Tamanhos de monitores: como converter para centímetros, escolher e muito mais!

Descubra os tamanhos de monitores! Saiba também informações sobre resolução, formato, taxa de atualização e outros.

Os monitores são periféricos de saída de um computador que têm a principal função de exibir as informações em imagem – seja estáticas ou em movimentos – de um computador que esteja conectado a uma placa de vídeo.

Eles são essenciais para a máquina, mas poucas pessoas sabem que para fazer uma boa escolha deste aparelho, é preciso estar atento a diversos pontos que, quando bem escolhidos, fazem toda a diferença no desempenho do periférico.

Para te ajudar a entender melhor essas especificidades, separamos neste artigo diversas dicas que vão te ajudar a ficar mais preparado para escolher o melhor monitor possível. Continue lendo e confira todos os detalhes!

Sobre os tamanhos de monitores

Um dos principais pontos a serem levados em consideração na hora de comprar um monitor é o tamanho da tela, mas nem sempre sabemos escolher bem esse dispositivo através desta informação. 

Para te ajudar, confira a seguir informações sobre quais são os tamanhos de tela de monitor, como converter polegadas para centímetros e qual é o tamanho ideal de um monitor.

Quais são os tamanhos de monitores?

O padrão comum que geralmente é usado nas telas de monitores é o de 15,6 polegadas, mas caso você queira ampliar sua experiência com a tela, você pode optar por modelos de 21 polegadas, 24 polegadas, 27 polegadas e 29 polegadas – que é o limite máximo recomendável para o conforto dos olhos. Contudo, se você prefere modelos maiores, é possível ainda utilizar um monitor de 32 polegadas.

Como converter polegadas para centímetros?

A conversão de polegadas para centímetros é bem simples, já que 1 polegada é o equivalente a 2.54 centímetros. Nesse caso, basta você saber a medida do monitor em polegadas – o que geralmente é informado na hora da compra – e multiplicar o valor por 2.54. Por exemplo, para saber quanto uma tela de 24 polegadas tem em centímetros, você deve fazer a seguinte conta: 24 x 2.54 = 60,96 cm.

Caso você não saiba quantas polegadas tem o seu monitor, também é possível descobrir essa medida fazendo uma simples conta. Primeiro você deve medir a tela, na diagonal, com uma régua ou um fita métrica. Depois da medição, basta dividir o valor por 2.54 cm, que é a medida de 1 polegada.

Qual o tamanho ideal para monitor de PC?

O tamanho ideal para um monitor é o de 24 polegadas, já que traz uma ótima visualização e garante o conforto para a vista durante o uso da tela. Contudo, como explicado anteriormente, se você deseja ampliar sua experiência visual, você pode adquirir telas maiores e o ideal é que não ultrapasse a medida de 32 polegadas.

Dessa forma você vai conseguir usar o computador para tarefas diárias como as de trabalho ou navegação na web, assim como jogar, assistir filmes ou séries com qualidade e distância da tela maiores. Lembrando que quanto maior a tela, mais caro fica o equipamento, então isso também é uma questão que deve ser levada em consideração. Não deixe de conferir quais são os 10 melhores monitores de 2022!

Como escolher um monitor

Há muitas informações importantes e detalhes pouco conhecidos que devem ser levados em consideração na hora de você comprar um monitor para o seu computador, para além do tamanho. Confira a seguir as principais características de um monitor e dicas para fazer uma boa compra do dispositivo.

Confira o tamanho de tela do monitor

Como dito, o tamanho da tela de um monitor pode variar de 15,6 polegadas até 32 polegadas. Escolher o tamanho ideal é uma decisão que depende de muitas variáveis como o espaço que o equipamento vai ocupar, o conforto no uso da tela e a utilização do monitor – no caso, se ele é destinado para tarefas básicas, de trabalho ou de lazer -, por exemplo.

Levando em consideração essas informações, você consegue tomar uma decisão mais ajustada à sua necessidade, sem correr o risco de fazer uma compra que no futuro vai trazer arrependimentos.

Verifique a taxa de atualização do monitor

A taxa de atualização é uma medida muito importante que incide diretamente na qualidade da imagem que é projetada no monitor, já que ela se refere a quantidade de vezes, por segundo, que o equipamento é capaz de exibir uma nova imagem. 

Em um exemplo prático, se o monitor tem uma taxa de atualização de 120 Hz (Hertz – a medida utilizada nessa taxa), isso significa que o periférico atualiza a imagem que exibe 120 vezes por segundo. É importante lembrar que o melhor desempenho da tela se dá também pela combinação do monitor com a placa de vídeo, o processador e outros componentes da máquina.

