Poá: origem e história dessa estampa clássica

As bolinhas marcaram a história da moda e estão em alta novamente. Veja o que mudou do sucesso dos anos 40 para as roupas atuais de poá. 
Popularmente conhecido como estampa de bolinhas, o poá também pode ser chamado de petit-pois e polka dot. Ele é um clássico da moda, marcando o visual das pin-ups nas décadas de 40 e 50. Entretanto, o poá não ficou no passado: a estampa foi sendo reinventada com o passar dos anos e, hoje, compõe os looks estilosos das famosas. 
Além disso, ele não aparece apenas em roupas do dia a dia: o biquíni poá e os acessórios estampados com bolinhas são exemplos disso. A seguir, conheça a origem da estampa, como ela se popularizou e de que modo é utilizada nos dias atuais. 

Origem

A origem do poá é incerta, mas acredita-se que ele tenha chegado às Américas por meio dos imigrantes vindos do Leste europeu. Essas pessoas gostavam de um estilo musical chamado polka, em que a dança acontece de maneira circular. Especula-se que eles usavam um figurino com bolinhas, gerando o termo “polka dots”, ou seja, “bolinhas” em inglês. 
Contudo, há quem diga que o responsável pela criação da estampa tenha sido Walt Disney. Segundo a história, Walt percebeu que o xadrez e as listras já não eram uma novidade no mundo da moda. Sabendo disso, ele considerou a estampa de bolinha como uma opção diferenciada para o figurino da Minnie Mouse. 

Popularização

Independentemente de Walt Disney ter sido ou não o criador da estampa, ele foi essencial na sua popularização. Afinal, a Minnie ficou famosa, assim como o seu figurino cheio de bolinhas. Além disso, vale lembrar que o poá também apareceu nas passarelas da Dior e foi usado por estrelas de Hollywood, aumentando sua popularidade. 
Contudo, a estampa realmente tornou-se popular com a canção Itsy bitsy teenie weenie yellow polka dot bikini, de Brian Hyland. O sucesso foi tão grande que a música alcançou o top 100 da Billboard, sendo regravada em diversos países, inclusive no Brasil. 
A versão brasileira, conhecida como Biquíni de Bolinha Amarelinha, foi regravada por diversos cantores, mas o destaque ficou para Celly Campello, que levou a música para todos os cantos do país. 
Por causa de todo esse sucesso, a estampa poá ficou marcada na história da moda, sendo um símbolo dos anos 40 e 50, além de uma referência eterna ao estilo pin-up e vintage. 

Tendência

No início, a estampa poá era composta de duas cores: preto e branco. Alguns looks de Marilyn Monroe e Audrey Hepburn são exemplos disso. Entretanto, com o passar do tempo, ela foi adquirindo novas características, tanto em relação ao tamanho das bolinhas quanto às cores. 
Atualmente, é possível encontrar poás vermelhos, verdes, azuis e amarelos, por exemplo. As peças mais estilosas costumam ter a estampa em tamanho maxi, criando uma roupa moderna, mas com um toque retrô. 
Além de aparecer nas roupas, as bolinhas chegaram aos acessórios, estampando bolsas e armações de óculos de sol. Nesses casos, não há regra sobre o que é mais ou menos estiloso, o importante é que o item faça sentido com as outras peças da composição. 

Moda praia

O biquíni de bolinha amarelinha não ficou no passado e ainda é escolhido por muitas pessoas para passar alguns dias no litoral, aproveitando o sol. Assim como nas roupas do dia a dia, a peça também pode ser encontrada em diferentes cores e tamanhos de padronagem. 
O biquíni cortininha, modelo clássico e adorado pelas brasileiras, pode ser encontrado com estampa poá. Para quem gosta de tons vibrantes, vale a pena optar por uma peça com combinações coloridas, como bolinhas em azul e base do tecido em coral. 
Outra modelagem que tem feito muito sucesso é a hot pant, uma calcinha de cintura alta muito confortável. Ao escolher um biquíni hot pant com bolinhas, é possível criar uma composição totalmente retrô e cheia de referências. Quem prefere os clássicos, pode optar pela famosa estampa preto e branco, por exemplo. 
Por fim, a modelagem triângulo também é uma boa opção para quem busca um biquíni estiloso, com estampa em poá e bom caimento. Afinal, ele é altamente confortável e fica no lugar, sem necessidade de preocupação.