momento certo de investir em minha empresa

Como saber se é o momento certo de investir em minha empresa?

Algumas pessoas têm o sonho de ter o seu próprio negócio e ser independente financeiramente, e a partir deste sonho abrem a própria empresa e iniciam as suas atividades.

Contudo, conforme o tempo vai passando, o empreendedor se pergunta: será que devo investir mais ou espero mais um pouco? Qual o momento certo para investir na minha empresa?

Além disso, alguns empreendedores investem apenas no funcionamento da empresa, como por exemplo, conhecimento, contratação de mais pessoas, software de gerenciamento de negócios e maquinários.

Mas será que estes investimentos são suficientes para o bom funcionamento de uma empresa e para se destacar no mercado?

Se você deseja saber, leia este artigo até o final e descubra.

Como saber a hora certa para investir?

Em vários momentos, o empreendedor pode se deparar com situações caóticas, como por exemplo este cenário pandêmico que estamos enfrentando.

Muitas pessoas não conseguiram se manter em pleno funcionamento, algumas fecharam e outras tiveram grandes prejuízos, encerrando as suas atividades de uma vez por todas.

Contudo, as empresas que permanecem no mercado se perguntam o que fazer diante deste cenário complexo e desanimador, além de ter um bom funcionamento financeiro.

Dito isso, o primeiro passo para descobrir se este é o momento ideal para investir é compreender que cada setor possui as suas características e funcionamento específicos.

Sendo assim, cada setor é cada setor, e enquanto alguns setores cresceram, outros acabam entrando em colapso.

Por isso, é essencial saber como está o desempenho do seu setor para saber se o momento é de investir, de se reinventar ou de apenas tentar sobreviver.

Podemos citar como exemplos de setores que cresceram e que se mantiveram em alta ao longo da pandemia:

●       Ensino à distância – EAD;

●       Nutrição e saúde;

●       Ferramentas e tecnologia voltadas para o trabalho remoto;

●       Plano de saúde e seguro de vida;

●       Alimentação;

●       Produtos para casa e para limpeza;

●       Internet banda larga e telefonia.

Todos esses setores devem analisar a sua saúde financeira e sempre estar em atualização, para acompanhar a necessidade dos consumidores.

Entretanto, outros setores estão sofrendo fortemente com a crise, como por exemplo:

●       Eletrodomésticos;

●       Roupas, sapatos e acessórios;

●       Serviços de beleza como depilação, estética, maquiagem e cabelos;

●       Academias e centros de treinamento;

●       Viagens e turismo;

●       Setor hoteleiro;

●       Cinema e teatro;

●       Bares e casas de shows.

Todos esses setores devem avaliar a atual situação e a possibilidade de inovar, ou ainda, de evitar mais custos e problemas futuros.

Dicas para analisar o cenário e fazer investimentos

Contudo, se você ainda tem dificuldades para saber se este é o momento certo ou não para investir em sua empresa, basta responder às seguintes perguntas:

●       Qual é o seu tipo de empresa? Como está o funcionamento dela com a pandemia?

●       Como estava a saúde financeira e o funcionamento da sua empresa antes da pandemia? Já estava passando por problemas financeiros?

●       Como são estruturados os processos internos da sua empresa: eles são claros e bem definidos ou funcionam de forma aleatória?

●       Você possui gastos adicionais e não sabe como diminuí-los?

A partir destas perguntas, você consegue analisar o nível da saúde financeira da sua empresa e decidir se este é um bom momento ou não para investir na empresa.

Além destas perguntas, trouxemos alguns aspectos que devem ser analisados antes de realizar o investimento.

Analise as suas finanças

Antes de tudo, é importante lembrar que para investir em sua empresa, é essencial verificar se você dispõe de dinheiro suficiente para o investimento.

Por isso, analise o seu orçamento com calma, faça planilhas e analise como está o desempenho da sua empresa e se você conseguirá pagar os seus compromissos.

Até porque, não adianta investir na empresa, implantar software de gerenciamento de negócios, emitir ordem de serviço e não conseguir honrar os compromissos depois.

Tenha uma boa organização financeira

Como dissemos, ter uma boa organização financeira é um dos pontos mais importantes para saber se este é um bom momento para investir ou não.

Sendo assim, verifique o seu fluxo de caixa, seus gastos fixos e variáveis e seu faturamento, para assim poder fazer investimentos.

Corte custos e gastos desnecessários

Após fazer a análise da sua saúde financeira, você deve cortar os custos desnecessários e melhorar o desempenho financeiro da sua empresa.

Por isso, pense no que pode ser cortado ou reduzido, e que realmente façam a diferença, como por exemplo, custos com água, luz e internet são custos que podem ser reduzidos e ter resultados diretos na sua saúde financeira.

 

Comece com pequenos investimentos

Por fim, se você percebe que é possível realizar investimentos, comece investindo devagar, para não ter prejuízos caso algo ocorra.

Analise os riscos e as possibilidades e vá em frente, mas com cautela.

Conclusão

Saber o momento certo para investir requer muita análise prévia do seu negócio, e também exige muita cautela para não fazer gastos desnecessários.Por isso, analise bem as suas finanças e seu fluxo de caixa, para assim decidir onde e quando investir.