Veja a resolução que o monitor oferece

A resolução é responsável por apontar o nível de detalhamento que uma imagem possui. Quanto mais alta qualidade a resolução da imagem, com mais qualidade ela será projetada na tela do computador. Existem várias resoluções e elas são descritas em medidas de pixel ou também por um nome específico. São elas: 

  • 1280 x 1024 pixels ou Super-eXtended Graphics Array (SXGA)
  • 1366 x 768 pixels ou Alta Definição (HD)
  • 1600 x 900 pixels ou Alta Definição Plus (HD Plus)
  • 1920 x 1080 pixels ou Full High Definition (Full HD)
  • 1920 x 1200 pixels ou Wide Ultra Extended Graphics Array (WUXGA)
  • 2560 x 1440 pixels ou Quad High Definition (QHD)
  • 3440 x 1440 pixels ou Wide Quad High Definition (WQHD)
  • 3840 x 2160 pixels ou 4K Ultra High Definition (UHD)
  • 5120 x 2880 pixels ou 5k Ultra High Definition (UHD) 
  • 7680 x 4320 pixels ou 8k Ultra High Definition (UHD) 

Verifique se o formato do monitor te agrada

Basicamente são dois os principais formatos de tela: 4:3 (normal) e 16:9 (widescreen). O formato 4:3 resulta em um bom número de linhas horizontais – o que traz facilidade para a leitura e a edição de textos ou tarefas similares, por exemplo. Já o formato 16:9 é o ideal para assistir vídeos, filmes e séries que geralmente já adotam este padrão de formato. 

Outra vantagem do widescreen é que ele garante mais produtividade, já que combinado este formato com um monitor de alta resolução é possível, por exemplo, dividir duas janelas do navegador de internet ao mesmo tempo na tela, o que facilita a visualização de conteúdos de forma simultânea – diferente do formato 4:3 que não permite essa alternação.

Confira qual tecnologia de sincronização o monitor oferece

As placas de vídeo presentes nos computadores sintetizam o conteúdo em uma certa velocidade, e enviam essa informação para o monitor. Se a taxa de atualização do monitor não tiver a mesma frequência da placa de vídeo – ambas medidas em Hertz – pode ocorrer o chamado ‘screen tearing’, que é quando há um atraso na exibição das imagens, ou uma imagem antiga é exibida junta de uma imagem nova em um vídeo, por exemplo.

Para corrigir esse problema, o ideal é que o monitor tenha uma tecnologia de sincronização. As mais famosas presentes nas telas – principalmente em monitores específicos para computadores gamers – são as G-Sync e FreeSync.

Esse é um ponto pouco conhecido, mas de extrema importância para que não haja interrupções na exibição do monitor, então vale a pena checar e investimentos em monitores que tenham essa função.

Verifique o brilho e contraste do monitor

O nível de brilho de um monitor determina a capacidade da tela de gerar imagens brilhantes, já o contraste é a variação do brilho máximo que a tela produz com uma imagem completamente branca e o brilho mínimo com uma imagem completamente escura. O melhor contraste é aquele que estabelece a maior diferença possível entre branco e preto.

É importante se atentar a essas questões porque elas vão indicar a luminosidade da tela e determinar a sua capacidade de enxergar os detalhes da forma mais clara possível.

Veja quais saídas o monitor possui

Quando observamos a parte traseira ou lateral de um monitor, percebemos que ele possibilita vários tipos de conexões. É importante se atentar a essas saídas que servem para conectar cabos que têm funções diversas e que facilitam o uso do periférico.

Os mais famosos são o VGA –  responsável por transmitir os componentes vermelho, verde e azul (RGB) das imagens que são exibidas nas telas; o conector HDMI – que serve para transmissão de imagem e som na tela; o conector DVI – específico para transmissão de sinal digital; o conector USB – utilizado em conexões de energia e comunicação entre aparelhos digitais; o conector RCA – que serve para diminuir a interferência em sinais de pequena amplitude, e entre outros. Além disso, os monitores são um tanto práticos quando conectados a um notebook também, pois permitem o uso e visualização de duas telas simultâneas, o que pode facilitar bastante o trabalho de uma pessoa. Confira também os 10 melhores notebooks de 2022.

Confira o tempo de resposta do monitor

O tempo de resposta de um monitor é uma medida que indica o intervalo necessário para um pixel ativo (preto) ficar inativo (branco) e voltar a ser ativado novamente (preto). Em outras palavras, esse tempo define a velocidade com a qual um display permite que a luz passe por ele. 

Ele é medido em milissegundos, e quanto menor o valor indicado, melhor será o tempo de resposta do monitor. Um dos maiores problemas de monitores com tempo de resposta lento são aqueles borrões que aparecem na tela – principalmente em jogos. 

É possível encontrar monitores que têm tempo de resposta de 1ms, mas um tempo de resposta entre 4ms e 8ms é aceitável.

Conheça os tamanhos de monitores e escolha o melhor para você!

Agora que você chegou ao final deste breve artigo já sabe os principais pontos que deve levar em consideração na hora de escolher um monitor. 

Com todas as informações que demos, temos a certeza de que agora ficou muito mais fácil para você escolher um bom monitor que se adeque às suas necessidades e que atenda suas expectativas. Não deixe de levar nossas dicas em consideração e boa compra!

Tamanhos de monitores