ser brasileiro nato ou ter visto de residência no Brasil e ter capacidade financeira de cumprir com as obrigações assumidas perante o contrato de financiamento.

Os bancos e demais instituições financeiras que oferecem financiamento costumam fazer consulta em órgãos de proteção de crédito, como SPC e Serasa. Antes de solicitar um financiamento é fundamental avaliar sua capacidade financeira e condições de cumprir com as obrigações que estão sendo assumidas. A instituição não concede financiamento sem antes ter acesso ao comprovante de renda.

De acordo com especialistas em finanças, o ideal é que a parcela mensal do financiamento não seja superior a 30% da renda mensal da família. Em alguns casos, a regra financeira pode determinar outras, como: o imóvel precisa estar localizado na mesma cidade ou em alguma próxima à do seu trabalho e o valor do imóvel não pode ultrapassar um limite definido pelo banco.

Documentos necessários para o financiamento de um imóvel

A documentação pode variar de acordo com a instituição que está oferecendo o financiamento. Por isso, é fundamental entrar em contato com o banco para solicitar o rol completo de documentos para a contratação. Em linhas gerais, para pessoa física são requeridos documentos de identidade oficial com foto, comprovantes de renda, estado civil e de residência.

Aqueles que vão aproveitar para usar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), também devem apresentar cópia da última declaração de Imposto de Renda e comprovante de envio à Receita Federal, extrato do FGTS e carteira de trabalho. Os bancos têm funcionários que cuidam apenas da parte de financiamentos de imóveis. São eles que solicitam e analisam a documentação. Esses profissionais também estão à disposição para sanar todas as dúvidas relativas ao contrato.

Com a documentação dentro dos padrões exigidos, basta assinar o contrato e finalmente conquistar o sonho da casa própria. Entretanto, um ponto importante precisa ser considerado: não faça um financiamento sem antes realizar um bom planejamento e análise do seu orçamento.

Como se planejar para contratar um financiamento

Se você está pensando em fazer o financiamento de um imóvel o primeiro passo é realizar uma simulação. A partir dela você terá informações mais completas sobre a estimativa de custos das parcelas do financiamento.

Mas não pense que esta é a única despesa com a sua nova casa, também é importante levar em consideração vários outros gastos adicionais, como aquisição de móveis e utensílios para a sua nova casa. Todos esses custos devem ser previstos e planejados com calma para que a pessoa tenha certeza de que vai conseguir cumprir com as suas obrigações.

Depois de avaliar os custos do seu orçamento, basta comparecer à instituição financeira escolhida para dar início ao financiamento. Uma dica que pode ajudar é fazer a simulação em mais de um banco, assim você pode comparar as ofertas e escolher aquela que melhor se adequa às suas necessidades.

Outro cuidado importante diz respeito ao contrato: antes de assiná-lo, leia o documento com calma. Caso você tenha qualquer dúvida, não hesite em solicitar esclarecimentos ao banco ou até mesmo consultar um advogado. Ao assumir uma obrigação a longo prazo como o financiamento, é fundamental ter clareza com relação a todos direitos e deveres firmados no documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *