Principais impactos da alta do petróleo para as indústrias

Vários eventos mundiais impulsionaram atualmente o preço do petróleo, subindo mais do que nunca desde o mês de fevereiro de 2022.

Entre alguns acontecimentos mundiais, é preciso notar que a pandemia do Covid-19 ainda deixou alguns setores, como o da exportação e produção de petróleo sem opções e em crise, além da guerra entre Rússia e Ucrânia na Europa, que chocou e parou o mundo, de forma social e também econômica, afinal, especialmente para o Brasil, a exportação do petróleo e a compra desse material era feita, parcialmente, pela Rússia.

A Rússia responde por 0,6% das exportações do Brasil, por isso as sanções feitas contra o país europeu afetaram diretamente a economia brasileira.

Sendo assim, a alta do petróleo é um dos efeitos causados pela guerra, que continua mesmo um mês depois de seu início. Especialistas dizem, porém, que mesmo se a guerra parar por completo no dia atual, os resultados de apenas um mês de guerra podem ser sentidos por países que dependiam da Rússia para suas exportações por alguns meses e até um ou dois anos.

Caso a guerra continue por mais tempo e as sanções continuem em efeito, é pouco provável que a crise dos preços do petróleo, da soja, da carne e outros grãos venha a parar.

A indústria em si é um dos setores mais atingidos por essa crise mundial por conta da guerra, já que ela depende do petróleo grandemente para várias ações. O petróleo, apesar de ser um poluente enorme, ainda é uma das formas que a indústria possui de poder ter gasolina e outros meios de combustível para suas máquinas.

Além disso, a indústria petrolífera é uma das propulsoras da economia no mundo todo, sendo o petróleo uma das mais importantes fontes de energia. Ou seja, com a alta dos preços, é possível notar que todos setores serão atingidos.

Seja uma pessoa dona de indústria, gestor ou apenas uma pessoa curiosa sobre a alta, é preciso compreender qual a importância do petróleo para a indústria e o que essa alta pode significar. Existem mais derivados de petróleo do que muitos imaginam.

Por que o petróleo é tão importante para a indústria?

O petróleo possui uma longa história com os humanos, pois há evidências sobre o uso dele por povos antigos há 10 mil anos atrás. Seu uso comercial destacou-se, a partir do século XIX, por meio das primeiras explorações petrolíferas em larga escala e, a partir daí, a indústria petrolífera nunca parou de evoluir e lucrar. Só em 1938 foi organizada a primeira e oficial jazida petrolífera no Brasil, no município de Lobato na Bahia, sendo um dos locais com uma das maiores jazidas de petróleo do Brasil até hoje.

O petróleo pode ser considerado um meio de combustível fóssil, que não é renovável e é um dos maiores poluentes no mundo atual. A sua importância pode ser definida pelos resultados que seu uso trouxe para a humanidade, já que, atualmente, o petróleo é o responsável por milhares de atividades humanas que não seriam possíveis sem sua inclusão na economia. Sendo assim, ele é um bem extremamente valioso que até mesmo já causou inúmeras guerras e conflitos geopolíticos por conta de sua importância econômica e histórica.

Quais são os principais derivados do petróleo?

Há centenas de derivados do petróleo que as pessoas utilizam em seu dia-a-dia. É muito comum que a gasolina seja o primeiro item em mente quando a alta do petróleo é mencionada, porém é preciso também pensar em itens como o gás de cozinha, o óleo diesel, vários tipos de óleo lubrificantes, querosene, o próprio plástico e até asfalto. Sendo assim, muitos itens dependem do petróleo para existirem.

Quais os impactos econômicos da alta do petróleo para a indústria?

Seja no setor de caldeiraria ou na produção de peças de metal, é certo que as indústrias vão ser diretamente afetadas pela alta do petróleo e é impossível evitar que isso ocorra, uma vez que está fora do controle das indústrias. Sendo assim, há quatro grandes malefícios dessa alta que podem alcançar as indústrias.

Inflação de materiais

A gasolina é um dos materiais usados em vários setores da indústria para oferecer energia para várias máquinas. Sendo assim, é preciso notar que esse material vai ficar muito mais caro nos meses seguintes e pode trazer prejuízo na hora da compra.

Juros na economia brasileira

É esperado que haja políticas monetárias duras para tentar enfraquecer a crise causada pela guerra, apesar de estagnar o crescimento de empresas.

Parada de consumo

O consumo é desincentivado, já que a população não quer lidar com os preços abusivamente altos. Sendo assim, as indústrias precisam cortar gastos para lidar com a parada do consumo e com os efeitos na economia.

Exportação em baixa

A exportação de vários produtos criados pela indústria, como peças, por exemplo, vai diminuir grandemente já que as taxas estão altas no momento.

Principais impactos da alta do petróleo para as indústrias