Cupom de desconto Workana de R$ 100,00

Cupom de desconto workana de R$ 100,00
Para cuidar bem de um cachorro é necessário prestar a atenção em uma série de detalhes. Assim como ficar atento para o tipo de alimentação adequada para a raça, para os métodos de higienização e, especialmente, para o comportamento do cão no dia a dia.

cachorro marrom SID
Foto: @jeanedeoliveirafotografia

Nesse aspecto, os latidos do seu amigo, literalmente, querem dizer muita coisa. É latindo que o cão consegue dizer se sente fome, dor ou medo, bem como alerta sobre a chegada de estranhos em sua casa.

Ainda que algumas raças costumam naturalmente latir mais do que outras, é fundamental, para o bem estar do seu cão, ficar atento caso os latidos se tornem excessivos.

Latidos em demasia, além de serem desconfortáveis para você e os seus vizinhos, são um indício de que o animal necessita de algo.

Identifique o tipo de latido


Ao cuidar do seu amigo, é importante dar atenção para o tipo de latido que ele apresenta. Nesse caso, o contexto em que esses latidos ocorrem é importante. Ele late muito quando escuta ruídos na rua? Quando alguém se aproxima da casa?

Na maioria das situações o latido é normal, mas em outros casos, eles podem latir demais porque ficam muito tempo sozinhos, ou por que necessitam dar um passeio fora do apartamento.

Portanto, preste atenção nas ocasiões em que os latidos se tornam frequentes. Além disso, preste atenção às expressões do seu cão na hora de latir, se ele fica inquieto, se os pelos ficam eriçados ou se ele balança o rabo.

Esses comportamentos, aliados ao som do latido, denotam se ele está sentindo tédio, alegria ou até mesmo fome. Latidos acompanhados de uivos e gemidos agudos podem indicar que o seu cachorro está sentindo dor, por exemplo.

Como diminuir a frequência dos latidos


Em casos que não envolvam dor e desconforto do cão, o excesso de latidos pode ser para chamar a atenção. Nesse caso, o modo mais adequado para sanar esse problema é apelar para o treinamento.

Sendo assim, ensine alguns comandos básicos com palavras curtas, tais como “calado’, “quieto”, ou “silêncio”. Coloque autoridade na sua voz e mostre ao seu amigo que não é o momento para latidos.

O tédio e a necessidade de brincar e fazer exercícios também são pretextos para alguns cachorros latirem em demasia, especialmente quando são filhotes. O ideal, para sanar esse inconveniente, é dar a atenção necessária para eles.

Reserve um tempo na sua agenda para caminhadas diárias, faça carinho e mantenha sempre uma dieta saudável para o seu amigo.

Lembre-se que basicamente os cães são animais que costumam defender o seu território. Sendo assim, é normal que ele comece a latir diante da aproximação de pessoas e até de outros animais.

Por isso, em tais situações, mostre que está tudo bem, faça carinho e assim você ensina que não há a necessidade de alarde.

O latido é a linguagem do cão


Tente compreender essa linguagem. É desse modo que você vai proporcionar ao seu amigo todo o carinho e a atenção que ele merece. Se o seu cachorro late muito, algo certamente está errado.
Postagem Anterior Próxima Postagem
Cupom de desconto workana de R$ 100,00