dicas sobre o que fazer em Londrina

7 dicas sobre o que fazer em Londrina

7 dicas sobre o que fazer em Londrina, parques merecem destaque entre as atrações da cidade, é sobre este tema que falaremos neste texto..

Você sabia que o nome Londrina vem de Londres? Essa foi uma homenagem que os colonizadores ingleses fizeram à cidade que, hoje, é a segunda maior do Paraná e serve de referência econômica e cultural em toda a região Sul.

Localizada a quase 400 quilômetros da capital Curitiba, Londrina tem de tudo. Não perde, no entanto, o clima de tranquilidade do interior. Para chegar até lá, há opções de ônibus saindo direto da Rodoviária de Osasco e também de muitas outras cidades do país.

Esse é um daqueles lugares cheios de natureza, mas que também têm um comércio movimentado e muita cultura. Há passeios para famílias e aventureiros: seja qual for o seu perfil, vale incluir esse destino no roteiro.

Quer visitar Londrina, mas não sabe o que fazer por lá? Fizemos uma lista com passeios imperdíveis.

Jardim Botânico

O Jardim Botânico é um dos cartões postais da cidade, além de ser um importante centro de pesquisa e conservação do Paraná. O local é perfeito para fazer caminhadas, piqueniques, tirar fotos e relaxar. Também é possível fazer uma trilha pela mata nativa. Como ela tem só 1 km, é perfeita para iniciantes.

Salto de Apucaraninha

Quem gosta de aventuras e ecoturismo não pode deixar de conhecer essa cachoeira, de mais de 100 metros de altura, que fica dentro de uma reserva indígena a cerca de 80 km do centro de Londrina. Não se esqueça de que o acesso depende de autorização, mas a vista do mirante faz valer o trabalho.

Calçadão da Avenida Paraná

O calçadão, interditado para carros, é perfeito para conhecer o comércio da cidade. É parada obrigatória para quem gosta de artesanato e de apreciar artistas de rua. Local perfeito para uma caminhada e muitas fotos.

Museu Histórico de Londrina

Instalado no prédio da Estação Ferroviária, o Museu Padre Carlos Weiss existe desde a década de 1970. Conta a história da cidade e da cultura cafeeira.

Com entrada gratuita, o museu tem três setores. O primeiro é dedicado à imagem e ao som e tem mais de 50 mil peças. Já o segundo conserva objetos do cotidiano e da história da cidade, da colonização até os dias de hoje. O terceiro é praticamente uma biblioteca, com mapas, plantas, textos e documentos sobre a história da região. O prédio, um casarão conservado, é uma atração e tanto.

Lago Igapó

Uma das áreas de lazer mais frequentadas pelos londrinenses, o Lago Igapó é formado por um conjunto de lagos em uma área revitalizada e tem boa infraestrutura para receber os visitantes. O parque do lago tem jardins, cascatas, ciclovias, teatro e pista de caminhada.

Templo Budista Honganji

Quem gosta de passeios ecumênicos não pode deixar de visitar o templo budista, uma construção tradicional e imponente, apesar de pequena. É preciso verificar se existe alguma atividade agendada para o dia da visita, sob o risco de encontrar o portão fechado e só poder apreciar o templo por fora.

Rota do Café

Uma das rotas turísticas mais interessantes para quem gosta de história é a Rota do Café, um circuito que passa por 16 cidades e mais de 30 empreendimentos no Norte do Paraná. Londrina é um bom ponto de partida para um passeio por fazendas, vinícolas, museus, restaurantes e natureza deslumbrante.

Dependendo da época do ano, o turista pode assistir e até participar de algumas etapas da colheita e secagem do café. Se tiver tempo, vale reservar mais de um dia para visitar as fazendas com calma e ouvir as histórias dos proprietários.