Dicas para diminuir a umidade no banheiro

O banheiro é o cômodo da casa mais afetado pela umidade. Veja dicas de como tratar este incômodo.
Após um dia cansativo de trabalho ou até uma noite de sono reparador, nada melhor que um banho quente e demorado para relaxar, principalmente em dias frios. No entanto, apesar de gostosos e aconchegantes, esses banhos podem gerar problemas.
Além disso, por ser um dos cômodos mais utilizados de uma casa, seja por moradores ou visitantes, sem dúvidas, o banheiro é amplamente atingido pela umidade, que se propaga por paredes, móveis e pisos, podendo causar uma grande dor de cabeça ao proprietário.

Algumas dicas são valiosas para o combate ao excesso de umidade, causado, principalmente, pelo vapor de água quente no ar. Entre as sugestões, está a escolha do revestimento e dos móveis, além da organização de armários com toalhas e itens de higiene pessoal.

A seguir, veja outras medidas importantes para diminuir esse problema na sua casa.

Ventilação do banheiro

Uma vez que o banheiro costuma ser um cômodo menor e sem janelas grandes, existe a dificuldade de circulação de ar ali. Isso faz com que o vapor de água quente fixe nas paredes. Portanto, tente manter a porta e as janelas abertas, principalmente depois que sair de banhos quentes.

Toalhas, tapetes e roupas molhadas espalhados

Uma dica simples é tirar as roupas, as toalhas e os tapetes molhados do banheiro, pois esses itens proliferam a umidade com facilidade. Após o banho, retire-os do ambiente e bote-os para secar. Outra opção é reservar um armário próprio para isso, desde que ele seja arejado e sem umidade, para isolar os objetos úmidos do ambiente.

Desumidificadores de ar

Caso o seu banheiro não tenha uma boa circulação de ar ou não seja arejado o suficiente, uma boa saída é usar um desumidificador, pois esse aparelho trabalha eliminando o excesso de umidade na atmosfera. Além disso, ele ajuda a secar os móveis, as toalhas e as roupas molhadas esquecidas no cômodo.

Produtos antiumidade nos móveis

Nos armários e nas gavetas do banheiro, utilize produtos específicos para tratar a umidade. Há produtos antiumidade próprios para isso, que também podem ser dispostos nas prateleiras dos armários, evitando que a umidade se prolifere por todo o ambiente, decompondo o material da mobília.

Tinta antimofos

O mofo é um grande indicador de umidade no ambiente. Portanto, usar uma tinta com capacidade antimofo no acabamento do banheiro ajuda a dificultar que a umidade se estabeleça na parede e no teto. Há diversas opções disponíveis no mercado.

Retirada imediata de mofos

Ao primeiro sinal do surgimento de mofo na parede, remova-o. Caso contrário, ele pode se espalhar, piorando a situação. Para isso, utilize uma esponja macia, com água e sabão neutro, esfregando-a pelo lugar. Em casos mais graves, use cloro ou alvejante, mas tenha em mente que há o risco de danificar a superfície.

Sinal de infiltração

Fique atento a qualquer sinal de infiltração. Caso identifique algum, resolva-o o mais rápido possível. Ainda na fase de construção, o uso de impermeabilizantes nas paredes do banheiro é primordial contra a umidade. A falta de impermeabilização pode causar infiltrações e, consequentemente, umidade. Se uma infiltração for identificada, um profissional deve ser acionado para solucionar o problema.

Conclusão

Como vimos, o excesso de umidade é o grande inimigo do seu banheiro. Por isso, combatê-lo é extremamente necessário para que não haja problemas no futuro. Seguindo essas simples dicas acima, você consegue diminuir ou até eliminar esse problema do seu banheiro, tornando-o um ambiente mais limpo e seguro, evitando as dores de cabeça decorrentes desse mal.