reduzir seus gastos com energia

5 dicas para identificar e reduzir seus gastos com energia

Mudanças simples na rotina da casa são suficientes para reduzir o consumo de energia elétrica, colaborando com o orçamento familiar e a sustentabilidade do meio ambiente.

As crises hídricas e energéticas ampliaram a percepção da sociedade em relação à importância da preservação dos recursos naturais, estimulando empresas e profissionais da área a criarem alternativas renováveis e eficazes para a população.

Dicas para reduzir gastos

Desde cedo, pais devem estimular seus filhos para desenvolver de hábitos conscientes, que evitem o desperdício de energia, alimentos, dinheiro…

Com o avanço tecnológico, empresas conseguem disponibilizar no mercado, produtos mais econômicos, no sentido de gastar menos para propor mais facilidade na qualidade de vida das pessoas, como a lâmpada de LED, por exemplo.

Portanto, hoje, automatizar sua residência não é sinônimo de exceder o consumo de energia e de recursos naturais. Muito pelo contrário, é potencializar custo e benefícios.

Veja algumas dicas para adotar na sua casa e que vão impactar diretamente nas contas e no respeito com o planeta:
  1. Iluminação natural: organize a mobília no espaço de modo a deixar a luz solar entrar por janelas e portas para reduzir o uso de lâmpadas. Paredes mais claras, espelhos também ajudam na reflexão de raios e, consequentemente, clareiam os cômodos;
  2. Eletrodomésticos fora da tomada e em bom estado de conservação poupam o uso de energia. Ligue televisores, micro-ondas apenas quando for usá-los. Cheque se filtros de máquinas de lavar roupa ou aspiradores são bem limpos. Esses detalhes minimizam a sobrecarga desses aparelhos e de seu consumo;
  3. Reduzir o tempo de uso de equipamentos, como chuveiros elétricos, ferros de passar roupa, máquinas de lavar… Deixar o chuveiro na opção verão já diminui seu consumo de energia, evite ligar a máquina ou o ferro para lavar e passar poucas peças de roupas;
  4. Dê preferência por aparelhos mais modernos, já que apresentam uma economia significante no consumo de água e energia, sem perder a eficácia dos serviços;
  5. Utilize um redutor de vazão: capaz de compensar a pressão de água no chuveiro, impedindo a passagem de um fluxo maior, facilitando o aquecimento da água.

Evite desperdícios com a geladeira

A geladeira merece uma atenção especial: grande vilã dos gastos desnecessários, por isso verifique se está bem fechada, se nenhum produto impede que a porta feche por completo ou se a borracha veda adequadamente o aparelho.

Regule o termostato de maneira que não fique muito diferente da temperatura externa, fazendo o equipamento acompanhar constantemente as variações, gerando desgastes na placa e no compressor.

Lâmpadas de LED

Trocar as lâmpadas da sua residência gera uma economia de 20% no consumo de energia. As lâmpadas incandescentes estão entre os modelos que devem ser trocados, visto serem os que mais consomem energia.

Já as lâmpadas de LED são 80% mais econômicas do que as incandescentes e 30% mais econômicas do que as fluorescentes. A diferença entre uma e outra está nas lâmpadas de LED, apesar de mais caras, durarem o triplo do tempo das fluorescentes. Ou seja, é um investimento com o melhor custo-benefício em questão de economia e de durabilidade.