otite

Otite: quais são os tipos e seus sintomas

A região da orelha é uma parte muito sensível e exposta a diferentes elementos como vento, água e tipos de sujeiras.

Por isso, as possibilidades de se causar uma infecção no ouvido são grandes. E é disso que se trata a otite, de uma infecção no ouvido que pode ser causada por vírus, alergias, fungos ou bactérias.

A otite é uma doença que causa dores e desconfortos intensos. Ela ocorre muito entre as crianças mas pode afetar qualquer idade.

Para conhecer mais sobre essa condição e seus tipos, continue a leitura, preparamos esse conteúdo para te ajudar a entender melhor essa inflamação.

O QUE É OTITE?

A otite é a inflamação que ocorre em uma das partes do ouvido: externa, média ou interna.

Essa condição é bem comum e costuma causar dores muito fortes. Otite leva quanto tempo para passar?

Os sintomas podem levar alguns dias para desaparecer e o tratamento geralmente é simples, como o uso de remédios para otite.

Apesar disso, se não houver o tratamento correto, o quadro pode evoluir para complicações maiores podendo levar a perda de audição tanto temporária como permanente.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA OTITE?

Além das dores intensas, a otite pode estar acompanhada da vermelhidão da região da orelha, em casos mais graves pode ocorrer o vazamento de secreções devido ao rompimento do tímpano inflamado.

A otite em crianças pequenas pode levar a episódios de febres, náuseas e vômitos. Já nos bebês recém-nascidos, para identificar a otite é necessário prestar atenção em comportamentos como dificuldade para dormir e irritação.

TIPOS DE OTITE

A otite pode se manifestar em diferentes tipos, dependendo da região do ouvido afetada.

Veja quais são os principais tipos dessa doença:

Otite externa

Como o próprio nome diz, esse tipo de otite é a inflamação do ouvido externo, ou seja, atinge o canal auditivo e o pavilhão auricular.

A principal causa da otite externa é a proliferação de bactérias na região ou o surgimento de fungos devido a um acúmulo de umidade no ouvido.

Além das bactérias e fungos, existem outras possíveis causas para essa condição:

  • Alergia a produtos como shampoo e sabonete;
  • Arranhões no canal auditivo;
  • Uso de equipamentos no ouvido (fones de ouvido ou tampões, por exemplo);
  • Lesões no canal auditivo devido ao uso de cotonetes ou outros objetos;
  • Acúmulo de água no ouvido.

A externa é típica em épocas como verão, quando as pessoas fazem muito uso de piscina e mergulhos no mar. Deixar o ouvido molhado após essas atividades pode levar a inflamação.

Otite Média

Esse tipo de otite está relacionada ao ouvido médio, parte da orelha que é relacionada ao nariz. Por isso, essa inflamação costuma acontecer após gripes, resfriados ou outras infecções respiratórias.

Diferente da otite fúngica, ela é causada por vírus e bactérias, os sintomas de otite média costumam ser dores bem intensas.

Os mais afetados por esse tipo são as crianças, por estarem mais propensas a vírus e bactérias devido à imunidade baixa, em relação a imunidade adulta. Porém, não se restringe apenas a esse grupo.

Otite Interna

A otite interna pode ser muito perigosa, isso porque ela atinge uma região muito delicada do sistema auditivo. No ouvido interno estão localizados o labirinto e cóclea, que fazem a função de equilíbrio e audição.

Por isso, as infecções da otite interna costumam ser graves e apresentam riscos à audição do paciente.

Otite Crônica

A inflamação se torna crônica quando o quadro dura mais de 1 mês. Isso geralmente acontece pela não realização do tratamento adequado.

A longa duração da doença pode perfurar o tímpano e causar disfunção da tuba auditiva. O que pode levar a perda auditiva.

Por isso, é importante a busca imediata de um médico especialista.

Otite Aguda

A otite aguda é uma forma mais leve da infecção, ela dura cerca de duas semanas.

Ela acontece devido ao excesso de líquido e muco no ouvido, o que facilita a reinfecção. Quando o quadro passa a acontecer mais de 4 vezes por ano, ela é considerada otite de repetição.

TRATAMENTO PARA OTITE

O tratamento para a otite vai variar de acordo com o tipo e a gravidade da inflamação em cada pessoa.

O mais comum é o uso de medicamentos antibióticos ou antifúngicos. Já quem sofre com a cronicidade da doença, precisa realizar outros tratamentos como por exemplo a timpanetomia.

Perda auditiva após a otite

Como comentado anteriormente, dependendo da gravidade do caso, a otite pode levar a perda de audição, podendo ser parcial ou temporária.

Nesses casos, cada pessoa deve avaliar suas condições com o médico Otorrinolaringologista.

Para melhorar a qualidade de vida de quem está sofrendo com a perda auditiva, os aparelhos auditivos são a melhor opção.